Slug… ai que nojinho!

São poucas as pessoas que sabem que tenho nojinho, para não dizer pavor e até certa fobia de uma coisa chamada lesma. Algumas pessoas sentem isso por barata, outras por aranha e eu sinto por lesma.

Quando vejo algumas agrupadas, parecendo que estão em uma reunião de pais e mestres, eu procuro passar bem longe, porque vê-las desse jeito me causa arrepios. Sem dizer que aquela gosma que elas soltam, deixando o caminho por onde passam todo marcado pra mim é simplesmente perturbador.

Quando eu morava em São Paulo, elas apareciam no meu quintal em épocas de chuva e calor já que a grama estava ali à disposição delas. E é claro que eu agia de forma covarde e brutal contra elas. Como? Jogando muito sal para detê-las (sentimento de culpa).

Além disso, em outros momentos, as pequeninas se escondiam nas flores das minhas jardineiras. Me lembro de que certa vez eu estava limpando as folhas de algumas flores e, sem querer, acabei encostando a minha mão em uma delas. O pavor, nojo, ânsia e esterismo tomaram conta de mim, que sai gritando pelo quintal insandecidamente. Meu marido e meu sogro que estavam em casa, se assustaram e acharam que algo terrível havia acontecido. Na minha cabeça realmente havia acontecido algo terrível, mas para eles não passou apenas de um episódio engraçado e fui motivo de chacota durante o período daquela tarde. Depois desse dia, nunca mais consegui encostar em uma única planta sem que eu estivesse usando luvas (a frescura).

Há uns 15 dias, uma amiga em viagem à Paris, postou no Facebook foto de um prato de scargot que ela degustou e não achou tão ruim. Tenho plena consciência de que não são as lesminhas que a gente vê se rastejando pelo chão, mas só de ver aquele caramujo, me embrulhou o estômago.

Você pode se perguntar agora, se sinto tudo isso, por que então resolvi escrever sobre elas? Para mostrar que aqui na Suécia também tem essa coisinha nojenta. E de que o universo está conspirando contra mim 😦

A lesma sueca é grande, gordinha, negra e possui o corpo texturizado (ai que nojo!). Ela não é considerada uma praga e serve de alimento para rãs, pássaros e alguns escaravelhos. E acredite, ela também tem uma enorme importância na fertilização dos solos e na dispersão de sementes (torço todos os dias para que fique bem longe de mim).

Outro detalhe é de que a lesma negra não está sozinha por essas terras. Ela divide seu espaço com a terrível lesma espanhola que é considerada uma praga (arrrggghhh de nojo elevado à milésima potência).

E como combater as lesmas espanholas por aqui? Jogando sal? Não, não! Pode-se optar em comprar um cortador de lesmas pela bagatela de SEK 400,00 (em reais cerca de R$ 130,00). Meio carinho, né?!

Esse foi um dos posts mais difíceis que escrevi até hoje e só o fiz porque acho válido compartilhar qualquer informação que seja da terra dos vikings.

Alguém mais com fobia maluca por aí?

Vi ses… hej då! ;-)

14 thoughts

  1. Já que é para desabafar, estou sendo perseguida, não suporto mais esse pavor. Depois de quase 6 meses sem chuva aqui no Centro-Oeste temperaturas altíssimas de quase 38′. Todos ansiávamos por chuva e ela chegou e com a chuva vieram as le… não dá nem pra pronunciar o nome, fotos nem pensar, tá mas como ia dizendo meu esposo saiu na área da nossa casa e voltou”. Nossa os bichos fazem fila pra entrar dentro de casa” me disse que tinha 3 das tais em fila rumo a sala, nossa que pavor. Sem contar que ontem ao levantar da cama quase pisei descalça em uma bem ao lado da cama, ela deveria ter quase “1mt” de comprimento ai pavor. Hoje resolvi pesquisar e achei esse blog, pois pensei que estava ficando louca. Enquanto digitava o desabafo, não parava de olhar por todos os lados sem saber quando terei o desprazer de ver outra L… Ps hoje já vi uma gigante rastejando na área…

    1. Olá Nazaré! Sou como você… detesto essas coisinhas, pois realmente tenho pavor e nojo. Bem-vinda ao time e obrigada por contar sua experiência rs 😉

  2. Nossa!!! Estou muito feliz por ter lido esses relatos…eu também tenho FOBIA desse bichinho medonho! Odeio! Tenho nojo do tamanho do mundo! Com 47 anos de idade eu grito e choro que nem criança quando vejo uma….arg tenho que jogar quilos de sal! Aloka!

    1. Hahaha, toca aqui Maria. Viu como você não é a única? Eu tenho verdadeiro horror a esse bichinho. Não consigo nem vê-lo em programa de culinária exótica que já fico toda arrepiada 😀

  3. Eu me identifico com todas vocês. O dia em que eu encostei em um bichinho desses, berrei tanto que meu marido precisou me gritar comigo para eu me acalmar. fiquei berrando por muito tempo… Ele me fez tomar um banho pra ver se eu parava com o ataque… Pra minha infelicidade, elas amam o jardim da minha casa e se reproduzem aos milhares, invadindo meu espaço. Bom saber que não estou sozinha nesta fobia incapacitante

  4. Finalmente, hoje encontrei três pessoas que compartilham minha fobia. Eu nunca gostei de lesmas, sempre achei que eram coisas nojentas, mas isso nunca me incapacitou. Até o momento em que completei 8 anos. Eu estava alegre, descendo as escadas, ás 20h, quando eu quase cai e tive que me segurar na parede. Poderia ser algo bom, já que eu não cai, certo? Errado! A minha linda mãozinha resolveu encostar em uma… lesma. E o pior não foi isso, porque a “pele” dela ficou grudada na minha pele. Nos tornamos um ser só (cara, isso foi patético, mas foi tãaaaaaaao nojento). Depois de passar horas tentando tirar aquela parte do DNA de um verme, eu fiquei traumatizada. Até hoje, se eu vejo uma lesma, começo a chorar. Meus pais já ralharam comigo por ser “fresca”, mas pelo menos nunca me fizeram comer um desses bichos. Mas, para a minha “sorte”, moro em São Paulo. Inevitável ver essas infelizes. E agora, vendo o teu post, percebi que… é, mesmo por fotos, consigo me arrepiar de tanto nojo.

  5. Nossa, você é idêntica a mim! Sério, acho até válido um DNA, rs. Eu tenho pavor PAVOR de lesmas, chega a ser uma fobia de tão incapacitante. Tenho um jardim aqui em casa que eu adoro, mas ontem fui obrigada a incorporar a Serial killer do sal e fazer um pequeno extermínio no quintal. Nunca tive (Ainda bem!) um episódio de colocar minhas mãozinhas bem cutiladas em um desses monstros melequentos, mas apenas a terrível visão de vê-las se arrastando por aí com aquela gosma, me causa calafrios (você me entende, né?) Pensei que fosse a única que passasse por essa agonia, até te encontrar em uma pesquisar meio mórbida sobre fobia e les… argh! lesmas. E digo mais! Pode ser a comida mais requintada do mundo mais Scargot eu não como, neverrrr! Ainda bem que te encontrei,(ninguém me entende em relação a isso, pensam que é só ”frescura” minha) Pensei que estava sozinha nesse medo/nojo/pavor/fobia/desprezo por essas criaturinhas pouco simpáticas.

    1. Francinne!
      Até eu estou surpresa, pois nem imaginava que existiam tantas pessoas com a mesma fobia que a minha. É bom saber que não estou sozinha nessa neura rs 😉

  6. Hoje sem querer encostei em um lesma ,foi tenebroso quase morri de susto passei tudo que possa sonhar na mao ,e ainda eu estou com muito nojo,nao quero mais passar pelo esse mesmo susto.nossaaa que susto q vc deve ter tomado eu entao faltei foi pular no colo de alguem ou ate desmaia kkkkkkkkkkkkkkkk¤

    1. Karine!
      Achei que estava sozinha nesse mundo com relação às lesmas e já estava me achando a louca do pedaço, mas olha só o que aconteceu… você apareceu para me salvar :D. Eu definitivamente tenho pavor desses bichinhos.

  7. Hahahahahahaha… rí muito agora, sí imaginando sua “crise” ao encostar na lesma !!! Mas tenho que admitir que também tenho nojo e acho que nunca vou provar o tal do escargot… rsrsrsrs.
    Aqui no Chile nao temos muitas pragas assim…Acho que por causa do clima muito seco… tem muita formiga e, no verao aparecem uns caracóis enormes, que ficam nos jardins (minhas filhas acham lindos !!!).

    Bj

    1. San, esse assunto é sério pra mim 😦 Eu realmente tenho muito pavor disso e passo muito mal.
      Aqui na Suécia a primavera já começou e com ela as ondas de chuva. Nem preciso dizer que os caracóis já começaram a aparecer e os meus ataques de fobia também.
      Jamais acharei essas coisinhas “medonhas” lindas… pra mim é como estar num pesadelo e não poder sair dele 😦 😦 😦

Dê vida a esse blog. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s