Coisas de sueco: nas brincadeiras

No período de 20 a 27 de maio o sol sorriu para todos os suecos. A temperatura no dia 23 chegou a bater a casa dos 30 graus no relógio em Korsvägen. Difícil de acreditar, ainda mais se estando na Suécia, onde as baixas temperaturas e dias chuvosos permanecem na maior parte do ano.

Mas nesse período em especial, os dias foram lindos, iluminados e de muito calor, em que a média diária foi de 24 graus. Isso significa que havia vitamina D para dar e vender à todos os branquelos de plantão.

Aproveitei muito para andar de bicicleta. E entre uma pedalada e outra, numa das ruas próximas onde moro, vi um grupo de crianças se divertindo. Aproveitaram para fazer uma guerrinha de bexigas com água. Quer coisa mais saudável e refrescante que isso!

Sair correndo e jogar a bexiga no amiguinho até aí tudo bem. O detalhe foi a cena que vi depois e até agora não consigo acreditar, se o que realmente vi aconteceu ou se tomei algum alucinógeno e não lembro.

O fato é que depois da brincadeira, eis que vejo 4 crianças (entre 6 e 7 anos) recolhendo todos os restos mortais das bexigas na rua. Gente… pára tudo!!! Recolhendo!!! Recolhendo!!! Recolhendo!!!

Juro!!! Eu nunca tinha visto isso na vida e o pior é que cheguei à conclusão de que fui uma criança porquinha. Jamais recolhi qualquer bexiga estourada na rua. Sinceramente, fiquei com vergonha de mim por ter sido uma criança indisciplinada e de ter contribuído para a poluição do rio Tietê.

Por pequenos detalhes como esse é que você percebe como é o estilo sueco de viver.

Viva a educação! Viva os bons modos! Viva a Suécia! Viva a Vânia! Eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!!!

Coisas de sueco só se vê por aqui.

Vi ses… hej då! ;-)

Faça a teimosa feliz. Comente!