1 ano da Teimosa na Suécia

Hoje faz exatamente um ano que cheguei à Suécia e vejo como passou rápido. Estranho isso, pois parece que foi ontem que estava empacotando as coisas, fazendo as malas, deixando emprego, casa, família e amigos no Brasil.

Um turbilhão emocional pré-viagem fazia parte da minha rotina, isso porque eram tantas coisas a serem resolvidas, num curto espaço de tempo, que eu achei que não conseguiria. Mas no fim tudo deu certo, afinal eu não estaria hoje aqui contando um pouco da minha vivência em Gotemburgo.

Cheguei e logo adoeci. Uma completa indisposição e febre que pareciam não ter fim. Logo depois veio a dor de garganta e gripe, que me deixaram de cama por longos 10 dias. Não eram os novos ares que estavam me fazendo mal, mas sim todo o estresse vivido antes da mudança. E quando relaxei, a resistência caiu e meu corpo não resistiu.

De lá para cá muitas coisas aconteceram. O processo de adaptação, a inserção local, o desafio do idioma sueco, o funcionamento da sociedade, o aprendizado e respeito às regras, a evolução do inglês, a magia de fazer novos amigos, a valorização da simplicidade e a convivência com outras nacionalidades, que me conquistaram ou me chocaram.

O que falar da Suécia? A corrupção política é mínima, porém, punida. A saúde e educação são grátis. O saneamento é excelente, pois tomo água da torneira sem peso na consciência e sem aquele gosto de encanamento enferrujado. O transporte público é bom e funciona mesmo e a segurança é incrível.

Passei pelas quatro estações e tive a impressão de estar em uma cidade diferente a cada uma delas. Apreciei a beleza da Primavera, desfrutei do calor do Verão, observei o cair das folhas do Outono e sobrevivi ao gelo do Inverno.

Rosa vermelha Primavera Rosa vermelha

Sol Verão Sol

Rosa murcha Outono Rosa murcha

Frio Inverno Frio 

Ri de mim, dos outros e com os outros. Chorei de emoção, de felicidade e de saudade. Desmoronei, desabafei e me reergui. Compartilhei experiências, anseios e alegrias. Tive um ombro e fui um ombro amigo. Fui covarde para me decidir e corajosa de seguir em frente. Preguiçosa para acordar e rápida para aproveitar. Emagreci, comi e engordei. Fiquei com raiva disso, mas superei. Me achei linda, deslumbrante, sai e arrasei.

Vivi e continuo vivendo uma experiência incrível. Sonhei com isso a minha vida toda e às vezes me belisco para ter certeza se tudo isso é real. Nesse 1 ano conheci pessoas interessantes, cidades lindas, vivi situações engraçadas e enfrentei os desafios como gente grande numa terra desconhecida.

Aprendi e continuo aprendendo todos os dias. Assim como eu, outros brasileiros espalhados por aí têm suas histórias, experiências e desafios, os quais são únicos e insubstituíveis. E eu sou apenas mais uma nesse mundão afora.

Mas e a saudade onde fica? Sim… a saudade. Ela aperta e dói no peito. Deixa o coração pequenininho e solitário. E só consegue ser amenizada, graças aos avanços da tecnologia. Mesmo a milhas de distância, parece que tudo é tão perto!

E a felicidade? Ela faz parte da minha rotina e está presente em tudo que vejo, toco, ouço e sinto. Agradeço todos os dias ao cara lá de cima por ter me dado essa oportunidade e por fazer desse momento, único em minha vida. E ela só é completa porque estou ao lado da pessoa que amo.

Me descobri e ainda continuo me descobrindo. Será que após esse 1 ano eu sou uma pessoa melhor? Afinal, o que é ser uma pessoa melhor? Eu ainda não sei a resposta, mas de uma coisa eu tenho certeza, alguma coisa mudou em mim.

Afinal, como diz a música: “Se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi”.

Vi ses… hej då! ;-)

19 thoughts

  1. Vania, adorei seu blog! Tenho pesquisado sobre brasileiros que moram em Gotemburgo porque devo ir a trabalho por alguns dias e estou me sentindo bastante insegura. Não domino o idioma inglês e nunca fiz uma viagem internacional sozinha. Se voce puder me dar algumas dicas, eu lhe agradeço imensamente!

  2. Oi Vania, descobri seu blog hoje indo atrás da receita do “azedinho doce”. Descobri pelo Face que vc estava na Suécia e agora estou podendo acompanhar suas histórias neste país nórdico que deve ser maravilhoso e de uma cultura incrível. Há bastante tempo tenho um sonho de conhecer a Escandinávia, passear por aqueles fiordes e conhecer de perto um país civilizado de verdade. Espero realizar isso em breve.
    Desejo que vc seja muito feliz aí. Bjs.

    1. Oi Dani… sinta-se em casa rsrs.
      Realmente morar por esses lados de cá está sendo uma experiência incrível!!!
      Quando puder venha mesmo, pois vale muito a pena.
      Muito obrigada pelo carinho. Beijos 😀

  3. Vania, adorei !!! Voce conseguiu colocar no papel tudo aquilo que nós “estrangeiras” passamos e sentimos !!! Bjo

  4. Demais Vânia! Dá p sentir a emoção desse relato. Fico muito feliz e grata a Deus por ter conhecido mais uma pessoa maravilhosa em minha vida. Você é muito especial!! E que fotos lindas de cada estação do ano hein!!?? Este blog vai virar um livro… E eu vou querer ser uma das primeiras a comprar!!! Parabéns!!

    1. Chris, que linda a sua mensagem!!! Fiquei emocionada de verdade. Quando fiz esse post eu realmente estava bem emotiva e acho que isso contribuiu para que saísse desse jeito. Eu tinha em mente escrever outras coisas, mas quando vi tinha escrito tudo diferente… rsrs. Sabe que não é má idéia a história do livro… quem sabe um dia =D

  5. Adorei o texto como sempre… Mas este arrasou;)
    Depois de quase 10 anos por aqui ainda me reconheco muito nele. É isso ai, aprendemos a cada dia. Se nos tornarmos melhor tbem nao sei, mas o melhor mesmo é tentarmos fazer o melhor q podemos dessas misturas de cultura. Boa sorte Vania e parabens pelo primeiro niver sueco.
    Vcs podiam ter vindo no sabado hein 😉 bjo e ate logo

    1. Roge super obrigada pelo carinho de sempre. Eu já sinto tudo isso em apenas 1 ano e consigo imaginar o seu sentimento depois de quase 10 anos. É louco, né?!

      Pois é, não fomos no sábado porque estávamos em outro compromisso. Mas tenho certeza de que teremos outras oportunidades. Beijos

  6. Que lindo Van… nem dá para acreditar que já se passou um ano! Muita saudade de você, viu? Ah, estou com o seu template quase pronto, tá ficando bonito…
    Beijocas, Ma e Giulia

  7. Namoradica. Como eu disse antes, temos muito orgulho de vc e das coisas q faz. A Suécia não seria a mesma sem vc e nossos amigos espalhados pelo mundo não saberiam o que é realmente estar aqui sem seus posts originais.
    Vc tem algo especial e agradeço por eu ter sido esse cara de sorte por estar ao seu lado.
    Tenho certeza que ainda vamos chorar muito de felicidade e vamos “conversar” muito com a Maggie via Skype.
    Te amo e tenho certeza que as coisas sempre continuarão a favor do bem…….e nós sempre estaremos do lado do bem.

    1. Vânia, esse sem dúvida foi seu post mais bonito ! Acho que pque vc escreveu de coração. Eu tenho certeza que você cresceu e se tornou uma pessoa melhor, pois respeitar outra cultura é amadurecer. Adorei as fotos ! Bjs 🙂

Dê vida a esse blog. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s