Godis: os doces que fazem a cabeça dos suecos

Godis (em sueco se pronuncia /gudis/) nada mais é que os deliciosos, engordativos e açucarados doces que fazem a cabeça, ou melhor, os estômagos e os pneuzinhos dos suecos.

Eu sempre adorei esse tipo de guloseima e sempre pirei naqueles saquinhos mega coloridos recheados com jujubas, gelatinas, confetes de chocolate e marshmallow, que são tão vendidos nas bombonieres de São Paulo. Muitas vezes gastei boa parte do meu “ticket comidinha” nessas baboseiras e o meu consumo aumentava, principalmente, em períodos de estresse. Porém, quando descobri que a minha curva glicêmica não estava nada bem… vixi aí danou-se tudo. Precisei me comportar, controlar o estresse de outra maneira e abolir de vez esse exagero de açúcar na minha vida.

E quando eu cheguei em Gotemburgo, fiquei super impressionada com a quantidade que os suecos consomem esse godis. Dá para acreditar que cada sueco chega a consumir 17 kg por ano dessas gostosuras? Isso porque eles são super preocupados com a saúde e a maioria dos produtos aqui são vendidos sem ou com baixo teor de açúcar. Imagina se não fossem preocupados, aí sim o consumo triplicaria.

Pois é, mas esse tal aí de godis fez com que os suecos engordassem um pouquinho nos últimos anos já que de valor nutricional não tem nada. Mas quer saber? Os suecos continuam lindos, sarados e gostosos e para o maridão não ficar com ciúmes, estou incluindo as suecas aqui também; lindas, saradas e gostosas.

Muitos quiosques espalhados pela cidade dispõem dessa viciante e engordativa guloseima, mas os supermercados também não ficam de fora e disponibilizam uma seção reservada somente para esses docinhos. Claro que o espaço irá variar de acordo com o supermercado e a localidade que ele está. Tá curioso(a) pra saber como é, né? Olha a variedade disponível em um dos supermercados na região onde moro. Fala se não dá pra ficar perdida com tantas opções?

Tudo isso é devidamente identificado, porque vá que você não goste de algum sabor.

 

Acredita que tem até doce salgado e o mais famoso é o lakrits? Eu não me enganei, não. É um doce salgado mesmo. Sinceramente? Experimentei e achei horrível! São pretinhos e o gosto é de anis com sal. Há várias opções desse sabor em diversos produtos e é claro que eu dispenso todos. Alguns dizem que os suecos amam os lakrits, mas até agora todas as pessoas que perguntei rejeitam e não gostam.

Agora convenhamos… se há venda é porque alguns malucos gostam. Essa coisinha de sabor nada agradável ainda oferece a opção recheada com caramelo. Alguém consegue imaginar uma mistura de anis, sal e caramelo?

E olha só que interessante, apesar do godis ser consumido diariamente por crianças, jovens e adultos, o seu consumo aumenta mesmo em datas comemorativas como o Dia dos Namorados, Páscoa, Halloween e Natal. E sabe por quê? Simplesmente porque pode ser uma ótima opção para presentear alguém que se gosta. Olha que bonito! Você espera aquele presentão e ganha uma caixa de guloseimas, ou seja, quase igual. Ou o pior dos casos, seria aquela sua amiga invejosa querendo ver você gorda… rá!

Além de encontrar essas delícias em quiosques e supermercados, há também loja especializada nessas guloseimas.

Veja se dá para resistir? São tantas opções de godis e afins que fica difícil passar por esses corredores e não crescer o olho.

  

Quer ver mais de pertinho? Então salive e deixe a baba escorrer.

      

Outra coisa é que se você acha que pode meter o “mãozão” em tudo isso, esconder dentro dos bolsos e ir embora de fininho, já aviso que pode tirar o cavalinho da chuva, pois há várias câmeras espalhadas por todos os lados. Agora se você é educado, civilizado e curte uma organização, basta pegar uma pazinha e um saquinho e escolher os seus docinhos preferidos.

  

E como a compra é por peso, as lojas disponibilizam uma balança no corredor para você controlar o quanto quer pagar antes mesmo de chegar ao caixa. Ou será o quanto você quer engordar?

Pode parecer que godis é uma arma mortal para os diabéticos, mas felizmente essa loja já oferece opções diet porque assim ninguém passa vontade e todo mundo fica feliz.

Vi ses… hej då! 😉

12 pensamentos

  1. Oi, Vânia! Tudo bem? Sou Ane e tenho 19 anos. Frequento seu blog há um tempinho, mas nunca deixei minha marquinha nele, hehe. Bem, como para tudo há uma primeira vez, cá estou eu! Primeiramente, quero lhe parabenizar pela organização do blog. É um espaço muito interessante, repleto de curiosidades e dicas interessantes. Bom, o outro elogio vai para você, que além de ser muito simpática – e isso é evidente – parece ser também muito esforçada e dedicada ao que faz! Então, é isso. Só quis deixar o status de leitor “invisível porém frequente” um pouquinho de lado, como forma de agradecer a você pela ajudinha extra que nos proporciona com esse blog fantástico criado por uma autora incrível, e que é de longe minha blogueira favorita. Obrigada! =D

    1. Oi Ane!
      Menina, você não imagina como fico feliz quando os meus lindos leitores resolvem aparecer. Olha, sem brincadeira, é uma felicidade tamanha que não cabe dentro de mim. A única coisa que sei sobre vocês é quando me deixam comentários – como você fez – ou através das estatísticas do blog. Mas sabe de uma coisa? Estatísticas não mostram quem é a pessoa do outro lado, o que pensa, o que quer, seus interesses e etc.. O que é realmente importante pra mim é essa interação que tenho com vocês. Você fez muito bem de ter deixado sua marquinha aqui e olha que esse post é bem antigo, hein?
      Não tenho palavras para descrever tamanho o carinho e fofurice desse comentário. Você conseguiu arrancar um enorme sorriso do meu rosto e massageou o meu ego. Isso me deu mais gás para nunca desistir desse blog e continuar me empenhando cada vez mais.
      Muito, muito, muito, 1 bilhão de muito obrigada.
      Um beijo enorme no seu coração e fique aqui sempre comigo! 😉

      1. E fiquei feliz por você ter me respondido! Uhu, hehe – pulinhos de alegria. Vânia, você nunca deve desistir desse blog, pois tenho certeza que muitas pessoas ainda farão bom proveito das maravilhosas dicas que você nos passa. E acho que todos deveriam se manifestar de vez em quando, como forma de agradecer a você por isso. Vou tentar comentar mais vezes, obrigada! Mil beijinhos.

        1. Claro que eu iria responder. Eu demoro pacas pra fazer isso, mas sempre procuro responder a todos. Obrigada novamente por esse carinho todo especial. 😉

  2. Cara, fiquei babanndo!
    Pretendo fazer intercambio para a Suécia esse ano e o seu blog está sendo ‘uma mão na roda’
    Muito legais, suas dicas. 🙂
    Mas esses docinhos ai, hein… aiai, escorreu uma lágrima de meu rosto quando vi esse post. hehehe’

    Eles tem um paladar diferente, né?…
    Creio que iria sentir falta apenas de coxinha, feijão e as frutinhas tropicais daqui.. aiai…

    1. Olá Kívia!
      Ai que delícia saber disso. Fico feliz que de alguma forma o blog está te ajudando, a saber, mais sobre a Suécia… pelo menos a parte legal do país, né? hehe

      Esse tipo de lojinha é uma loucura por aqui. Minhas amigas que me visitaram recentemente piraram quando viram o tanto de opções. Afinal, quem é que não gosta de uma guloseima, não é mesmo?

      Feijão tem na Suécia. Não é o mesmo sabor, mas dá pra gente se virar bem. Agora fruta fresca e barata só no Brasil mesmo. Se bem que as frutas vermelhas daqui (como morango, mirtilo, framboesa, amora e cereja), em minha opinião, são as melhores. Bom, mas tudo é uma questão de costume. 🙂

  3. Eu também detesto lakrits, não entendo esse fascínio. Meu “sambo” também não gosta (apesar de ser Sueco), é o auge da compatibilidade! A minha chefe, pelo contrário, costuma vir pedir godis de lakrits se vê que alguém está a comer godis 🙂 Há gostos para tudo!

    Eu tento não comer muitos godis, até porque prefiro bolinhos e pastéis, mas fiquei com vontade de visitar essa loja! Haha quem sabe da próxima vez que for a Gotemburgo. Beijo

    1. Hahaha… adorei o comentário sobre o auge da compatibilidade!!!
      Com relação ao lakrits, há um ditado no Brasil que diz que “gosto não se discute apenas lamenta-se” 😀
      E eu acho que você faz muito em não comer muito godis, afinal isso é puro açúcar, não é mesmo?!
      Beijos

Faça a teimosa feliz. Comente!