Hard Rock Cafe: bom, bonito e caro

Atendendo ao pedido de uma leitora que eu conheço somente no mundinho virtual, hoje vou falar da partida de futebol que aconteceu na semana passada no Råsundastadion em Estocolmo.

Esse foi um dos jogos mais esperados pelos suecos nos últimos anos. Já adivinhou? Estou falando de Brasil x Suécia ou como os suecos chamam Brasilien x Sverige. Já sei que o assunto tá passado, mas o que eu não faço pelos meus leitores, né?! Poucos, mas extremamente fiéis e que merecem toda a atenção do mundo. Tack så mycket! Abraço pela esquerda Coração vermelho Abraço pela direita

Mas voltando, sempre que a notícia era futebol lá estavam os suecos mencionando o jogo, fosse na TV, jornal, rádio ou simplesmente numa roda amigos. Isso porque os suecos carregavam (e ainda vão continuar carregando) a não classificação nas quartas de final da Copa do Mundo de 1974, contra o nosso querido salve-salve Brasil ê ô. Agora se sueco é supersticioso ou ignora totalmente essas crendices, vale dizer que o jogo aconteceu no mesmo estádio e, diga-se de passagem, que foi o último. Último, porque o estádio será demolido e o espaço está destinado à construção de novas casas, ou seja, a chance de tirar esse peso das costas guardado por tantos anos acabou ficando na lembrança.

Para falar a verdade eu nem gosto de futebol, mas quando o assunto é seleção brasileira eu me interesso e torço muito. Tudo bem que a participação nas Olimpíadas de Londres não me impressionou em nada e confesso que estava torcendo para Honduras, já que os hondurenhos jogaram muito mais que os nossos stars da seleção.

E por causa dessa participação bem feia da seleção durante as Olimpíadas eu e o maridão decidimos ficar em Gotemburgo mesmo e assistir a partida no Hard Rock Cafe, já que é um local perfeito para tomar uma saborosa Guinness, comer coisas gordinhas, fazer um rombo na conta bancária e ver o jogo no telão.

Chegamos 1h30 antes da partida e mesmo sem reservar a mesa conseguimos ficar num excelente local. De cara já fomos nos refrescar, pois o clima em Gotis City na semana passada estava mais do que agradável.

Conversa vai e conversa vem, pede uma Guinness, pede duas, pede mais… ops… era hora de comer. Que tal uma entradinha bem gordinha para amenizar os efeitos do álcool?

E aí que a gente começou a notar como o ambiente era praticamente dos suecos, só uma tímida bandeirinha brasileira e um garçom com a camisa da seleção davam o ar da graça. Claro, que sem dizer na nossa ilustre presença… os brazucas disfarçados e contidos e porque não dizer os únicos nesse ambiente.

O jogo começou e a impressão era de que todo mundo estava mais interessado em comer e beber do que torcer, porque só eu e o maridão estávamos de olho no telão.

E quando finalmente saiu o primeiro gol do Brasil aos 32 minutos, de repente os suecos soltaram um coro de Uuuuuuhhhhh e eu e o maridão ficamos bem quietinhos e engolimos nosso Gooooooooooool do Brasiiiiiiiiiiiiiil, porque vai que a gente vire o centro das atenções, né?!

No geral eu estava achando o jogo muito chato, porque o mais feioso de todos estava com o mal da perna bamba e caía a todo o momento. O feioso? Neymar é claro! E como a Semana Cultural na cidade estava fervendo, optamos por pedir logo a sobremesa e aproveitar o que estava acontecendo do lado de fora. A gordice pedida? Um delicioso Crème Brûlée com chocolate. Delícia!

Mas acho que cabe mencionar que o jornal sueco Göteborg Posten divulgou em reportagem que os jogadores suecos tiveram poucas chances de tocar na bola nos primeiros minutos de jogo e que o Brasil foi muito superior. O jornal reforçou ainda que os jogadores brasileiros são mais velozes que os suecos e que a vitória de 3 a 0 foi merecida.

Mal sabem os suecos que nós brasileiros estamos mais do que insatisfeitos (eu e o maridão) com a atuação da seleção e tampouco satisfeitos com o atual técnico. Pois é, cada um sabe onde o calo aperta.

Vi ses… hej då! ;-)

8 pensamentos

  1. Wow! Fiquei aqui me “achando” por ter sido citada em seu blog (uma leitora virtual)…pelo menos acho que sou eu, né? Eu acho muito legal como vc mescla os assuntos com comidinhas e bebidinhas. Futebol também não é o meu forte, mas quando estive aí, senti que os suecos, se não gostam, vão usar a copa no Brasil como desculpa para aparecer por aqui…rs. Vai ser a nossa oportunidade de mostrar a este mundinho nórdico o que é que os brasileiros têm (não somente as baianas…rs), mas infelizmente não acredito que até lá estejamos preparados para receber a gringaiada. Só podemos garantir a alegria e simpatia deste nosso povo que canta e é feliz! Obrigada pelo carinho.

    1. Rita!
      Ainda não sou o gênio da lâmpada, mas consigo atender a alguns pedidos como esse aqui. O post foi dedicado a você e fiquei muito feliz em saber que gostou. Eu compartilho da mesma opinião que a sua sobre a Copa de 2014, mas o jeito é torcer para que tudo dê certo. Agradeço muito pelo seu carinho e se tiver mais algum desejo já sabe. Beijos!

  2. Oi mulher, tudo bom?
    Sabe que eu vi que teria esse jogo mas nem fui ver quem tinha vencido? Depois do palhacada nas Olimpiadas eu desencantei do futebol.. alias, eu ja nao sou muito fa mesmo…
    E o Neymar eh um horror, em todos os sentidos! hahaha
    Que saudades que me deu da Suecia lendo seu post… =)
    beijocas

    1. Oi Luana!
      Ainda bem que não sou a única a achar isso da seleção.
      Hahaha eu também acho o Neymar um horror em todos os sentidos!!! Estou rindo até agora com esse comentário 😀
      Beijos

Faça a teimosa feliz. Comente!