Teimando na Cozinha: Habib

O título está certo é Habib mesmo e não Habib’s. Há algumas semanas o maridão vira pra mim e fala “tô com vontade de comer esfiha”. Mas não é aquela esfiha do Habib’s que você fica conversando com ela por 2 dias… nada disso. Ele queria esfiha caseira. Quem via o moçoilo todo meigo, voz mansa, me olhando com aqueles olhinhos de pidão e quase implorando para que eu fizesse as danadas, não acreditaria que era o mesmo maridão ogro que circula diariamente pela casa.

Consegui enrolar o pobre coitado durante 3 semanas, justamente por um único fato: eu nunca havia feito esfiha na minha vida. Só que semana passada não tive escapatória e fui literalmente encostada na parede, isso porque as lombrigas do rapaz ordenaram que ele mesmo as fizesse. E como eu conheço a peça, achei melhor eu tomar a dianteira na pilotagem do fogão.

Fiz uma busca pela internet e achei uma receita de Esfiha Turca no site Tudo Gostoso. Parecia fácil, não fosse o fato de que produtos suecos são diferentes de produtos brasileiros. Precisei adaptar a quantidade de farinha e a receita acabou rendendo muito mais.

A vontade era tanta, mas tanta, que o maridão me ajudou a preparar a massa, ajudou a colocar o recheio, ajudou a fechar e ainda organizou tudo bonitinho na assadeira.

E apesar de ter sido a primeira vez que eu fiz, achei que ficou bem gostosa para o lanchinho. Só que não coloquei gergelim e nem pincelei com gema, já que eu não tinha mais esses produtos em casa. Fora isso, precisei adaptar também a temperatura do forno e o tempo de assar já que aqui o forno também é diferente.

Enquanto as fornadas iam saindo aos poucos, nós íamos conversando com o meu sogro no Skype e  deixando o porpetinho com água na boca. Olha a cara de felicidade dele ao ver a primeira fornada. Será que eu deveria ter mandado um Fedex?!

E olha só quem estava participando da conversa com a gente: a nossa linda, idolatrada, querida, salve-salve, amigona, companheira, carinhosa e que amamos muito… a Maggie. É a Golden Retriever mais linda do universo! Cachorro Só de falar dela já fico com um nó na garganta, pois sentimos muita falta.

Talvez um dia eu consiga contar a história da Maggie aqui no blog, mas ainda não consigo porque sempre acabado chorando. Dói demais não termos trazido ela para cá, ainda mais sendo por questões governamentais. Por outro lado, é bom saber que ela ainda é nossa, está na família e que tem todo o suporte e carinho.

O final desse dia foi gostoso, porque enchemos a pancinha de esfiha e ainda acalentamos nosso coração vendo a nossa gordinha.

Vi ses… hej då! ;-)

6 thoughts

    1. Totalmente!!! 😀
      Só preciso agora tentar me arriscar na coxinha. Já estou com a sua receitinha aqui para experimentar, mas ainda está me faltando a coragem 😉
      Puss!

  1. Vaninhaaaa lindaaaa do meu coreeee ehehehe
    sabe o que é ? … entao …. tipo assim … rs
    teria como me dar algumas informacoes sobre a esfiha?
    é que o meu namorido é doido que eu faca tambem, me pertubava para fazer coxinha de frango, eu fiz, deu certo porque agora ele quer sempre, rs ate levar para o trabalho ele leva rs , mas esfilha é mais complicado ne ?
    vc colocou muito mais quantidade de farinha ao decorrer da receita ?
    nao tenho ideia de como a massa precisa ficar ahahah
    nao tenho ideia de como fechar ela de uma maneira que nao abra com facilidade ehehehe.
    HELP ME snälla rs
    Puss puss*

  2. Oieee!
    ai que delícia essas esfihas, mas vc é mto prendada! 🙂 acho que eu não daria conta de fazer não rs

    que lindos vcs conversando com seu sogro e com a maggie pelo skype, até me emocionei… (eu choro até com comercial de margarina) 🙂

    beijos!

    1. Jú!
      Eu nunca fui de cozinhar muito, mas agora estou me arriscando mais. E não é que de vez quando sai coisa boa?! 😀
      Com relação à Maggie você conhece a história e sabe como eu me sinto, né?! Fico com o coração tão apertado de saudades 😦 Mas ainda bem que a internet nos ajuda a diminuir isso… e tem outra coisa: ela reconhece a minha voz quando eu falo com ela. Nem preciso dizer que isso não tem preço!

Dê vida a esse blog. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s