Chuva, Hagen e Gelo

O tempo nas últimas semanas em Gotis City não foi dos melhores. Choveu bastante, choveu muito e choveu sem parar. As galochas entraram em ação e não tiveram sequer uma pausa para respirar. E isso não é bom, porque já dá para imaginar qual é o efeito que uma bota de borracha pode provocar. Ah, mas deixa eu logo avisar que eu ainda continuo com os bons hábitos de me higienizar.Apaixonado 

Olha só como a introdução do post ficou bonitinha! Juro que nem tinha a intenção de escrever desse jeito, mas acho que estou colocando todo o meu lado poético para fora. Escola

Mas voltando ao tema desse post… como se não bastasse a temperatura também caiu e o termômetro aqui de casa bateu a marca dos 2 graus. E apesar de estar bastante frio lá fora, juro que não senti tanto assim, já que os cafofos suecos são bem “quentim”.

No outono passado eu já estava aqui em Gotemburgo. Me recordo de que nessa mesma época do ano as temperaturas eram um pouco mais agradáveis. Minha sensação é de que este ano a temperatura está caindo numa velocidade maior.

E na quinta-feira da semana passada vivenciei pela primeira vez um fenômeno esquisitinho por essas terras. Parece chuva, mas não é. Parece que tem granizo, mas não tem. Parece neve, que também não é. Mas o que é então? É o que os suecos chamam de Hagen, uma mistura de chuva com pedrinhas de gelo que ao caírem pelo chão se dissolvem instantaneamente.

Quando eu vi eu podia jurar que era neve, mas nada como uma interação com o pessoal local para aprender direitinho do que se tratava.

Mas e depois que a chuva passou e o Hagen me prestigiou, me dei conta que o mobiliário “jardinelesco” ainda estava ao relento. E adivinha quais os únicos moradores do bairro que ainda não haviam se tocado para guardá-los? O casal atrapalhado aqui!

E domingo tratei de colocar mãos à obra e guardar tudo bonitinho como manda o protocolo das boas práticas suecas. Mas e quem disse que eu consegui cumprir tudo à risca. Que nada! Uma das cadeiras estava literalmente congelada e nem bancando a She-Ra e invocando todos os poderes de Grayskull eu consegui tirar o bendito gelo de lá. Quer dizer, só um pedacinho.

O gelo estava tão espesso que deu até para brincar. Que tal brincar de pique esconde com o sol?

Depois de brincar foi hora desse casal atrapalhado aqui dar uma caminhadinha básica pelo bairro, afinal tomar um ar fresco também faz bem à saúde. E vimos que o gelo não poupou nem as coitadas das flores ou o que restou delas.

A grama faz parte dessa estatística e também já está indo para o beleléu. Tudo cristalizado!

E mesmo em um dia deslumbrante, com horas de sol afinco, o gelo continua lá, firme e forte ao final do dia.

O jeito é tirar os casacos mais pesados do armário, sacudir a poeira e se aquecer com um delicioso chocolate quente e isso porque o inverno ainda nem começou. Seguuuuuura peão… agora é temperatura ladeira abaixo.

Vi ses… hej då! ;-)

8 pensamentos

  1. Oiee ^^
    Caramba! o frio ai esta maravilhoso.
    Eu até mostrei as fotos do post pra minha mãe ,e ela riu da sua cadeira literalmente congelada , e curtiu as fotos do frio ai.
    ela ainda curtiu de mim , sobre o comentário “Bater o cartão”…hehe
    – Enfim , já bati meu cartão por hoje , haha
    – bom friozinho pra você.*-*
    Beijos *-*

    1. Oi Lívia!
      As estações por aqui são bem definidas e cada uma delas tem uma beleza e um encanto diferentes. Por esse motivo adoro compartilhar esses detalhes visuais no diário. Gostei de saber que você e sua “mamis” curtiram as fotos… ficaram bonitas mesmo, né!
      E você já sabe… bata cartão quantas vezes quiser 😀
      Beijinhos!

  2. As casas suecas são tão quentinhas, é uma maravilha. Sempre que vou a Portugal no inverno sofro com o frio mesmo dentro de casa, tirar a roupa para tomar banho é uma aventura!

    Amei as fotos, tão lindas 🙂

    Obrigada pelo carinho lá no blog!

    1. Joana!
      Nossa, não sabia que Portugal era igual ao Brasil nesse sentido. No inverno nós também congelamos tanto na rua como dentro de casa, assim como o banho é a mesma aventura. Se para entrar embaixo do chuveiro já é difícil… imagina para sair. Nada fácil, viu?! Pelo menos aqui na Suécia podemos nos sentir mais confortáveis com isso, não é mesmo? 😉
      Sentirei falta dos seus posts, mas sei que é por uma boa razão.
      Volte logo… beijos.

  3. Tá ficando famosa hein amiga? (=
    Aproveite o inverno por mim! Aqui os termômetros só sobem e ontem um amigo de São Paulo disse que a umidade lá chegou a 20% e os termômetros de rua marcaram 41ºC.
    O frio é bom demais!
    Beijos e continue com os posts! Adoro!

    1. Famosa é bom hahaha!
      Eu tenho acompanhado pelo FB e pela internet que o calor por aí está de sufocar. Eu até gosto do calor, mas acho que com essa temperatura chega a ser um pouco desconfortável ainda mais sendo em SP. E pode deixar que aproveitarei… agora pense em vir me vistar e passar um friozinho comigo, mesmo que seja para o próximo ano, hein 😉
      Eu tento me empenhar em escrever todos os dias, mas nem sempre consigo.
      Beijos e já sabe… venha para cá!

  4. Oi, Teimosa. Gosto deste seu blog. Estive em Göteborg em 2009. Gostei daí. Voltarei em 2013, com o time Pequeninos do Jockey, para o qual trabalho. Vc será citada no livro que estamos finalizando sobre as viagens do clube para a Escandinávia. Abraço, e bom inverno! Te leio sempre. As fotos das folhas caídas na postagem anterior são lindas.

    1. Oi David!
      Olha só… mais um visitante do Pequeninos do Jockey. Huhuhu! 😉
      Jura que vocês estão preparando um livro e que eu serei citada? Ai meu Deus, tô ansiosa agora para ver! Me deu até comichão porque quero ter um exemplar só pra mim. Quando sairá o livro? Será que consigo um? Quero colocar aqui no blog 😀
      Super obrigada pela visita e pelo carinho.
      Um super beijo!

Faça a teimosa feliz. Comente!