I’m back

Olá! Voltei!

Tive uma crise de abstinência fenomenal nesse quase um mês e meio e faltou pouco para ter uma recaída. Tremedeiras, convulsões, suor e muita agitação fizeram parte do meu dia a dia. Ué, isso tá parecendo algum tipo de vício. Meu Deus… a Teimosa é uma viciada! Socooooooorro!

Entre tantas confissões, essa é mais uma que precisa estar registrada aqui no diário e eu faço questão de gritar para todo mundo ouvir: eu sou uma viciada e não tenho vergonha disso!!! O nome? O meu vício chama-se “surfar na internê”! 

E agora quem poderá me defender? O super detox digital!

Hum? Como assim? Já explico. Resolvi fazer uma desintoxicação dos “gadgets”, dando um tempo assim nas atualizações tanto do blog, como Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e blá blá blá. Mas e qual foi o motivo da teimosa praticamente sumir do mapa? Resposta: o bendito vício pela internet.

O fato é que eu estava muito viciada nas redes sociais. Só para sentir um pouquinho do meu drama, eu dormia e acordava com o celular, tablete e computador, não fosse pelo pequeno detalhe de que eu navegava em todos ao mesmo tempo… a própria louca da internet. E vamos combinar que isso não é sadio.

E para me ajudar a superar essa fase tão sem noção e dar aquela segurada nos ânimos nada como dar um pulinho ao Brasil para desfrutar do calor, da comida, do aconchego da família e dos amigos e matar a saudade da minha gordinha Maggie.

Dessa vez fiquei apenas duas semanas e meia em terras brasileiras e foi uma correria danada, tanto para resolver coisas burocráticas com a Justiça Eleitoral como para rever a família e quase todos os amigos. Para quem é brasileiro e mora na cidade de São Paulo, sabe que época de Natal e Ano Novo a galera simplesmente enlouquece o cabeção e resolver coisas simples torna-se uma missão complicada. Mas nada que com um pouco de informação prévia e paciência não dessem conta do recado.

Nossa família e amigos nos mimaram muito, mas muito mesmo no período em que estivemos no Brasil. Ficamos tão mal acostumados com a badalação que voltar à rotina em Gotis City ainda está sendo difícil pra dedel.

Todos fizeram o possível e o impossível para atender os nossos desejos de comilança. Só para se ter uma ideia a gente matou a vontade de comer: coxinha, esfiha, pastel, misto quente, feijoada, churrasco, açaí na tigela, comida mineira e muitas frutas frescas. Ah, sem dizer que ainda bebemos: caldo de cana, Ades, água de coco fresca, caipirinha de frutas vermelhas e muitas brejas brasileiras estupidamente geladas.

Acho que nem preciso dizer que quase vim rolando para a Suécia, mas como rolar é meio difícil, acabei trazendo na bagagem 1,5kg extra só de pneuzinhos. #vaigordinha

Outra coisa que me deixou super feliz foi o carinho que recebi dos amigos em relação ao blog. Fiquei surpresa ao saber que a maioria acompanha o diário, mesmo não gostando de ler blogs. É muito gratificante saber que alguns minutinhos do dia são reservados para dar uma sapeada no Diário de uma Teimosa. Isso sem dúvida não tem preço e só faz com que eu me sinta especial. Muito obrigada!!!

E sabe o que mais maximizou a minha felicidade? A temperatura, que insistiu em ficar acima dos 30 graus. Pude voltar a usar muitas regatas, shorts, vestidinhos e rasteirinhas para dar e vender. Fazia tanto tempo que eu não via detalhadamente o meu pé que nesse último ano até uma pintinha apareceu e eu nem tinha percebido. Triste, mas a mais pura realidade.

Mas tirando toda a parte do oba oba o meu lado observadora também entrou em ação.

Depois de um tempo morando fora, sem visitar o Brasil há praticamente 1 ano, percebi como as pessoas estão estressadas, pelo menos na cidade de São Paulo. Não importa se é no trânsito, no supermercado ou num restaurante, todo mundo anda com os nervos à flor da pele.

Foi aí que me dei conta que antes de mudar para a Suécia eu era exatamente assim… uma estressada. É claro que dependendo da situação ter um ataque de histeria se faz necessário (pelo menos eu acho), mas a todo o momento realmente indica algum problema. Presenciei cenas que me deixaram de queixo caído e tenho certeza de que se fosse a outras épocas eu acharia até normal.

Sem dúvida que viver em uma cidade grande, onde as pessoas precisam matar um leão por dia para sobreviver, não é uma tarefa fácil e ainda precisam ter nervos de aço para conviver com o trânsito, a poluição, a corrupção, a precariedade da segurança pública, da saúde, da educação, das más condições do transporte público etc..

Definitivamente essa é uma das coisas que eu realmente não sinto falta… do estresse diário.

Atrasado mas de coração desejo um Feliz Ano Novo para todos com muita paz, harmonia, felicidade e sucesso! Um brinde a todos… mesmo que seja no virtual. Taça de Martini

O ano das maravilhas 2013!

Vi ses… hej då! ;-)

20 pensamentos

  1. Aiii meu Deussss, que comentário FOFO vc me deixou, que lindaaa! Eu também amei te conhecer, Teimosinha querida, nosso encontro foi show! Maravilhoso encontrar gente bacana com quem nos afinamos, né? E ainda por cima e óóótima fotógrafa (minha fia, a foto que tu tirou minha ta bombaaaando no meu feicy, todo mundo me chamando de bunita, pennnse que eu quero agendar meu book contigo ahahhahahahah!!!!). Olha só, já falei pra Debbie e estendo o convite pra vocês (vc e marido), quando quiserem passear em Oslo, tem um quartinho quentinho esperando vocês aqui em casa, ta? Besitos, besitos e vamos nos falando.

    1. Que lindo o seu comentário aqui também! Você conseguiu não apenas me fazer sorrir, mas como arrancar gargalhadas de mim com essa história do book. Tô longe de ser “óóótima fotógrafa”, mas quem sabe um dia, afinal não custa sonhar. E outra coisa… a modelo “bunita” fez uma mega diferença. 😉
      Super obrigada pelo convite e pode deixar que assim que tivermos uma oportunidade iremos te visitar sim, mas prometo que não vamos montar cabana aí, hein!
      Meeeeeega beijo!

  2. Eh teimosa, atualiza isso aqui pra gente ter um lugar pra se comunicar.
    Vania, gata. Nosso encontro sábado não seria o mesmo sem vc. Amei te conhecer, vc é muito espontanea, me senti super a vontade, o papo fluiu com muita naturalidade. Espero te encontrar em breve.

    Bjo

    1. Debbie!
      Que surpresa gostosa receber sua visita aqui no bloguitcho rsrs. Assim que passar a correria dessa semana, com certeza voltarei a postar, até porque funciona como uma terapia pra mim e estou sentindo falta disso, mas dessa vez sem vício. Agora, o “gata” de onde vc tirou??? Desse jeito vou ficar me achando a última bolacha do pacote :D.
      Outra coisa, se eu te falar que eu me senti da mesma forma quando nos conhecemos, vc acredita? Achei incrível como as nossas energias entraram na mesma sintonia, coisa boa mesmo, arretada que só… foi tuuuuuudo de bom. Saiba que vc já tem um lugarzinho muito especial no meu coração. Portanto, acho que nos veremos em breve sim… Estocolmo que nos aguarde! Beijos e até lá 😉

  3. Oiie
    Vânia , finalmente voltou , senti falta de ler seus posts 🙂 , confesso também sou um pouquinho viciada na net … também fiz a mesma coisa (tive que me afastar dos aparelhos, principalmente do celular, rsrs).E só pra não esquecer , passei aqui pra te desejar um Feliz Ano Novo (atrasado), que Deus te abençoe muito, e que esse ano seja um ano próspero “para todos nós.” rsrs
    Beijinhos ;P

    1. Sim, voltei!
      Eu realmente precisava desse break e acho que foi bom porque consegui reavaliar muitas prioridades. Mas, vou te confessar que ainda sinto falta por não estar aqui todos os dias. Fico feliz em saber que você também teve essa consciência… de vez em quando não faz mal à ninguém!
      Adorei seu recadinho e um Feliz Ano Novo pra ti também.
      Beijos

    1. Eba!!! Vcs nos mimaram e muito… delícia!!! Pessoas especiais sempre devem ser citadas, mesmo que os nomes não sejam divulgados. Ops! Acabei de divulgar o seu 😀

  4. Ai Vânia! Eu também sou muito viciada em internet/celular/computador. E tá piorando cada vez mais! haha Acordo e durmo agarrada no celular. O 3G atrapalhou muito minha vida, desde que foi inventado! Socorro!
    Espero fazer essa rehab quando for ao Brasil em Março! 😀
    Beijos e bem-vinda de volta!
    :*

    1. Oiê Aryadne!
      Que bom que não estou sozinha nesse mundinho vicioso rsrs.
      Concordo plenamente com você que depois do 3G é impossível não estar conectada o tempo todo, ainda mais aqui na Suécia que a velocidade é tri-boa. Você vai ver quando estiver no Brasil que isso irá melhorar, porque serão tantos compromissos com a família e amigos, que não sobrará tanto tempo assim para a internê.
      Obrigada pelo carinho… um super beijo!

  5. Vânia!! Finalmente você voltou, que saudades!! 😀 Eu pensei em si durante este tempo e realmente presumi que você tinha ido ao Brasil, mas agora entendo o real motivo do desaparecimento. Parabéns por ter tido a noção do “problema” e por ter feito algo em relação a isso. Eu também sou um pouco viciada em internet. Vejo o meu email enquanto tomo o café da manhã. Mas basta a minha rotina mudar um pouco para eu esquecer tudo. Quando tenho férias, por exemplo, não sinto a mínima falta de estar online. De qualquer forma, eu espero ter a mesma iniciativa que você se algum dias as coisas ficarem fora de controlo.

    Bem-vinda de volta e um 2013 MUITO FELIZ!

    Beijos

    1. Joana!
      Saudades de você também lindona! O sumiço realmente foi por causa do detox, mas aindam somaram-se a isso os compromissos aqui em Gotis City e a viagem para a terrinha… o clima perfeito para frear o vício de vez! Acho que valeu muito a pena dar essa desintoxida do mundinho tecnológico, afinal fazer isso de vez em quando faz bem ao corpo e à mente, não é mesmo!?
      Caso algum dia você chegue ao ponto que eu cheguei (tipo pirar na batatinha… rsrsrs), pode contar comigo pra te dar aquela força 😉
      Obrigada e um ótimo 2013 para você também. Beijos

  6. Vâniaaaaaaa!!!
    Que legal que voltou, e que bom que bom que bom que voltou a postar!!!
    Em todo o caso, acho bom dar um tempo quando nos viciamos em internet. Tem que dar realmente uma pausa e colocar a cabeça no lugar. Tenho uma relação difícil com meu e-mail (eu preciso checar a todo tempo, eu quero receber e-mails!!! ahhhhh), mas facebook consigo lidar muito bem e twitter uso apenas para ler baboseiras. Quando eu lembro…
    O maior problema de grudar no virtual é esquecer o real. Penso que de certa forma estamos mais expostas a isso porque deixamos nosso ninho de relações sociais reais para trás, mas elas ainda existem no virtual. Daí…
    Feliz ano novo para ti também!!!
    Beijokas

    1. Mariaaaaaaaaa!
      Foi como eu te disse nas mensagens do FB: “eu voltei, para ficar, junto a ti, aqui é o meu lugar… ” … só para descontrair um pouquinho rsrs.
      Ter dado um tempo realmente foi a melhor coisa que eu fiz, porque eu estava ficando birutinha da “Silva”. Concordo com você quando diz que “deixamos nosso ninho de relações sociais reais para trás, mas elas ainda existem no virtual”. O que é engraçado é que mesmo sabendo que não é a mesma coisa (porque falta o toque, o calor de um abraço, o som de gargalhada etc.), essa necessidade de verificar a todo momento era exclusivamente para preencher um pouco da saudade que sinto das pessoas que gosto, justamente por estarem tão longe. É fato que a internet nos aproxima, mas ainda está longe de substituir as relações ao vivo e a cores entre as pessoas…
      Um excelente 2013 para vc tb. Um super beijo!

  7. Querida, que bom que voltou a escrever , realmente é uma delícia ler e ver o que vc escreve e as fotos que publica, agora vê se consegue se controlar p não viciar de novo, já estava sentindo falta.
    Ah!! Quem sabe na sua próxima visita ao Brasil conseguimos nos ver… Um beijão e excelente nova temporada!!!

    1. Chris!
      Sim, eu voltei! É muito bom saber que você lê o blog… tô me achando agora por ter a sua “companhia” aqui! 😀
      Foi uma pena a gente não ter se encontrado dessa vez, mas acho que você pode imaginar a correria que foi para mim. Muitas coisas para resolver no final do ano em SP sempre é complicado. Mas tenho certeza que nas próximas visitas ao Brasil não faltarão oportunidades para a gente se ver e bater aquele papo. Espero muito te reencontrar. Super obrigada pelo carinho. Beijos

Faça a teimosa feliz. Comente!