Sol: uma tentação irresistível

Os dias a partir de agora começam a ser mais longos e a escuridão tão presente em dias invernais começa lentamente a desaparecer. O inverno aos poucos também vai se despedindo e a neve que aqui havia, já não existe mais. A grama ainda é meio amarelada, mas que aos poucos vai retomando sua cor original.

Março começou com dias ensolarados e temperaturas mais amenas, em torno de 4°C. O céu está mais azul e as nuvens que insistem em ficar em Gotis City, dessa vez resolveram procurar outra vizinhança.

E ontem foi exatamente assim: um friozinho gostoso e um sol brilhante que só. Eu havia me planejado para ficar o domingo em casa, pois precisava estudar um pouco de sueco, mas quem disse que eu consegui. Acabei caindo na tentação de sair de casa e dar uma boa caminhada, já que o céu está mais azul do que nunca.

 

Com o sol finalmente dando as caras por aqui, muita gente aproveitou para ir aos parques, florestas ou simplesmente se esparramar em um dos bancos da cidade para aproveitar o dia ensolarado.

Um dos meus lugares preferidos para uma caminhada, em dias como esses, sem dúvida alguma é o Delsjöns Naturreservat. A primeira vez que visitei o parque foi em 2011 quando me mudei para Gotis City e contei um pouquinho de como foi minha experiência no post Sábado de Sol. Eu e o maridão perdemos as contas de quantas vezes estivemos nesse parque, mas sem dúvida alguma o auge é sempre na primavera e verão como mostrei no post Domingo de Sol.

Chegando ao parque já se vê que as magrelas começam a dar o ar da graça e que logo mais será difícil encontrar um bom lugar para estacioná-las.

As árvores ainda sem folhas e completamente secas, continuam embelezando a paisagem de uma forma única.

 

E algumas pessoas já começam a aproveitar esses dias mais agradáveis também para fazer piquenique, mesmo que seja na única mesa disponível em frente ao casarão Stora Torp.

Durante o percurso até a parte central do parque é possível curtir a natureza e se encantar com o estilo de casas tipicamente suecas: vermelhas e de madeira.

   

Entre árvores e folhas secas ainda foi possível ver o imenso gelo que se formou durante o inverno. Ele ainda continua firme e forte, mas com certeza não por muito tempo.

Já chegando próximo ao lago, pude ver que havia mais pessoas aproveitando o dia.

 IMG_5034  

Mas dessa vez nada de se esbaldar nas águas, porque o lago estava completamente congelado.

  

Enquanto os adultos caminhavam e brincavam de escorregar na espessa camada de gelo do lago, as crianças aproveitavam para brincar. E para quem tinha um espírito mais aventureiro, aproveitou para patinar.

E teve até mãe levando o carrinho de bebê para passear.

No início fiquei meio preocupada de pisar no lago congelado. Sabe aquelas neuras de o gelo rachar e a correnteza te levar? Pois é, foi assim que o meu nível de preocupação estava. Mas havia tanta gente curtindo o lago, que resolvi me juntar a eles. E pela primeira vez na vida eu caminhei e sentei num lago congelado. Simplesmente o máximo!

Foi uma tarde super gostosa e tão cheia de paz, que eu e o maridão sentamos nas rochas e ficamos ali um tempão admirando a natureza e a bela vista que nos cercava.

Apesar de gostar muito do inverno, nada é mais reconfortante de saber que em breve a Primavera estará por aqui e isso realmente é uma sensação fantástica!

Vi ses… hej då! ;-)

6 thoughts

    1. Quando a minha mãe viu a foto quase surtou de preocupação… sabe como mãe é exagerada, né!
      Pois é, daqui há algumas semaninhas já estaremos na primavera e eu digo a você que o tempo não passa… ele voa!!!
      Quero muito que você volte… sinto saudades da gente conversar 😀

  1. Oi Vânia! Por aqui também tem estado bom tempo nos últimos dias e faz uma diferença enorme, é tão bom! 😀 Adorei essas fotos, especialmente as fotos da casa de campo e do cavalinho de casaco, nunca me canso das paisagens rurais suecas. Beijo pra você e continue aproveitando esse sol lindo!

    1. Parece que o final de semana que passou deixou bastante gente feliz pela Suécia, já que ele deu as caras na maior parte das cidades… vi taaaaaaaanta gente postando foto no Instagram também rsrss. Esse parque é tudo de bom e eu sou suspeita para falar já que ele é o meu queridinho do coração. Eu também gosto muito das paisagens rurais suecas e foi como eu disse a Maria Helena, transmite a mim uma paz de espírito. Difícil não gostar, viu! 🙂

  2. Oi Vânia!
    Quando visitei a Suécia em 2010 fomos várias vezes ao Delsjön. Depois disso eu e Joel demos algumas passadinha por lá mas ano passado não rolou nenhuma vez… me deu saudade! Hahaha… uma hora dessas vou pedalar com você.
    Beijos

    1. Ah, então precisamos combinar de dar umas voltinhas por lá, seja caminhando ou pedalando e ainda esse ano. Eu simplesmente amo esse lugar em todos os sentidos. Pra mim o parque transmite uma paz de espírito que quando saio de lá fico levinha como uma pluma.

Dê vida a esse blog. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s