Aeroseum: um museu subterrâneo

O que fazer em dias feios, frios, de baixa temporada e que se quer sair de casa a todo custo? Ir ao museu é claro, ainda mais se ele for subterrâneo!

E foi exatamente isso que eu e o maridão fizemos quando o degelo estava quase por terminar em meados de março. Não fiquei muito empolgada em conhecer uma coleção de helicópteros e aviões, até porque essa não é a minha praia, mas já que não havia uma programação melhor, o jeito foi se contentar com isso mesmo.

Aeroseum é um museu militar pertencente à Força Aérea Real Sueca, localizado próximo a um dos aeroportos de Gotis City, o Gothenburg City Airport. O espaço utilizado hoje como museu foi na verdade uma das bases secretas da Suécia, construída para ser à prova de bombas lá no início de 1950. O que antes era um segredo militar, trancado a sete chaves, hoje está aberto ao público sem frescura alguma.

Eu achei o “Ó do Borogodó” para chegar lá, não pela falta de transporte, mas sim pela distância de onde moro. E outra, não havia absolutamente nada nos arredores, portanto, ter uma vontade súbita de fazer um “pipis” e uma pausa para almoçar ou tomar um café básico são ideias completamente fora de questão. O museu é bem no meio do nada!

Descemos do ônibus e vimos um avião beirando à estrada, que nos deu a impressão de que estávamos a pouquíssimos metros de distância.

Mas estávamos errados, pois ainda tivemos de caminhar por quase 15 minutos com um vento congelante cortando nossos rostos. Chegamos a um tipo de portaria, colocamos nosso sueco em prática e adquirimos nossos tickets a 80 coroas cada (mais ou menos R$ 27,00 o valor unitário). Olhamos e não vimos a entrada. Gastamos mais do nosso sueco e um tiozinho muito simpático, que tinha um olho no peixe e outro no gato, nos orientou. E voilà… achamos finalmente a entrada. Ela estava bem escondidinha, pois o abrigo (hoje o museu) foi construído sob uma rocha a cerca de 30 metros abaixo do solo. É óbvio que o acesso total a essa área não está liberado, mas o que vi por lá foi mais do que suficiente para tirar minhas conclusões.

A entrada é bem simples e tipo muuuuuito gelada.

Antes de entramos no museu eu já fui tirando o casaco, porque sabe como é, museu é quente. Eu estava errada! Assim que entrei, a primeira coisa que fiz foi recolocar o casaco. O túnel é muito gelado e não tem nenhum tipo de aquecimento. Fora isso, o cheiro de fechado e de mofo é bastante forte. Para quem é alérgico, desconsidere esse tipo de passeio, porque com certeza sua rinite ficará mais do que atacada.

A primeira parte do túnel contém alguns modelos de aviões, helicópteros, mini tanques de guerra, caminhões e o modelo de carro russo Lada. Lá não é permitido tocar em absolutamente nada. A linha branca pintada no chão estabelece o limite máximo que você pode chegar perto deles. De vez em quando dá para ver uma criança mais danadinha com os olhos brilhando de emoção e pais que fingem que não veem o que os filhos estão fazendo, mas tudo bem.

Todas as placas contando a história das relíquias estão em sueco, o que pode ser meio desestimulador para quem não conhece a língua. Outra coisa, é que existe o tour guiado sem custo adicional, mas que também é em sueco. O lado positivo é que o museu oferece a facilidade do tour ser em outras línguas, desde que solicitadas previamente. Uma simples questão de planejamento! Mas como eu me esqueci completamente desse detalhe, o jeito foi me virar no sueco e com um caderninho em inglês disponibilizado aos visitantes. Uma senhora ajuda!

Quando se chega ao final do túnel, você passa por uma porta e entra num grande saguão. Aqui tudo é permitido, tanto para crianças quanto adultos. Pode tocar nas máquinas, entrar, sentar, fingir que está pilotando e pode até pular. Agora, se por acaso alguma pecinha quebrar, sair na sua mão ou cair no chão, não se preocupe, porque aqui ninguém irá te dar um puxão de orelhas por isso.

Alguns aviões foram até modificados para que as crianças brinquem pelos compartimentos. É o lugar perfeito para essa garotada cheia de energia!

No dia em que vistamos estava rolando uma festinha de aniversário cheia de atividades.

Há também simuladores de voo ao preço de 50 coroas (em torno de R$ 17,00) para uma diversão de apenas 15 minutos.

Eu não usei o simulador, porque achei que era um pouco demais para alguém da minha idade, mas não resisti a entrar em algumas dessas máquinas e ter os meus 5 minutos de Top Gun Ases Indomáveis.

Só o que eu não esperava era que o maridão iria me deixar com peso na consciência. Eu cismei de colocar o capacete para fazer bonito na foto, afinal eu queria ser um legítimo piloto. Tirei as fotos tranquilamente, fiz poses e acenos. E aí ele vira para mim e diz: Pensou se você pegar piolho? E eu: Como assim? Ele: É que se você não reparou só as crianças colocaram o capacete e nenhum dos adultos fez isso. Não vá pensar que criança sueca não tem piolho, porque tem sim. Imagina se você tiver de cortar esse cabelão? Não quero nem ver. Eu: E agora é que você me fala isso? Mas eu prefiro continuar acreditando que ninguém colocou o capacete porque era todo mundo cabeção. Para minha sorte ainda bem que ele estava enganado!

No geral eu achei esse passeio Ok, mas nada de especial. Eu recomendo esse tipo de museu só para quem realmente gosta ou para quem tem filhos, porque dá para estimular bastante à curiosidade deles. Mas para quem está visitando a cidade por um período curto, acho que pode se ocupar de outras atividades mais interessantes.

Vi ses… hej då! ;-)

6 thoughts

    1. Ah, então você pode dar as mãos com o meu marido, porque ele adora isso, principalmente quando há “história” envolvida. Eu também gosto da parte histórica, coisas da segunda guerra e tals, mas não morri de amores por esse museu.

    1. Vale a pena levar as crianças para se divertir, viu?! eu não tenho certeza, mas parece que o museu também oferece atividades para as escolas.
      Beijos.

  1. Thank you for the tour! I live close by Aeroseum but have not been there yet! Sometimes I have my brothers son (8 years old) visiting and I have thought about taking him there. What I read from you I think that would be a nice break for a kid visiting an aunt with no kids at home 🙂

    1. Yes, definitely would be a nice break! 😉
      From what I saw the kids were having a great time in this museum. I think it’s quite interesting to visit.

Dê vida a esse blog. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s