O inverno na terra dos vikings

Quando se fala em Suécia a primeira coisa que todo mundo pensa é sobre o quão frio essas terras podem ser. E é mesmo, onde quer que se esteja. O frio é de arrepiar, mas a beleza é de encantar. Beleza que salta aos olhos e nos chama para apreciar. A paisagem está coberta pela neve, lagos e rios estão congelados e as árvores estão tão nuas, que finalmente é possível enxergar o outro lado do parque.

IMG_2737

E as temperaturas, então? Há variação dependendo da cidade em que se está. Por exemplo, na cidade de Kiruna, localizada ao Norte da Suécia, a temperatura média fica abaixo de zero por cerca de 7 meses ao ano e há neve que não acaba mais. E como se não bastasse, ainda há a ausência de sol e noites infinitas durante todo esse período. Pode parecer sem graça, escuro e até meio deprimente, mas essa é uma das cidades que se consegue contemplar um dos fenômenos mais lindos da natureza: a aurora boreal.

Já na região Sul, na cidade de Malmö, não neva tanto assim e a paisagem não chega a ficar completamente coberta pela neve. Apesar de temperaturas negativas, a média mínima nessa época do ano é de 3°C e o sol se levanta lá pelas 8h30 e se despede com louvor por volta das 17h.

Bom, mas e o que muda na vida dos suecos nessa época do ano? No topo da lista está o fator psicológico. Com os dias mais curtos e o sol tirando férias no hemisfério sul, as pessoas ficam mais sonolentas, deprimidas e mal-humoradas.

Mesmo com a bateria quase descarregando, cada um tenta aproveitar o inverno da melhor forma possível, porque hibernar durante quatro meses – ou mais – é que não dá. Caminhadas curtas, passeios com crianças e cachorros, patinação e esportes como esqui e snowboard, em geral, fazem parte da rotina. O esporte é tão presente na vida do sueco que existe até calendário. Cada cidade na Suécia tem a sua semana de férias de inverno, chamada de Sportlov, e que acontece nos meses de fevereiro e março. Por exemplo, em Gotemburgo é a semana 7, em Uppsala é a semana 8, em Estocolmo é a semana 9 e assim vai até a semana 11.

IMG_2736

E tem mais. Além de ser o momento ideal para visitar museus e descobrir novas cafeterias, restaurantes e pubs, também é a época em que ingressos para cinema e teatro têm um aumento considerável nas vendas. Se por um lado o faturamento de alguns estabelecimentos crescem outros tem o menor do ano, como é o caso da maior loja de bebidas do país, chamada Systembolaget, a única rede autorizada e controlada pelo governo a vender bebidas com teor alcoólico acima de 3,5%.

Os convites para jantar também diminuem e é de se compreender a razão. Por causa de toda a comilança e troca de presentes durante o Natal, muitas famílias estão com o budget estourado e fazer um jantar daqueles (porque é só assim que eles sabem fazer) ficará para um segundo plano.

E os suecos que tem a oportunidade para fugir do frio, para onde vão? Claro que para um país mais quente, mas atualmente a Tailândia é o destino mais popular. Tanto que quando o tsunami atingiu o sudeste da Ásia, em dezembro de 2004, cerca de 4.500 suecos estavam por lá.

Dizem as más línguas, que 60% deles, prefeririam mais tempo de férias a um salário gordinho no fim do mês. Será? Sinceramente, tenho minhas dúvidas. Mas o que deixa os suecos mais felizes é que depois de um inverno nada fácil, vem à primavera perfumando e colorindo o país de Norte a Sul. Duvida que o melhor do inverno seja o final dele? Eu não!

———-

Esse texto foi publicado originalmente no site Brasileiras pelo Mundo.

Vi ses… hej då! 😉

18 thoughts

  1. Acho tão incrível conhecer um pouco mais de outras culturas, outros países… Lindo texto, Vânia!
    E com certeza espero visitar Kiruna um dia. Acho que meu maior sonho é ver a aurora boreal! ♥

    Beijos!

    1. Que bom que você gosta Anna!
      Bom, eu sou suspeita para falar, mas eu adoooooro descobrir coisas novas e aprender com culturas tão diferentes da nossa.
      Muito obrigada pelo carinho e estou torcendo por você.
      Puss!

  2. Oi Vânia,vc escreve muito bem,gosto muito de passar por aqui,e acho a Suécia um país interessantíssimo,lendo tudo q vc descreve,me dá uma vontade enorme de voltar(só estive uma vez no país,e por poucos dias)
    Beijão!

    1. Oi Madi!
      Que comentário gostoso de ler logo no início da semana :-). Se você se animar e vier para cá, pode contar comigo para ser sua guia turística, pois será um prazer.
      Volte, hein?!
      Puss!

    1. Paulete Bolete Chiclete!
      Hahaha… morri de rir com o “você é sucesso da Bahia”. Tô longe disso! Quero ser apenas eu, a Vânia Teimosa :D.
      Mas saiba que fico bastante feliz com o seu comentário. Você é uma linda!
      Puss!

  3. Oie Vanoca 🙂
    Adorei o texto , e achei bacana essas informações. Tenho um amigo sueco que mora ai em Estocolmo e ele diz que o frio ai é realmente deprimente, e que ele sempre está com sono..
    E eu não sabia que eles também gostam de fugir no inverno, essa parte ele não me falou haha, mas sei que muito deles gostam de ir à Espanha, meu primo que mora em Barcelona me disse que lá sempre tem suecos curtindo a praia..
    Parabéns pelo post!

    Puss puss ! 😉

    1. Que bom que você gostou lindinha. Suecos gostam do inverno até certo ponto, mas o que pega mesmo é a escuridão. Eu mesma sinto a diferença no meu corpo quando escurece às 3 horas da tarde. Imagina para quem viveu a vida toda por aqui.
      A Espanha é um destino bastante procurado pelos suecos sim, mas nem tanto agora na época do inverno, até porque lá também está frio agora. Eles adoram ir no verão e as praias ficam lotadas. Todo mundo quer pegar um bronze hehe ;-).
      Puss!

  4. Vânia, minha amiga correspondente internacional. Muito bem colocada essa postagem e deu para conhecer bem sobre o tempo na Suécia. Achei legal também eles gostarem de fugir do frio indo em férias para a Tailândia.
    Ótimo post!
    Um beijo com carinho,
    Manoel

    1. Oi Manô, meu amigo poeta!
      Dessa vez tentei dar uma visão geral do que acontece por aqui nessa época do ano. Pena que tenho um limite de palavras para entrega do texto, porque ainda daria para escrever mais detalhes.
      Obrigada pelo carinho!
      Puss!

Faça a teimosa feliz. Comente!