Polkagris: o bastão de doce que é tradição desde 1859

No sábado finalmente o sol resolveu dar o ar da graça indicando que a primavera está a caminho. Apesar da temperatura ter ficado lá pelos 10 graus e de um ventinho que insistia em bagunçar as minhas madeixas, o dia estava mais do que convidativo para sair, desfrutar de vitamina D e correr para aquele abraço com o maridão.

Talvez o bairro escolhido por mim, o de Gamla Stan,  não tenha sido uma das melhores opções. A Cidade Velha é ótima com seus becos medievais, ruas pavimentadas com pedra, arquitetura antiga, super turístico e etc. e tal, mas para aproveitar os raios solares não é uma das melhores opções, pois bate pouco sol.

Mas se a escolha foi errada, por outro lado fui recompensada com um dia mais doce. Andando e bancando a xereta pelas ruas antigas, resolvi parar em frente a uma vitrine qualquer para admira-la. De repente olhei para dentro da loja e pensei “Ué, eu conheço esse lugar!”.

IMG_2727

E conhecia mesmo! Acabei descobrindo sem querer uma loja de doces chamada Polkapojkarna. Para quem assistiu ao programa Brasileiros pelo Mundo em Estocolmo talvez vá se lembrar. Havia uma guria numa loja tradicional da cidade, que tentou fazer um doce manualmente, daquele tipo “bastão de doce”, que é pendurado na árvore de Natal nos desenhos animados da Walt Disney. Lembrou, né?

IMG_2726

Pois, é! Não resisti e acabei entrando na loja. Para a minha sorte não havia ninguém, o que acabou me deixando bastante à vontade para olhar todos os detalhes e ainda levar um dedinho de prosa com a irmã dos proprietários. Mas isso durou pouco tempo, pois a loja ficou movimentada minutos depois.

IMG_2720

IMG_2721

IMG_2722

A loja está localizada bem no coração de Gamla Stan e fica a poucos metros de distância da estação de metrô. Além de ser uma graça e com um ambiente meio que de casa da vovó, ainda é possível ter a aquela sensação de voltar a ser criança, tanto pelo aroma dos doces, quanto pela exposição de alguns objetos mais antigos.

IMG_2724

IMG_2725

Polkapojkarna é a única loja de Estocolmo onde é possível ver a fabricação do tradicional bastão de doce, chamado por aqui de Polkagris, e com um detalhe a mais: tudo isso ainda feito à mão.

IMG_2723

E olha só que interessante. Adivinha quem foram os criadores desse doce? Se você respondeu os americanos errou feio. Nada mais e nada menos que os suecos. Isso mesmo, os vikings são os grandes responsáveis pela criação. Mas quando o Polkagris foi criado, não tinha nada a ver com um doce de criança, mas sim com o objetivo de ser um medicamento.

Tudo começou em 1859 quando a pobre viúva Amalia Eriksson, que viveu na cidadezinha de Gränna, encontrou sua filha Ida com um forte resfriado. Como toda mãe preocupada, ela correu para a farmácia e comprou uma garrafinha de óleo de hortelã. A Amalia era tão criativa, que resolveu fazer uma mistureba. Colocou açúcar, água, vinagre e algumas gotas do óleo de hortelã, na tentativa de fazer balas tipo drops para acabar com a tosse da Ida. Agora, se a filha melhorou mesmo ninguém sabe. Mas o fato é que o boato do Polkagris da Amália se espalhou e acabou caindo no gosto popular como uma bala refrescante. O sucesso foi tanto, que ela recebeu o título (não oficial) de primeiro empresário do sexo feminino na Suécia e ainda morreu como uma mulher rica aos 99 anos.

Aqui a foto da Amália e da filha Ida ainda quando eram pobres. Uma pitada de criatividade e um pouco de sorte fizeram a diferença!

IMG_2734

O bastão de doce é famoso nessas terras e agrada adultos e crianças. Porém, em minha primeira visita escolhi me deliciar com o Chokladfudge, que é uma espécie de doce de toffee e super macio. Gostei tanto que só sobraram dois pedacinhos. E quando eu disse que pode ter a sensação de voltar no tempo, é porque faz mesmo. No meu caso, esse Chokladfudge me fez relembrar do sabor de infância e das travessuras de subir em uma cadeira para pegar os doces escondidos em uma lata velhinha no armário.

IMG_2729

Talvez o segredo de reviver tais lembranças através do paladar seja porque os doces ainda continuam sendo feitos à moda antiga.

IMG_2728

Vale a pena se deliciar:

Polkapojkarna Polkagriskokeri’s Stockholm
Website: http://www.polkapojkarna-stockholm.se/
Endereço: Lilla Nygatan 10 – Gamla Stan

Vi ses… hej då! 😉

23 pensamentos

  1. Que fofura, que doçura, que tudo!
    Quero balinhas, Vania! XD
    Muitos beijos, minha linda!

    ** desculpa o sumiço, viu? Fiquei sem pc, mas vou ler tudinho que você aprontou nesses últimos dias! Te adoro!

    1. Fiquei encantada com essa lojinha. Toda vintage do jeito que eu gosto! 😉

      ** agora sou que peço desculpas pelo sumiço rs. Algumas coisas aconteceram e eu resolvi fazer uma pausa do blog. Mas essa semana estou voltando. 😉
      Obrigada minha linda e doce Panela por todo esse carinho. São pessoas como você que me enchem de coragem e energia positiva para não desistir desse espaço.

      Puss!

  2. Gente, mas que loja fofa! 😀 eu adoro esse ar de antiquidade. No Centro do Rio a gente também encontra umas lojas bem antigas.
    Ah a história da Amália é ótima! Quero morrer rica também, só me falta toda essa criatividade haha Beijos, Vânia.

    1. Essa lojinha no estilo vintage é uma graça mesmo e quem diria que após tantos anos uma simples invenção se tornaria um sucesso, né?

      Toca aqui, pois também quero ter essa criatividade da Amália! 😉

      Puss!

  3. Nossam aquelas balinhas as da primeira foto, me lembra muito umas que vendiam aqui quando eu era pequena… ela tinha formatos de flores no meio… era uma delícia rs
    Adorei esse post, super doce rs

    Kisu!

    1. Experimentei essa balinha da primeira foto e era de caramelo. Uma delícia também! Mas fiquei curiosa com essas que você mencionou no formato de flores. Será que tinha na minha época? rs
      É bom poder relembrar essas coisas de infância, né?
      Puss!

  4. Que gracinha Vanoca, me apaixonei pela lojinha de doces, (confesso que sou uma formiguinha), e que bacana a atitude da mãe da Ida, o que um pai não faz por um filho, não é mesmo?! Me lembro que quando eu era pequena meu pai fazia remédios caseiros pra mim também.

    A.M.E.I o post !

    Puss och kram! ;*

    1. Lindinha, não tem como não se apaixonar, né?!
      Juro que nem desconfiava dessa história toda ao redor desse docinho. Mais uma vez fui surpreendida. E é por aí que a gente vê como nossos pais são importantes em nossa vida. 😉
      Puss!

  5. Nossa Vânia, fiquei realmente com vontade de visitar esse lugar!
    Pelas fotos dá pra sentir que é meio mágico… e doces, bom, só isso já é um imenso atrativo pra mim! Hehehehe

    Bacana saber sobre a história e origem, gosto muito disso nos seus posts (:

    beijo!

    1. Olivia, eu adorei essa lojinha e pensar que tudo começou pela fofurice de uma vitrine.

      Sei que não é todo mundo que se interessa por essas informações isso, mas esse é o meu estilo. Que bom que você gosta de saber da história e origem das coisas do que posto. Acaba de fazer uma teimosa muito feliz! 😀

      Puss!

    1. Foi por causa dessa fofura que fui xeretar a vitrine e deu no que deu. Trouxe guloseimas para casa e não me arrependi nem um tiquinho. 😉 Ainda voltarei lá para experimentar outras coisas… rs

      Puss!

  6. Ah, que loja linda!! Adoro estas lojinhas com cara vintage! E esse doce, o Polkagris, eu ganhei no sorteio do blog Boneca de Neve. Veio um kit com vários docinhos suecos, hummmmmmm. Esse bairro da Gamla Stam é mesmo famoso hein?!? Em tudo que é programa de turismo que aborda Estocolmo, ele aparece! Deu vontade de conhecer :-). Bjsss

    1. É verdade, você foi a sortuda que levou aquele mega kit da Joana.
      Vou tentar experimentar esse bastão de doce na minha próxima visita a essa lojinha.
      Sim, Gamla Stan é super famoso, pois é o local onde Estocolmo nasceu. Qualquer um que visite a cidade é ponto turístico obrigatório. Estou preparando um post sobre isso, mas ainda levará alguns dias, pois há muitas informações sobre esse bairro. Espero que você visite Estocolmo A.S.A.P. 😉
      Puss!

  7. Os seus posts são sempre muito bons, muitos detalhes, muita informação, muita coisa que sei da Suecia é através do seu trabalho de pesquisa, parabéns, deu vontade de comer um doce desses..

    1. Oi Marjorie, seja bem vinda!
      Que comentário gostoso de receber. Gosto bastante de receber esse feedback, pois me dá mais gás para continuar postando coisas positivas desse país que eu adoro tanto.
      Muito obrigada pelo carinho. 😉
      Puss!

  8. Ahh, essa loja é um baratoo! Só fui uma vez e achei a coisa mais fofa! Adoro o ar vintage que ela tem. Comprei uma daquelas tirinhas (em detalhe na foto) e passei o dia sugando isso! hahahah <3

    1. Você conhecia? Ah, e nem me falou nada né sua tratante! Hahaha.
      Na próxima visita irei arrematar um “candy cane” só pra mim e ficar nessa sucção toda aí. 😀
      Puss!

    1. Com certeza minha linda! Você vai pirar nas balinhas desse lugar. Mas me avise quando virá para cá e se terá um tempinho vago na sua agenda para uma teimosa tão formiguinha quanto você. 😉
      Puss!

Faça a teimosa feliz. Comente!