O mês de Março na Suécia

Há quase dois meses eu contei que comprei o livro “The Year in Sweden” e compartilhei algumas curiosidades sobre o que acontece no mês de fevereiro nesse país que tanto me encanta. E como quero dar continuidade, mesmo sendo com atraso, hoje resolvi trazer o que rola na terra dos vikings no mês de Março.

Março é considerado o mês da transição. O mês da lama! A neve começa a derreter e uma pontinha de esperança para tirar o salto alto do armário começa a surgir. Porém, ruas e calçadas ficam escorregadias e andar por aí como uma verdadeira diva requer anos de muita prática sobre o gelo. Escorregar e cair no chão o tempo todo não é divertido. Eu mesma já levei alguns “escorregas” e em um deles me machuquei. Pernas para o alto e cabeça para o chão. Fiquei ali estatelada por alguns minutos sem me mover, quando uma boa alma veio me ajudar. Resultado: um galo na cabeça e 15 dias sentando de ladinho, pois fiquei com um desagradável choquinho no nervo ciático. Aprendi na marra que as botas tipo coturno ainda continuam sendo as minhas melhores amigas.

IMG_2492

Oficialmente a primavera inicia-se em 21 de Março, mas na Suécia não funciona bem assim. Ao contrário de alguns países, a primavera por essas bandas não tem uma data fixa para começar. Ela vem lenta como uma tartaruga, devagar quase parando. A sua chegada irá variar conforme a região em que se está. Isso significa dizer que a primavera só é determinada pela primeira semana com temperaturas acima de zero grau. Ou quando as folhas de bétula (um tipo árvore pequena com folhas pontiagudas) atingem o tamanho de orelhas de rato.

Mas a primavera significa mais que isso. Significa dizer que o sol está aparecendo, mesmo que timidamente, trazendo uma sensação que acalenta nosso coração e que melhora o nosso humor. Traz de volta também aquele fator extra, o brilho no olhar. E assim ao primeiro sinal de céu azul, a galera que mora em Estocolmo se reúne ao longo do Riddarfjärden Bay para desfrutar de tal sensação.

O dia e a noite começam a ficar mais equilibrados. Nem tão escuro e nem tão claro. Já não se fala tanto no inverno e a contagem regressiva para os 20 graus é iniciada. A animação começa a surgir por todo o país e por mais que a temperatura não seja adequada para a jardinagem, a galera não quer saber disso, corre para comprar terra adubada, floreiras, vasos e mudas para plantar. Afinal, é a época do ano perfeita para isso, mesmo sabendo que será por pouco tempo.

IMG_2493

Também é o mês em que os veadinhos começam a ser vistos ocasionalmente nos subúrbios da cidade, comendo um bulbo de tulipa ali e outro acolá. Alguns moradores não curtem quando eles fazem isso e para espantá-los dos jardins utilizam um tipo de pasta ou um saquinho contendo uma substância bem fedida. Me lembro que quando estava em Gotemburgo, o proprietário da casa onde morava espalhava esses saquinhos por todo o jardim. Ele não gostava quando os veadinhos vinham da floresta e comiam todas as suas flores. Mas eu ao contrário dele, ficava muito feliz da vida sempre que eles me visitavam.

IMG_2494

Ainda dá para ver alguns patinadores mais maluquinhos se aventurando para patinar pelos arquipélagos congelados. Digo maluquinhos, porque agora o gelo está fino e não tem mais aquela camada espessa quando se está em pleno inverno. De acordo com os patinadores, os movimentos rápidos sobre o gelo e o barulho de “crek” irão alertar do perigo e os riscos de se aventurar por ali. Eu jamais faria isso, pois sou medrosa. O máximo que fiz foi caminhar poucos metros sobre o lago congelado. E mesmo assim fiquei com a sensação de que o gelo poderia se romper e algo terrível acontecer. Fazer o que se sou dramática!

IMG_2495

Para o pessoal se aventurar desse jeito, existem clubes de patinadores que pedem aos futuros membros para pularem na água gelada e praticarem a saída dela. Corajosos, viu! Os patinadores levam consigo um par de aguilhões (que são pontas de ferro fixadas na extremidade de um bastão) amarrados a uma corda ao redor do pescoço. Quando o patinador está na água ele tem de ser ligeiro para fincar tal ferramenta ao gelo e sair dali em no máximo 20 minutos, antes de partir dessa para melhor. Eles também levam roupas secas em sacos plásticos, pois isso ajudará o corpo a flutuar na água mais facilmente. Confesso que por essas dicas eu não esperava, mas nada como um pouco de cultura para nos enriquecer.

E como sempre a Suécia inovando nos esportes de inverno. Foi exatamente aqui que a patinação no gelo se iniciou a cerca de mil anos atrás, quando algum sabichão surgiu com a ideia de amarrar osso polido aos sapatos. E voilà! Surgiam os primeiros patins da história.

IMG_2496

Sabe aquela preguiça de ficar esparramado no sofá? Então, ela finalmente começa a ser colocada de lado e os exercícios ao ar livre voltam com força total. Pedalar, caminhar e correr é o que há.

IMG_2497

Mas esquiar ou “snowbordear” ainda está valendo, pois no primeiro domingo de Março é realizada a maratona de esqui mais antiga, longa e maior do mundo, a Vasaloppet. Mais de 15.000 esquiadores de dezenas de países irão competir percorrendo 90 quilômetros que separam as cidades de Sälen e Mora. Essa maratona já vem de longa data, pois foi iniciada em 1922 e inspirada no percurso que o rei Gustav Vasa fez no ano de 1520.

IMG_2498

Bem, mas e a monarquia? Ela ainda continua firme e forte com o apoio popular, mas seu poder sobre as decisões do país ainda continuam menores quando comparadas com outros países da Europa. Praticamente sua participação está restrita aos rituais e celebrações, como é o caso da abertura anual do parlamento e de pontes.

Essa é uma visão geral do que acontece em Março. Tanto que em 2014 a Suécia teve um inverno bem atípico. Nevou pouco, as temperaturas não foram tão baixas assim como em anos anteriores e quem quis aproveitar para esquiar teve de correr para as estações mais ao Norte, antes que tudo estivesse derretido. Só que esse ano a temperatura baixa continua insistindo em ficar e ainda há muito gelo por Estocolmo.

Vi ses… hej då! 😉

20 pensamentos

    1. A primavera aqui é de verdade, com direito a muito pólen e altos espirros. Eu mesma que nunca fui alérgica comecei a apresentar isso hehe. Mas mesmo assim tô mais feliz do que nunca, porque meu humor mudou. 😉
      Saudades de você! 😉
      Puss!

    1. As estações são bem definidas por aqui né Vanessa, então dá para aproveitar bastante.
      Vira e mexe eu descubro curiosidades do país e fico tão surpresa quanto você.
      Aproveitando, obrigada pelo mimo. Espero que em breve eu consiga me organizar e preparar um post também.
      Puss!

  1. É…um mês interessante. Por aqui, março até que foi bem quentinho este ano! rs Mas esta coisa de patinar, os holandeses ficaram chupando os dedos. Nada congelou e nem um floco de neve caiu.! rs Bjs

    1. Sério? Tadinho deles hehe.
      Por aqui nevou, deu para patinar e esquiar, mas a galera teve de correr, pois o inverno foi bem mixuruca. As temperaturas negativas ficaram por pouco tempo e eu que estava doida para me esbaldar, quase fiquei chupando os dedos também, pois quando cheguei do Brasil praticamente a neve já havia ido embora. Ainda bem que nevou por mais três vezes e eu pude fotografar um pouco da estação. 😉
      Puss!

    1. É um inverno longo pra caramba e esse o sol engana mesmo. Dá uma sensação gostosa ficar exposta a ele nesse período, mas ainda não o suficiente para deixar o casaco de lado. Mas quando não há vento, aí sim ele ficava gostoso para se esquentar.
      Puss!

  2. Oie Vanoca !
    Arrasou nas fotos ! ficou linda “divando” sobre o gelo…
    Uau, meu sonho estar ai curtindo esse início de primavera, com contagem regressiva ^.^

    Puss och kram!! 😉

    1. Lívia lindinha!
      Achei que você tivesse me abandonado hahaha.
      Só tive coragem de ir na beiradinha mesmo, mas até que a foto deu para enganar. 😀
      Calma, que um dia você virá. Acredite!
      Puss!

  3. E eu aqui já tao feliz que nao tem mais gelo e as flores já estão por aí perfumando o ar. Agora, essa do gelo… vixe, andei só uma vez e a agi como vc, fiquei no maior drama. hahaha
    Bjs!

    1. Faz inveja mesmo viu Eve com a dona primavera se escancarando por aí rs.
      O gelo aqui também não tem, mas as flores ainda estão chegando devagarzinho e o perfume ainda está custando a chegar. Mas acho que dentro de uma semana a cherry blosson estará linda.
      Somos duas dramáticas, pois essa coisa do gelo não é pra mim. 😀
      Puss!

  4. Adorei saber mais sobre o mês de março por aí ! Achei muito legal essa “contagem regressiva para os 20 graus” e o fato do pessoal ir logo cuidar do seu jardim! Acho que essa é um costume que deveria existir por aqui: espalhar flores por tudo *-* (Acho que as flores são o que mais me encantam nas suas fotos!!)

    Beijos,
    Ana.
    Nk Cherry

    1. Ana, os suecos adoram flores e mesmo sabendo que elas não irão durar por muito tempo, eles aproveitam para curtir o momento, já que a estação é bem curtinha. Em termos de beleza a primavera e o outono são as minhas preferidas, mas se eu tivesse que escolher em termos de temperatura eu diria o verão. Não vejo a hora de deixar o casaco trancado no armário rs.
      Obrigada pelo carinho e por gostar das fotos. 😉
      Puss!

  5. Nossa, março pode proporcionar boas aventuras por aí, hein?!
    Eu adoraria ver um veadinho, mas com certeza não ia curtir ele comendo minhas flores… rsrs!

    Beijo Vânia!

    1. E bota aventura nisso Olivia! Eu mesma fiquei surpresa com todas essas dicas. rs
      Agora os veadinhos morro de amores por eles. Talvez eu também ficaria chateada também se eles comessem as minhas flores. Não sei rs.
      Mas o melhor de tudo é que a primavera está chegando e eu tô muuuuuuuuito feliz com isso! 😉
      Puss!

  6. Oi Vânia,
    Belas fotos!
    A primavera, sem dúvida, é linda! Tb parece ser um renascer na vida dos humanos, e como falou bem, há um brilho nos olhares.
    Imagino que seja a hora de começar a queimar todas(os) “fikas! do inverno, não é?
    O único aspecto que não gosto da primavera (onde vivo) é sair de casa com casaco de manhã cedo/noite, e ao meio dia querer lvrar-me dele a todo custo. hehehehe
    Grata por mais este post!
    Bjs

    1. É inacreditável como as pessoas mudam de humor. No Brasil a gente não tem muito disso relacionado com o tempo, mas por essas bandas isso é claro. Eu sinto essa diferença nítida também no meu comportamento. Fico mais alegre, vibrante e super bem-humorada.

      Agora queimar as calorias do inverno, acho que muitos deles já estão fazendo isso a algum tempo, pois eles vão às academias também rs. O esporte está mais do que presente na vida dos suecos.

      Diferente de Portugal, por aqui, a gente continua usando o casaco o dia todo, pelo menos por enquanto. Mas tô doida pra começar essa maratona de tira e põe o casaco… e será ainda melhor quando não precisar colocá-lo novamente. 😉

      Puss!

  7. A descrição perfeita do que é o mês de março aqui. Em muitos países a primavera já mostrou a que veio, foi uma surpresa qndo voltei de viagem e vi alguns botões e folhas, ainda que bem minusculas dando um novo trato no cenário. Aqui na minha cidade ainda está bem frio e a partir das 18hs do dia começa a escurecer. Ai, não vejo a hora de poder usar minha jaquetinha de couro por aqui hahaha…

    Beijinhos carregados de margaridas para você! <3

    1. Estou como você Ray, esperando a primavera chegar de vez e também tirar a minha jaquetinha do armário hahaha. Além de poder usar uns vestidinhos, sapatilhas.

      Por aqui tem escurecido um pouco mais tarde. Estou adorando ter a luz do dia por mais tempo novamente em minha vida. Valorizo isso agora mais do que nunca.

      Vou te imitar: beijinhos carregados de cherry blosson para você. 😉

Faça a teimosa feliz. Comente!