O coelho da Páscoa na Suécia

A figura do coelhinho da Páscoa (chamado de påskhare) é bastante recente na cultura sueca e ela foi importada das inúmeras tradições da Alemanha. É meio que um tipo de Papai Noel da Páscoa que traz ovos de verdade ou de chocolate.

Apesar do coelhinho da Páscoa existir na Alemanha antes mesmo do século 17, na Suécia ele foi notado somente a partir de 1901. No início ele aparecia entre as famílias de imigrantes alemães, quando esses escondiam os ovos pelo apartamento ou jardins de suas residências e as crianças saiam correndo para todos os cantos para encontrá-los e pegar o maior número possível.

E foi aí que os fabricantes alemães de chocolate e os confeiteiros suecos descobriram um mercado ainda adormecido do coelhinho da Páscoa na terra dos vikings. Juntou-se o útil ao agradável! Começou-se a fabricar aqui também os ovos ocos de chocolate revestidos em papéis bem coloridos. Mas não era qualquer ovo. Os ovos eram cobertos totalmente ou parcialmente de coelhos pequenininhos feitos de marzipã para mastigar e se lambuzar.

Mas por que um coelho? A explicação usual é que o pão de Páscoa, decorado com o símbolo cristão do cordeiro pascal do sul da Alemanha, foi mal interpretado quando os formatos se tornaram tão distorcidos após o cozimento que eles foram confundidos com coelhos.

Uma interpretação errada mudou toda a história. Simples assim!

IMG_2378

Mesmo o coelho sendo engraçadinho e todo bonitinho, quem manda mesmo no pedaço por essas bandas é a dona galinha. Ela está presente onde quer que se vá!

IMG_2379

Vi ses… hej då! 😉

14 thoughts

    1. Pois é, nem eu sabia dessa história Paulete. A gente descobre cada coisa quando resolve enfiar a cara nos livros ou xeretar por aí :-).
      Agora as galinhas fazem todo sentido mesmo, mas não sei se eu teria uma dessas com penas enfeitando a minha casa. Acho que ia ficar com medo delas quando eu acordasse de madrugada. 😀
      Puss!

    1. Eu procurei esses ovos Gi, mas acredita que não os encontrei?! Acho que deixei para comprar muito em cima da hora e quando percebi já não tinha mais nenhum para contar história. Ou de repente, eles já nem existem mais. 🙂
      Espero que esses estragos já tenham começado sua trajetória de recuperação kkkkk.
      Puss!

  1. Vânia, minha predileta correspondente internacional. Será que foi acidental mesmo ou foi proposital isso. Vale uma pesquisa. Quanto ao Wikipedia, tome cuidado porque ele tem histórias incríveis em completo desacordo com as realidades. Até o nome da gente ele troca porque é um banco de dados com opiniões fornecidas por leitores. Como sempre tem alguém mal intencionado nesse nosso maravilhoso mundo, ficamos sujeitos a pagar mico com muitos absurdos.
    Adoro ler as suas postagens e adoro você também.
    Um beijo carinhoso de boa páscoa,
    Manô

    1. Manô!
      Sabe que se parar para pensar que tem muita gente por aí que não dá ponto sem nó, pode ser que até tenha sido proposital. De repente alguém estava interessado em alavancar as vendas e esse era o momento perfeito, não?!

      O Wikipedia tá cheio de surpresas e já percebi que não dá para confiar plenamente. Por isso, para garantir informações mais fiéis, consulto os livros que tenho. E pode ter certeza de que eles estão mais certinhos, pois encontro as mesmas informações em editores e autores diferentes.

      Muito obrigada pelo carinho… meu poeta favorito! 😉

      Puss!

  2. É sempre prazeroso conhecer outras culturas tão diferentes da nossa. Você tem nos proporcionado muita coisa boa através de seu blog. Essa da galinha por exemplo, é novidade pra mim. Da mesma forma que a história do coelho. Adoro saber dessas “coisas erradas” que no final acabam dando certo, rsrs
    Desejo uma Páscoa com muito amor e alegrias pra você Vânia. Bjs

    1. Roseli!
      Decidi de última hora fazer um especial de Páscoa aqui no diário. Achei que seria interessante compartilhar mais sobre a comemoração do país, até porque há alguns anos eu não tinha noção da quantidade de informações que girava em torno dos suecos :-). Fico feliz que esteja gostando e aprendendo sobre essas diferenças culturais.
      Também desejo para você e sua família uma excelente Páscoa, regada de muito amor, felicidades e vibrações positivas.
      Obrigada pelo carinho!
      Puss!

    1. Silvana, esse é um especial de Páscoa que decidi fazer. Gostaria de ter mais tempo para compartilhar todos os detalhes, mas estou correndo contra o tempo para postar tudo o que quero sobre essa comemoração.
      Puss!

  3. Oi mulher!
    Hahaha! Fico imaginando a frustração dos primeiros fabricantes explicando: isso não é um coelho!!! Quantas tradições mais será que foram modificadas por acidente?
    Beijos!

    1. Olá gravidinha!
      Com certeza, devem ter ficado tão decepcionados que no fim se convenceram que parecia mesmo um coelho.Provavelmente muitas dessas tradições devem ter sofrido mesmo alteração, viu?! Até o Wikipedia é responsável por alterá-las. Eu mesma encontrei outro dia uma sobre as casas vermelhas na Suécia totalmente diferente, que não fazia sentido a sua explicação.
      Puss!

Dê vida a esse blog. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s