Um desabafo, às vezes, cai bem

Quando comecei este blog o meu objetivo principal era compartilhar com a minha família e amigos as comidinhas que estava provando, as diferenças culturais que estava aprendendo e os lugares que estava conhecendo. No início eu tinha um pique daqueles para blogar todos os dias. Com uma internet porreta e o tempo livre sobrando para dar e vender, o blog acabou se tornando um espaço queridinho para se estar.

O tempo foi passando e o diário que era restrito acabou tomando outros rumos. Comecei a interagir virtualmente não apenas com blogueiros, como também com leitores interessados nesse país chamado Suécia. Descobri um mundo totalmente novo: a blogosfera!

Me recordo que o meu tempo era tão livre, que chegava a escrever uma média de sete textos por dia. Nem eu mesma acredito nisso. Talvez a qualidade da escrita não estivesse tão boa, mas era assim que eu passava o meu dia. Tanto que uma vez fui chamada de dondoca, indiretamente é claro, por ter tempo por blogar com frequência.

Mas aí meu curso de sueco começou, meu tempo livre se exauriu e o blog foi posto de lado. Fiquei tanto tempo sem escrever, acho que por quase seis meses, que quando resolvi retomá-lo os posts haviam sumido. E com isso resolvi abandoná-lo.

Porém, durante a viagem de férias ao Brasil em 2011 eu percebi que estava sendo negligente. Sim, negligente com o público que mais acompanhava o diário: os meus amigos. Lembro que um deles me perguntou: Por que você parou de escrever? Não pare! Volte! Outro me disse: Quando você escreve eu me sinto próximo. É como se você estivesse aqui do meu lado me mostrando as fotos num álbum de fotografia e me contando suas aventuras.

E como resistir a tamanha fofura e amizade? Pois é, não teve jeito. Voltei a blogar e repostar os textos que havia perdido. Os meus amigos me fizeram perceber que falar das curiosidades e passeios, muitas delas tão diferentes do nosso Brasil Brasileiro, não era um assunto chato. Era diferente, interessante e trazia conhecimento.

Por esse motivo eu resolvi focar as postagens mais para esse lado. Se bem que de vez em quando eu me dava (e ainda me dou) o direito de fazer algum desabafo ou compartilhar algo mais pessoal, como é o caso desse texto.

Sei que postagens que envolvem a vida pessoal, como cotidiano e pensamentos, geralmente são os mais populares. Afinal, quem é que não gosta de dar aquela espiada na vida alheia? Eu mesma sou uma dessas! Mas essa exposição que a internet traz me preocupa um pouco. Se não abrindo a minha vida eu já sou atacada, imagina expondo-a aos quatro ventos. Essa é uma das razões pelas quais ainda gosto de manter certas coisas bem restritas a mim e às pessoas mais íntimas e a não entrar em polêmicas desnecessárias.

Enfim, o que acontece é que desde a minha volta lá em 2012 não consegui mais achar o meu ritmo.  Às vezes blogo por uma semana sem parar. Aí sumo e quando volto peço desculpas pelo sumiço. Depois só falo de passeios. Depois só de curiosidades. Aí sumo de novo. Quando quero compartilhar algo mais pessoal, mas sem me expor muito, tomo uma cacetada na cabeça.

Tenho vontade de blogar diariamente, mas me falta tempo. Quando tenho tempo e sento na frente do computador, eu fico bloqueada. Quando não estou bloqueada já é noite e eu preciso descansar. E quando estou com a cabeça no travesseiro e os olhos fechados prontos para dormir eis que as ideias começam a pipocar sem parar. Minha inspiração tem vindo assim, na calada na noite. E eu fico me revirando na cama, às vezes, até às 3 horas da manhã, tentando dormir enquanto mil ideias surgem em flashes na minha mente. Mas, né, eu tento ficar ali quietinha, pensando que amanhã eu vou conseguir colocar tudo isso no papel, melhor dizer, no WordPress. Mas aí quando chega o dia seguinte estou cansada, porque não dormi direito e fico bloqueada novamente. É um ciclo sem fim. Felizmente o espaço que tenho me sentido mais livre para fazer publicações diárias é a página do diário no Facebook.

Fora isso estou travando uma batalha interna comigo mesma. Alguns episódios desagradáveis aconteceram recentemente por causa do blog. Há dias que penso em mandar certas pessoas irem catar coquinho e em outros eu me tranco e choro baixinho no meu canto. A verdade é que ando sensível. Talvez a explicação esteja na saudade que tem doido no peito e por saber que pessoas sinceras e verdadeiras existem, mas que estão longe de mim. Ou talvez lá no fundo eu esteja somente com a síndrome do patinho feio, só esperando o momento para me tornar um lindo cisne e desencanar de vez desse povo que se transforma quando usa o teclado como arma.

IMG_2356

Vi ses… hej då! 😉

63 thoughts

  1. Te entendo muito, Vania! Todo blogueiro entende! Esses comentarios todos sao a prova! E acho que voce mesma sabe disso, ne? Que nao tem que dar bola pros mau-amados de plantao.

    Sobre a frequencia de blogar, to na mesma que voce, tentando recuperar o ritmo, mas sem me culpar por causa dos intervalos longos sem postar nada. Tem que ser por prazer e com vontade. Se vira obrigacao fica chato!

    Te cuida! Beijo!

    1. Ai Ana, nunca pensei que um dia fosse chegar a esse ponto de reclamar sobre comentários maldosos. O duro é quando isso é desencadeado por outra blogueira e aí um leitor se acha no direito de utilizar essa “arma” contra mim. Fiquei magoada por alguns dias, mas resolvi que seguirei em frente e não deixarei isso me afetar novamente. Até porque o blog também nos traz felicidade e momentos inesquecíveis.

      Acho que aos poucos irei retomar as postagens, mas foi como você disse, sem me cobrar pelas mesmas, pois tudo que é por obrigação fica realmente chato. Mas ando sentindo falta de postar com mais frequência. Tantos lugares e que conheci e histórias que vivencie que merecem ser compartilhados.

      E eu estou aqui torcendo para que você voltar com a corda toda, pois estou morrendo de saudades dos seus textos. Adoro cada um deles e acho que você aborda certos assuntos como ninguém.

      Puss!

    1. Madi, logo mais trarei posts novos, porque ficar de mimimi por muito tempo é que não dá, né?!
      E essas pessoas infelizes e amargas eu já as mandei catar coquinho. Isso página virada, pois tem muita história legal pela frente ainda. 😉
      Puss!

  2. Nao liga para a opiniao alheia. Sei que é mais facil dizer isso do que colocar em pratica. O importante é que voce esteja feliz e satisfeita e tranquila, o resto é restp. Nao da para agradar todo mundo.

    1. Mel, já desencanei desse povo que não tem o que fazer. Nada como uma pausa pra ajudar a gente a relaxar e colocar os pensamentos em ordem. Agradar a todos é difícil mesmo e esse nem é o meu objetivo. Mas educação é sempre bem-vinda. 😉
      Puss!

  3. Olha quanto comentário aqui de tanta gente que te adora e quer ser bem!
    E eu me incluo nessa lista com muito carinho!
    Quando a gente se mostra, sem máscaras, sem fazer tipo nesse mundo virtual, a gente de certa forma abre um espaço bem grande na nossa vida para que pessoas que a gente nem conhece façam parte dela.
    Muita gente legal aparece, gente que acrescenta, que ajuda, como também infelizmente tem a parte negativa composta por pessoas que se usam o monitor e o teclado como escudo e espada pra ferir a gente!
    também já tive muitos episódios chatos por causa do blog, já pensei em desistir do meu blog muitas vezes, mas quando penso nas pessoas maravilhosas que conheci através dele, do retorno positivo sobre os meus posts, do carinho que sinto por todos que dão uma paradinha nas suas atividades pra ver o que escrevi, eu penso que não é justo me privar do prazer de escrever por conta de meia dúzia de desocupados (as).
    Quem gosta de você sempre vai estar te acompanhando, seja aqui, seja na page, onde você estiver!
    Eu estarei com certeza colada na grade, pra te ver e te acompanhar bem de pertinho!
    Fique bem, amiga!
    Um beijo enooorme ❤

    1. Ai Pam, nem me fala. Tantos comentários lindos, fofos e cheios de vibração positiva que fizeram com que eu me sentisse especial. E toda aquela sensação de ser o pior ser humano no mundo se esvaiu. Senti meu ego massageado lá nas alturas, pois fiquei surpresa com tanto carinho demonstrado por todos.

      Ter um blog realmente tem os dois lados. A gente aprende a lidar com as coisas negativas também e acho que isso é que nos faz crescer e nos tornarmos pessoas melhores. E sempre digo que críticas são bem-vindas quando visam o nosso crescimento, mas quando partem para o apedrejamento virtual tudo muda de contexto.

      Posso dizer que depois desse episódio estou mais fortalecida e minha base só se solidificou. O que resta é apenas desprezar o que não me agrega valor e isso eu já comecei a fazer. 😉

      Obrigada minha linda por todo esse carinho que você sempre teve comigo. Te gosto d+!

      Puss!

  4. Se tem uma coisa que eu aprendi com o meu próprio blog é que a gente não pode se deixar abater por pessoas que entram porque querem, sabe? Ninguém é obrigado a entrar num espaço que é por direito seu e te criticar por coisas que vc quer escrever. Claro que se vc ofender alguém, com nomes aos bois, diretamente e sem provas, as coisas ficam um pouco mais complicadas. Mas sugerir, sem citar nada, dane-se. Acho que meu blog perdeu muito da essência durante os anos, mas acho que sempre tem uma solução, um intermédio do que podemos ser com o que já fomos.

    Kisu!

    1. Bah, concordo contigo. Lê quem quer e se identifica com o conteúdo. Eu também blogo de acordo com o que tenho vontade de escrever e percebo que o blog está em constante mudança. Faz parte da vida de todo blogueiro.

      Acredito que as críticas sejam sempre bem vindas pra ajudar a gente evoluir também, mas quando essas críticas passam a ser ofensas o negócio fica meio complicado. Mas agora já estou bem melhor e estou mais nem aí para esse ódio alheio. A vida segue e eu quero mais é aproveitá-la.

      Puss!

  5. Van, sei que já falei um pouquinho pessoalmente, mas não custa nada repetir. Você é uma pessoa QUERIDA, linda por dentro e por fora e tem um carisma gigante — é impossível não gostar de você. Fora tudo isso, esse teu espaço é gostoso, leve e divertido de ler. Como uma menina falou aí acima, eu moro aqui mas ainda me surpreendo, aprendo e me encanto a cada postagem sua.

    Por favor, não liga pra essas pessoas maldosas e invejosas (não tem como não ser) que vem aqui só propagar energia negativa e que se não gostam do que leem, simplesmente não entre aqui e não leia. O sucesso alheio incomoda e isso é prova disso. Não se deixa abalar por pessoas egoístas assim! Você é muito mais que isso!

    E pra finalizar, saiba que você é uma joinha rara de se encontrar e que eu fui muito sortuda quando te conheci. Você é uma amiga incrível! Conta sempre comigo pra qualquer coisa. Sei que não é fácil estar longe dos nossos amigos de longas datas brazucas — eu também sinto muita falta — mas, de verdade, conta sempre comigo.

    Um beijo bem grande! :*

    1. Di, você é uma das pessoas mais encantadoras, sensíveis, lindas e incríveis que já conheci. Tua energia positiva e o modo de ver a vida me aproximam cada vez mais de ti. Quero agradecer imensamente por você ter me ouvido e por ter oferecido um ombro amigo. Sinto que posso contar cada vez mais contigo. Você é uma amiga muito especial e quem tem de agradecer sou eu, por você ter entrado em minha vida e por ter oferecido sua amizade como ninguém.

      Gente que não tem amor no coração eu quero distância, mas mesmo assim desejo para que elas encontrem a verdadeira felicidade.

      Obrigada por ser minha amiga e por fazer parte da minha vida. Gosto muito, muito, muito de ti!

      Puss!

  6. Vânia, querida, sinto muito que coisas assim acontecam. Mas tenho certeza que quem muito critica no fundo está com inveja. Nao há muito mais a dizer porque todos já disseram tudo. Esse espaco é seu, você usa como quiser, quando quiser, nao deve satisfacao a ninguém. Quem nao gostar que entre em outro site. Além disso, acho que se em algum momento você nao se sentir mais conectada com esse espaco, pode criar outro, recomecar…E se você recomecar, por favor passe no meu blog e deixe o novo endereco rs.
    Para a quantidade dos que te chateiam, tenho certeza que há o triplo que te adoram (como eu)!

    Beijos

    1. Vanessa!
      Sinceramente? Acho que foi isso mesmo: inveja das recalcadas! hahaha.
      Olha, eu precisava desabafar e me sinto bem mais leve depois que coloquei para fora, pois era algo que me incomodava há algum tempo. Deveria ter feito isso antes, sabia?! Todas essas mensagens carinhosas foram super importantes para que eu reavaliasse algumas coisas. Agora, estou bastante empolgada em voltar com as postagens e colocar em prática as ideias que tenho anotadas.

      E se um dia eu desistir desse blog pode ter certeza de que irei seguir sua sugestão… abrirei outro! 😉

      Obrigada pelo carinho. Puss! 😉

  7. Cadê uma caneta pra eu assinar embaixo de todos esses comentários?!!! Vaninha, meu recado já foi dado, mas faço questão de deixar aqui pública a minha admiração e respeito por você. Veja só o quanto você é querida por todos! Continue brilhando, querida! Haters gonna hate!
    Um beijão! ♥

    1. Aninha linda do meu coração!
      Teus recadinhos e mensagens sempre me emocionam e acalentam um coração apertado. Obrigada por todo esse carinho, respeito e admiração. Saiba que a reciprocidade é verdadeira.
      Puss!

  8. Vânia, dá tanta vontade de estar mais por perto e de vez em sempre trocar umas figurinhas com você, minha correspondente internacional. Eu não sou nada para dar palpites na sua vida, mas vou sentir muito a sua falta aqui. Meu pai sempre falava que gente que não presta tem em todos os lugares e se você quer ser do bem…seja. Não se influencie pelos maus. Eu, por causa do meu trabalho não participo do Facebook. Uso o blog para interagir com os(as) amigos(as). Não me queixo porque a plataforma wordpress é bem segura e nunca tive problemas sérios aqui. Mas, pensando bem, você tem que procurar a sua felicidade e alegria e não a minha. Então é melhor eu não escrever muito porque vira chantagem emocional e também vou ter outros meios para me comunicar com minha correspondente internacional.
    A respeito do Patinho Feio, venho por meio deste informar que você é uma Gatinha Linda e tem um coração maravilhoso. Não dá para entender alguém não se dar bem com você. Na realidade eu acho até bom porque morro de ciúmes de você.
    Um beijo na ponta do nariz,
    Manô

    1. Oi Mano!
      Quando eu digo que você é um amigo querido é porque você é mesmo em todos os sentidos. Recebi ambas as mensagens e fico feliz por você fazer parte da minha vida e por demonstrar esse carinho especial. Olha, mas não fiquei preocupado não, tá? É que eu precisava desabafar e o blog foi a maneira que encontrei de colocar para fora o que eu estava sentindo, pois algumas coisas estavam me fazendo mal.
      Pode não parecer, mas eu sou uma pessoa sensível e obviamente que acabei ficando triste. Críticas são sempre bem-vindas porque faz a gente evoluir, mas falta de respeito e educação é algo que eu não sei lidar. Mas tenho de aprender, né?! Ou melhor, aprender a ignorar!!!
      Mas o blog me trouxe e ainda me traz coisas maravilhosas. Você é uma delas! Portanto, às vezes, tomar um chá de sumiço me faz bem e por enquanto não fecharei o blog. Mas o dia em que isso acontecer eu deixarei um comunicado. Portanto, você não se livrará de mim tão cedo. 😉
      Obrigada mais uma vez pelo carinho.
      Puss!

  9. Amamos seu blog e a forma que escreve com carinho e atenção, acredite você faz a diferença para muita gente!!Obrigado por suas deliciosas histórias!! Vc é D++++++

    1. João, você não imagina como é gratificante para mim saber que você gosta desse espaço. E ele só é especial porque há pessoas como você, tão queridas, que fazem dele assim.
      Obrigada pelas lindas palavras e pelo apoio.
      Puss!

  10. Oi Vânia!

    Eu sei como você se sente, também me sinto assim. Já cansei de pedir desculpas no blog por não escrever mais frequentemente. Mas veja: nossos blogs (imagino que seu caso seja o mesmo) são uma atividade voluntária. Não podemos transformá-los em uma obrigação pesada. Nós jea temos tarefas demais, não é verdade?

    Eu também tenho muitas fases assim, quando estou sensível, caio no sono super tarde da noite – também por volta das 3, tenho várias ideais não só para o blog e não concretizo nenhuma durante o dia por falta de força de vontade etc… Você não está sozinha. Acho que precisamos, acima de tudo, nos respeitar. Nós ficamos um pouco loucas aqui nestas terras, então é preciso pegar leve de vez em quando, sem culpa.

    Um abraço,
    Camila

    1. Camila, eu também pedia desculpas, mas parei com isso exatamente pelo motivo que você mencionou. Eu escrevo no blog porque gosto, como uma forma de passar o tempo e arejar a cabeça. É um cantinho tão especial pra mim e não quero que ele vire uma obrigação, porque com certeza irei perder o tesão de tê-lo.

      Todas nós que temos um blog e estamos longe realmente piramos na batatinha por esses lados. É uma mistura de sentimentos, né?!

      É bom saber que não estou sozinha nesse barco… mas depois desse post já me sinto outra pessoa. Tanto pelo desabafo, que precisava fazer, quanto pelos comentários mais fofos do mundo. 😉

      E quando puder coloque suas ideias em prática, pois gosto de ler os seus textos.

      Puss!

  11. querida,nao desista do blog,nao feche e nem coloque so para convidados! se estao lhe torrando os nervos e pq vc escreve bem!Conheco algumas blogueiras que tb passaram por perseguicoes de anonimos e outras pessoas.Gente assim nao esta nadando no dinheiro,batendo metas pessoais e cercadas de pessoas bem-sucedidas,ta na cara!!!Mas fazer o que?Faz parte de escrever um bom blog,de categoria,como o seu! aqui deixo um ditado americano que amo e que fala muito do que vc ta passando.deixo como inspiracao:

    They wanted to give their opinions.I wanted to listen to them but then I realized I couldn’t pay my bills neither reach my dreams with their opinions.So I QUIT!

    1. Gisley, ah isso é tão desagradável, né? Essas perseguições e essa troca de ódio gratuito. Essa foi a última vez que alguém fez isso comigo e pessoas assim só merecem o meu desprezo. De qualquer forma desejo que elas sejam felizes e tomem consciência que agredir os outros não leva a lugar algum. Esse ditado americano caiu como uma luva para mim. Valeu pela força e pelas palavras de apoio.
      Puss!

  12. Vânia querida,
    Já falamos tanto disso! É difícil engolir gente chata que fica pentelhando mas tente ligar o foda-se para o seu bem. Olha quanta gente bacana veio aqui prestar apoio. E é porque gostam de você, seu estilo, seu canto. Eu sou super orgulhosa de ter você como amiga e sempre recomendo seu espaço porque seu blog é porreta demais, cheio de info para quem quer turistar ou somente fechar os olhos e sonhar com a Suécia. E isso você dá de graça para quem quiser acessar… já viu né? Sempre tem algum babaca de plantão para criticar o trabalho alheio, sempre tem um expert que “faria melhor”. Suba nas tamancas mulher, estufe o peito e responda com um sonoro “eu te desafio!”. Aposto que tem troll que vai parar de ser tão insistente.
    Beijos

    1. Maria, eu apertei a tecla do F bem apertada e agora ela está bem travada. Estou me sentindo bem melhor e pra mim esse assunto já está morto e enterrado. Resolvi erguer a cabeça e não me deixar mais abalar com comentários tristes e que não agregam valor na minha vida. No fundo tenho pena dessas pessoas que adoram falar da vida dos outros e torço para que elas encontrem a verdadeira felicidade. Agora, o meu peito tá mais do que estufado e ando por aí parecendo um pavão. 😀

      Muito obrigada pelo carinho, pelo apoio e super incentivo que você sempre me deu.

      Puss!

  13. Vania, acho que todo mundo que tem blog, se não passou por isso, ainda vai passar! Eu mesma, ultimamente, ando “interrompida”, rs… sem a menor vontade de escrever, mas sei que vai passar, e enquanto isso vou me dando tempo também, sem me cobrar. Se bem que tenho “obrigatoriamente” que postar a minha TAG 52 objetos toda semana, rs… e pelo menos isso estou conseguindo fazer, já que eu odeio abandonar coisas que eu começo.
    Eu também já recebi comentários anônimos maldosos, eles chateiam, mas logo logo você esquecerá… os anônimos gostam de atacar quem eles sabem que são queridas (e você é uma queridona) para tentar tentar nos desestabilizar. Pense nas pessoas, que como eu, gostam de você e de ler os teus textos tão ricos e com fotos tão lindas! Bjs e fique bem :-).

    1. Sandrinha, são raros os momentos que me coloco a reclamar, mas esse último episódio eu realmente precisava desabafar. Estava entalado na garganta há algum tempo e depois que fiz isso me senti melhor. Aliás, já estou deixando isso para lá, porque ficar remoendo só faz mal pra gente, não é mesmo? E agora já tenho bem claro pra mim que só irei fazer o que tenho vontade e quando puder. Tudo que é por obrigação acaba ficando ruim.E outra, irei valorizar apenas aqueles que me dão valor. Ignorar comentários maldosos é a melhor solução.
      Só tenho a agradecer por receber comentários tão lindos e gentis como o seu. Você é uma amiga virtual que gosto muito. Obrigada pelo carinho.
      Puss!

  14. Vânia, te conheço a tão pouco tempo e tenho que dizer: adoro estar na sua companhia. Você tem talento pra escrever, além do que, não tem preguiça de sair e pesquisar para falar de cada assunto pra fazer uma postagem bem completa. Te admiro, garota. Então, se precisar de ajuda pra mandar catar coquinho é só me chamar 😉

    1. Gi! Own eu também adoro a sua companhia. 🙂
      E se tem uma coisa que eu não sou é ser preguiçosa. Pesquisar sobre cultura e turismo não é fácil, porque demanda tempo, viu?! Se tem que ir atrás eu vou mesmo! hehe. 😀
      Só porque você falou seu nome já está cadastrado na lista, porque se um dia eu precisar eu vou te chamar para mandar o povo cata coquinho mesmo, hein?!
      Puss!

  15. Eu venho acompanhando seu blog há pouco tempo, mas de todos estes que já encontrei gostei mais do seu. Gosto da sua escrita, da sua forma de mostrar o outro lado, outra cultura, curiosidades, culinária. E como já disseram, eu sinto o mesmo, é como se eu estivesse aí perto acompanhando tudo, tanto que sempre venho por aqui olhar as novidades sobre a Suécia e tenho aprendido bastante. Você é ótima e eu entendo perfeitamente o que está passando, mas muitas pessoas são desrespeitosas mesmo e não se importam se vão machucar o outro, e é complicado quando estamos mais sensíveis. Tenho passado por isso também. Mas esse tipo de gente não merece nem uma lágrima sua. E muitas vezes estamos sem inspiração, isso é normal. Passamos por tormentas e dias melhores, e seus leitores e amigos, os que gostam mesmo de você e do blog, sempre entenderão.

    Força, energias positivas sempre para você!

    Um beijo e Deus abençoe.

    1. Amanda sua linda!
      No diário eu tento mostrar as coisas de uma forma mais positiva. Não que a Suécia seja perfeita. Longe disso. Mas essa é uma maneira que encontrei para compartilhar o que o país tem de bom e o que pode ser aproveitado durante uma viagem de férias ou uma mudança para cá. Acho que cada blog tem o seu jeito de ser e representa a personalidade do blogueiro. E o diário é exatamente a minha cara. Sabe, ficar reclamando o tempo todo e de todos definitivamente não é comigo. E também não gosto de ler textos assim, pois eles me deixam meio que para baixo.

      Fico imensamente feliz em saber que você gosta e se identifica com o conteúdo e que principalmente você se sente por perto. Não tenho palavras para agradecer isso.

      Muito obrigada de coração por todo o carinho.

      Puss!

  16. Oi Vânia, percebo que você posta em vários lugares né? Bom, eu te acompanho por aqui e entendo o seu ponto de vista muito bem. Porém seu blog é tão tranquilo que não dá pra acreditar que tem gente te chateando por aqui! Que coisa,hein? Realmente este povo é que não tem o que fazer. Lá no meu blog estou tendo um pouco mais de cuidado com coisas pessoais, mas pelo simples fato de ter sabido que tem uma pessoa (que não tem mais amizade comigo) lendo o que escrevo. Pois é, ser “pop star” dá nisso. Temos que aprender a lidar com a fama hahaha Bjs e se cuida. E sim, escreva quando tiver vontade e sim, a gente se preocupa com os leitores porque temos consideração para quem acompanha. Ninguém é obrigada a nada, mas fica o compromisso e é bom desde que haja prazer nele! Bjs

    1. Oi Eli, sim eu posto porque me identifico com vários blogs. Claro, que nem sempre consigo comentar todos os posts, mas por falta de tempo mesmo. Cada blog tem seu jeitinho especial de compartilhar a cultura e experiências pessoais e isso me enriquece bastante.

      Pois é, acredite que mesmo o meu blog sendo tranquilo tem gente que se sente incomodada com ele. Fazer, o que? O jeito é tocar a bola pra frente e não se deixar abater por comentários que tem por objetivo nos entristecer. Fiquei um pouquinho magoada, até porque sou humana e tenho sentimentos. Mas agora que fiz essa pausa, não quero mais dar ibope para pessoas que não me agregam valor em absolutamente nada.

      E com o blog irei tocando a minha maneira, pois ideias estão fervilhando e só preciso me organizar para que elas entrem em prática.

      Obrigada lindona pelo carinho!

      Puss!

  17. Aiii… uma banana para essas pessoas! Ignora, bloqueia esse tipo de gente da sua vida. Se for anonimo, se importe menos ainda, porque já de cara diz que a pessoa não está para critica construtiva e sim espalhar o espirito de porco.

    O primeiro blog sobre a Suécia que li foi o seu e sigo até hoje. Ficava encantada com tudo o que postava e até hoje, mesmo estando aqui tbm, ainda me surpreendo, aprendo muito! Fora a energia incrivel que vc me passa… as vezes estou triste, down, dai eu venho aqui, leio suas experiencias, dicas e lembro que tem um mundo lindo a minha volta, começo a fazer atividades, a explorar mais dessa terra e quando vejo estou envolvida e bem de novo! E sempre em busca do lado bom, positivo de tudo, pq ja basta a saudade q a gnt sente de casa, ne? E é isso que a Teimosa me ensina!
    Você é luz, linda, inteligente e isso incomoda muita gente, gente vazia, gente que não tem nada a te acrescentar, então não perca seu tempo com essas pessoas!

    E quanto aos posts, vc quem determina qndo deve postar, não se obrigue, afinal esse é seu canto, seu refugio, hobby e acredito que cobranças deveriam ficar para o dia a dia e não tomar espaço aqui nesse mundo todo especial que vc constriu e que muito felizmente compartilha conosco! Toda vez q voltar, estaremos aqui felizes por mais uma vez poder ler novas aventuras desse diário! 🙂

    Te adoro muito mesmo sem conhecer pessoalmente! Não vejo a hora do nosso fika acontecer e rir um monte com vc!

    Fuca com Deus e que Ele te livre de todo mal sempre, amém! Beijos no cuore! ❤

    1. Ray, sabe que o que aconteceu até me fez bem. Claro, que fiquei super magoada, pois não esperava que certas coisas fossem desencadeadas por causa de um post de outra pessoa. Mas olha só, tô aqui firme e forte e nada como um dia após o outro, né?! Pessoas com energia negativa eu quero é distância. Não irei mais ficar tristinha por causa delas até porque elas nem merecem também esse sentimento vindo de mim. E outra, eu me sinto mal por cultivar esses sentimentos assim. Então, bora pra frente! 🙂

      Quero agradecer muito, do fundo do meu coração, todo esse carinho que você tem com o diário e comigo. Fico feliz, mas tão feliz em saber que ele “provoca” reações positivas em você e que de alguma forma contribui para o seu bem-estar. A gente tem que encarar a vida de uma forma mais positiva e parar de reclamar porque a grama do vizinho é mais verde. Vamos ser felizes e deixar que o bem atinja sua plenitude máxima em nossa alma e nossos corações. Ficar de mimimi o tempo todo não dá.

      Também estou torcendo pra gente se encontrar logo… e acho que desse ano não passa, hein?!

      Puss!

  18. Não liga pra essas coisas não Vanoca, gente assim infelizmente sempre vai ter , e olhando por um lado , tudo que é bom demais sempre tem alguém pra criticar, e outra ninguém é obrigada e nem consegue agradar à todos 😉 , lembre-se você é uma pessoa maravilhosa e que eu e suas outras leitoras que sempre acompanham o Diário adoram não só ele, tanto como adoram você, que eu acho pessoalmente um amor de pessoa na minha humilde opinião, e não pare de escrever , por favor ! , gosto tanto do Diário que quando leio suas histórias viajo com elas também, é como se eu estivesse participando. 🙂
    E assim como disse a Christine , escrever é uma arte e precisamos de inspiração, tempo e bom humor hehe , eu mesmo quando tenho que produzir uma música , e estou na frente do computador não tenho bom desempenho ou não sai nada, e quando vou dormir aparecem letras, melodias e tudo que se encontra em uma boa canção, insônia as vezes faz partes.
    E vou te contar um segredinho, ” as pessoas mais inteligentes, são as que costumam dormir por volta das 2 ou 3 horas da manhã por excesso de pensamentos que o cérebro comandam e que não foram executados durante o dia” .. 😉 (espero que isso seja verdade, por que eu sempre acabo dormindo tarde, por que meus pensamentos são muito agitados, durante o dia estão quietinhos e quando vou dormir eles vem dançando macarena na minha cabeça haha).

    Esquece esses recalcados e manda beijinho no ombro kkk
    Beijos Vanoca! 😉

    1. Lindinha!
      Agora é que me dei conta de que o blog começou a incomodar. Mas sabe de uma coisa? Essa pausa foi ótima pra mim e ter recebido todos esses comentários tão queridos só me fizeram enxergar que não devo me abalar com as mesquinharias e que devo seguir adiante. E é o que ando fazendo, pois estou me sentindo super bem com isso. 🙂

      E outra estou segundo a dica da Chris e anotando todas as ideias no bloquinho ao lado da cama. Essas anotações já renderam algumas folhas, viu?! Quando a inspiração chegar… hum… aí sim que ninguém me segura.

      Olha só, pessoas inteligentes dormem mais tarde. Que honra! Estou me achando a mais bam bam bam agora! 😀

      Haha… morri de rir com os pensamentos que vêm dançando macarena. Os meus agora estão mesmo na vibe do “beijinho no ombro”. 😀

      Muitíssimo obrigada pelo carinho e por continuar me impulsionando a não desistir.

      Puss!

  19. Vânia,
    Como já falaram aqui ninguém consegue agradar todos, nem Cristo. Então, levanta a cabeça, confie no que escreve (para vc ter a tranquilidade de saber que buscou as melhores informações que conseguiu) e vá em frente, que atrás vem gente! É fase, acredite, também já passei por isso, mas hoje não me incomodo (tanto…rs).
    Vamos dar valor a quem valoriza o trabalho que é feito num blog como o nosso, o Brasileiras pelo Mundo e tantos outros que passam informações atuais e confiáveis.
    Vc já parou para pensar em quantas pessoas que não se manifestam, por N motivos, vc já ajudou? Te garanto que são muitas. Já encontrei muita gente em festas, na rua, que quando reconhecem que eu sou eu, me falam: vc não tem ideia de quanto me ajudou quando decidimos vir para a China, sigo seu blog a mais de um ano… Aí, eu caio para trás… Nunca nenhuma palavra… E só fiquei sabendo por uma coincidência de encontro… Mas isso me faz pensar em quantas tantas outras pessoas devem ter a mesma história.
    Continue seu trabalho maravilhoso…
    E, no final, escrever também é uma arte, temos que ter inspiração…hehehehe. Vc não é a única a sofrer de insônia de ideias. Uma dica: deixe um bloquinho ao lado da cama e escreva uma frase, uma palavra que te façam lembrar da ideia no dia seguinte. Isso acalma sua mente agitada com a criatividade, e vc ao menos consegue descansar. E, se não conseguir escrever no dia seguinte, a ideia já está lá, anotadinha.
    Beijo.

    1. Chris, você é uma inspiração pra mim, sabia? Não apenas pelos excelentes textos que produz sobre a cultura chinesa, mas como pessoa maravilhosa que você é. Gosto do seu modo claro e objetivo de encarar as coisas e do seu positivismo. Sei que não dá para agradar a todos e na verdade nem quero isso. Quem gosta de visitar o blog é porque se identifica com o conteúdo e comigo também. E como a Giovana comentou quem não gosta que não os leia, não é mesmo? Estou seguindo em frente, de cabeça bem erguida e dando valor a quem me valoriza. No fundo, acho que isso foi até bom ter acontecido, pois me deixou mais fortalecida.
      Depois desse post recebi tantos e-mails falando exatamente sobre as “pessoas que ajudei e até então não haviam se manifestado”. Isso é muito gratificante!
      E outra, já comecei a seguir a sua dica do bloquinho de anotações. Olha, tá rendendo ideias, viu?! 😀
      Muito obrigada pelo carinho!
      Puss!

  20. Ai, fofa, acho que toda blogueira já passou por isso um dia, de não ter inspiração ou estar bloqueada, ter visitas desagradáveis. O que importa são as coisas boas que acontecem tendo um blog. Eu, por ex, conheci tanta gente através do meu, que acho importante mantê-lo, tratá-lo como parte de mim, mesmo não tendo mais o pique que tinha quando comecei. 🙂
    Bjs e fica bem!

    1. Verdade né Eve! São coisas que não temos como fugir. Mas sabe que depois desse baque eu estou me sentindo melhor e nem quero mais ficar dando ibope pra gente que não merece o meu respeito. Ignorar é o melhor remédio. Foi como você mencionou, tanta coisa legal acontece por causa do blog, que superam qualquer situação desagradável que possa vir a acontecer.
      Já estou bem, graças a Deus. 😉
      Puss!

  21. Vanoca, manda beijinho no ombro porque isso só pode ser recalque. Imagina quem não quer ser dondoca? Meu sonho rs. E ainda que seja mentira, deixa esse zé povin de lado e vem olhar quanta gente que adora vc e esse seu blog lindo. Eu tô lá na fila.
    Beijoooo

    1. Vania,
      assino aqui bem embaixo das palavras da Paulinha, você é a alegria em pessoa!
      Quem não gosta de ti, não gosta nem de si próprio,
      Beijãozão

    2. Paulete, você acredita que quase postei uma foto assim no post de ontem? Mas fiquei com vergonha haha! Eu vi e estou admirada com os lindos comentários. Só posso agradecer a Deus por encontrar pessoas tão queridas em meu caminho. E esse povo zé ruela nem quero mais saber deles, porque não merecem nem um tiquinho da minha tristeza. Só posso desejar “vida longa às inimigas” haha.
      Vários “puss” em vc sua linda! 😉

  22. Vânia, desde que comecei a escrever, passei a ser alvo de críticas. Algumas boas, incentivadoras, outras falsas e algumas destrutivas. No início fiquei bem balançada, machucada, até pensei em parar também. Mas conversando com um professor, ele me convenceu que não agradamos a todos mesmo. Paciência. Conviver com a intolerância alheia é difícil mas aos poucos estou aprendendo a passar batido. Ignoro. É a melhor arma para se usar contra pessoas mal resolvidas e mal educadas que temos em toda parte. Inclusive aqui, na blogosfera onde elas podem se utilizar do anônimo. Ou não. Respire fundo, siga seu ritmo e apareça sempre com seus textos informativos e deliciosos quando puder. Lembre-se: a coisa tem que ser prazerosa caso contrário fica penoso e sofremos. Já deu pra ver que você tem uma galera do bem antenada e que curte seus escritos. Se apegue a eles. Tenha um bom dia.
    Bjs

    1. Roseli, meu marido diz a mesma coisa. Ignorar é a melhor arma que podemos utilizar. E eu juro que tentei fazer isso, mas dessa vez não consegui me segurar. Precisava colocar para fora, pois essa história estava me incomodando há algum tempo. Talvez esse post de desabafo tenha propiciado muitos sorrisos de quem me atacou, mas só o fato de estar me sentindo melhor já compensa.

      Todos esses comentários super fofos e queridos… nossa, não tenho palavras para descrever o quanto me fizeram um bem danado. Confesso que depois lê-los e relê-los estou flutuando nas nuvens :D.

      Pode ter certeza de que não farei nada por obrigação e sim por puro prazer.

      Obrigada pelo carinho de sempre e de seus comentários.

      Puss!

      1. Vânia, fez bem em botar pra fora pois engolir sapos demais sufoca, rsrs
        Agora mais leve, siga em frente e ignore meso tais pessoas. Não vale a pena. Pensa nas inúmeras pessoas que te curte e estão sempre por aqui te dando uma força real. Um ótimo fim de semana. Bjs

  23. Fala sério! Pq alguém tem que falar alguma coisa do seu blog? Na internet é facil ser troll, então a galera abusa. Não sei se é esse o problema, mas seja o que for, não liga. Seu blog é demais…

    1. Erika, talvez seja porque eu estou incomodando haha. Mas já superei isso e estou pronta para seguir adiante e de cabeça erguida.
      Muito obrigada pelo carinho e pelo comentário aqui no bloguinho. 😉
      Puss!

  24. Oi Vânia,
    Tornei-me fã do seu blog. Vc escreve muito bem, no seu blog há cultura, há emoção, há humor, há sabor!
    Não ligue para aqueles que tentam rivalizar negativamente. É difícil? É. Depois passa e quando vc somar o carinho dos seus fãs, então verás para qual lado pesa mais a balança.
    Não gosto do fb, então tenho q acompanhar só mesmo aqui no blog, a teimosa.
    bjs

    1. Si, que lindo! Amei ao cubo o “tem sabor” 😀
      Depois de todos esses comentários carinhosos e de incentivo com certeza a minha balança está pendendo para um único lado. O lado mais maravilhoso que eu poderia ter! Precisava e muito colocar isso para fora, pois estava me incomodando há algum tempo. E depois que o fiz me senti bem melhor. Tanto que já deixei essa história pra lá e estou super animada para voltar com as minhas postagens.

      Com relação ao FB minha mãe também não o tem, mas ela consegue acessar o conteúdo e assim ver as fotos que publico por lá, pois o perfil do blog está como público. Então, se você quiser ver, mesmo sem ter um perfil cadastrado, você consegue. 😉

      Obrigada pelo carinho que tens comigo e por estar sempre presente no diário enriquecendo-o com teus comentários. 😉

      Puss!

  25. Não se preocupe com a opinião alheia, faça a sua parte, enxurrada de conhecimento, cultura, dinamismo …..acho que está ficando profissional. O ser humano e assim na sua própria essência …… Egoísta ….. Não se permite crescer…. Tenta atrapalhar os que o fazem. Amo o seu blog, cheguei na Suécia sabendo muita coisa , graças ao seu trabalho Vânia. Parabéns……….Deus te abençoe.

    1. Marcia, obrigada pelas lindas palavras. Você não imagina como é bom saber que há outras pessoas que gostam do conteúdo que produzo aqui. Sei que ainda tenho muito a melhorar, mas comentários como o seu só me incentivam a não desistir jamais.
      Obrigada pelo carinho e que Deus te abençoe também.
      Puss!

  26. Vânia, é ruim quando aparecem pessoas que criticam pelo simples fato de nos deixar tristes. Comentários maldosos podem ter acontecido com vc (comigo também), mas eu sei que não é a maioria. Pq neste mundo tem muito mais gente legal do que má!!! E o importante: vc é adorável escrevendo e sei que pessoalmente não é diferente! Me sinto tão próxima de vc quando leio seus posts. Parece que nos conhecemos há um tempo. Pena que moramos longe, pq eu teria maior prazer em conviver com vc.
    Então, o que quero dizer é que estas pessoas maldosas não merecem sua tristeza, seu choro escondido ou qualquer manifestação que possa te deixar pra baixo.
    Vc é um amor de pessoa. Se eu que só te conheço virtualmente sei disso, imagino o que seus amigos e familiares acham de vc!!!
    Portanto, escreva sempre que puder e o que quiser. Que os teus fãs querem mesmo que vc seja feliz e não mude seu jeito de ser e escrever!
    Beijão

    1. Aninha, eu acho que as críticas são sempre bem vindas, quando feitas de uma maneira suave, educada e inteligente, até porque dão um toque pra gente de como podemos melhorar. Mas quando passa a ser ofensa à coisa fica complicada. Eu fiquei um pouco magoada, principalmente porque foi desencadeado por um post escrito por outra pessoa. Então, imagina, né? Um blogueiro plantando a sementinha do mal. Muito feio isso!

      E você tem toda a razão. Tem muito mais gente legal por aí e eu não posso me deixar abalar por causa de pessoas más. Mas essa pausa e os comentários tão queridos me deu um “up”. Já estou pronta novamente para o que der e vier. A melhor coisa que tenho a fazer é continuar olhando para frente. 🙂

      Pode ter certeza de que a recíproca é verdadeira, pois também me sinto próxima de ti e tens meu respeito e admiração, não apenas como blogueira, mas também como pessoa, mãe e amiga. 😉

      Muito obrigada pelo carinho e pelo super incentivo.

      Puss!

  27. Vânia, não fique triste, nem Jesus agradou a todo mundo. Em concurso de Miss tem gente que diz que as candidatas A e B são feias, k,k,k, Estou a 3 meses morando na Suécia e acompanho seu blog desde que soube que iria mudar. Meus 2 filhos e o supermercado me tomam muito tempo. (Ainda preciso de google tradutor para achar o que quero.) Não tenho tempo nem para ler muito, o que fará escrever, mas a noite mil ideias surgem. Parece que comem um pedaço do meu dia e acabo não tendo tempo.Eu também tenho um medinho desta exposição, mas fazer o quê?
    Desencana. Quem não gosta dos seus textos que não os leia, e isso não significa que não goste de você.
    Eu tenho a “Teimosa” e a “Caipira” como minhas amigas, afinal me ensinam tanto. Obrigada mais uma vez por dividir suas experiências conosco.
    🙂

    1. Giovana, você tem toda a razão. É difícil mesmo querer agradar a todos e eu não pretendo fazer isso. A internet está recheada de blogs sobre diversos assuntos e cada um tem total liberdade para escolher/ler o que agrada. Eu mesma não gosto de muitos blogs que encontro e nem por isso me dou ao direito de desrespeitá-los. Simplesmente não os visito mais. Mas, infelizmente, algumas pessoas se julgam superiores às outras e acham que “atacando” as demais é que o certo. Enfim, eu tenho pena de pessoas que agem dessa forma.

      Você mencionou sobre o supermercado. Sabia que no início quando mudei para cá isso acontecia comigo também? Levava mais de uma hora no supermercado somente para comprar o básico e acabei me tornando super dependendo do google translate. Mas fique tranquila que com o tempo as coisas só melhoram. Não desanime, hein?

      Quero agradecer pelo carinho e pode ter certeza de que somos amigas, mesma que ainda virtuais. 🙂

      Puss!

Dê vida a esse blog. Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s