Como faço para morar na Suécia?

No início desse mês você talvez tenha assistido ao programa Globo Repórter falando sobre as maravilhas da Suécia, não? E talvez você tenha ficado deslumbrado com o país onde tudo funciona e com as belas paisagens do verão. Você talvez não vê a hora de entrar no próximo avião para embarcar para cá e aproveitar tudo o que viu no “plim plim”, não é mesmo.

Desde a exibição da danada da reportagem os blogs e as comunidades sobre a vida na Suécia estão bombando como nunca. A pergunta que não quer calar é COMO FAÇO PARA MORAR NA SUÉCIA?

Mas agora é a minha vez de te fazer uma perguntinha: por acaso, só por curiosidade, você procurou essa informação em algum órgão oficial? Você pesquisou se é necessário tirar visto? Se você está se baseando somente em informações de blogs (e eu me incluo nesse bololô) e comunidades da internet eu te digo uma coisa. Você começou errado!

Os blogs e as comunidades servem para compartilhar experiências pessoais que são as mais variadas possíveis. Servem para dar um direcionamento de como as coisas funcionam no país e dar aquela mãozinha extra para clarear as ideias sobre uma possível mudança. Porém, saiba que ninguém fará todo o trabalho para você. Isso mesmo! Você terá de colocar os dedinhos mágicos em ação.

Então, por onde começar? Obviamente, pelo primeiro passo que é:

Visto e Permissão

Se você quer trabalhar, estudar ou morar na Suécia é necessário que você tenha visto. Não adianta esbravejar, ficar de mimimi e dizer que não me ama mais. Quer vir para a Suécia tire o visto! Eu fiz isso e estou aqui.

IMG_2593

Aí você me pergunta. Pô Vânia, mas que tipo de visto eu posso me aplicar? E eu respondo! Você pode requerê-lo nas seguintes situações:

Trabalho. Se você quer trabalhar e não é um estudante ou um cidadão da União Europeia, é necessário obter uma autorização de trabalho antes de chegar à Suécia. O que significa dizer que essa permissão para trabalhar no país só pode ser feita após o recebimento de uma oferta oficial de emprego. Eu fiz um post falando sobre isso e recomendo a leitura da permissão para trabalhar por essas bandas.

Estudante. Se você deseja estudar leia tudo o que você precisa no site Study in Sweden. Se você é um cidadão de fora da União Europeia e planeja estudar por mais de três meses, além de seu visto, você vai precisar de uma autorização de residência. Isto deve ser obtido ainda no Brasil, antes da sua chegada à Suécia.

Vínculo Familiar. A autorização de residência pode ser obtida se você é casado, mora junto ou pretende se casar ou morar com alguém que é um cidadão sueco ou residente permanente sueco. Se por acaso você possui filhos menores de idade e está se mudando para a Suécia eles também se enquadram nesse requerimento.

Au Pair. Consiste num programa de intercâmbio cultural que permite que jovens vivam com uma família em um país estrangeiro. Basicamente a pessoa irá cuidar da casa, das crianças e aprender o idioma local que é o sueco. Porém, não é tão comum os suecos utilizarem esse tipo de serviço, já que eles se viram muito bem sozinhos. Mas há oportunidades! Maiores informações podem ser adquiridas na página sobre Au Pair na Embaixada da Suécia no Brasil ou no site AuPairWorld, que inclusive traz opções para o mundo inteirinho.

Asilo. Destinado somente para famílias que estão fugindo de zonas de guerra ou ditaduras. E isso não se aplica para brasileiros.

Esses são os tipos de visto que podem ser solicitados, desde que você se enquadre em um dos casos. Procurei apenas dar uma pincelada rápida e rasteira sobre eles. Mas não se dê por satisfeito. Tudo o que você precisa saber sobre os tipos de visto, tim tim por tim tim e quais os documentos requeridos, você encontra no site oficial do Departamento de Migração sueco (Migrationsverket). Inclusive nesse site há também informações para quem tem cidadania europeia. O site está em inglês. Não domina? Não se preocupe! Use o Google Chrome que ele te traduz num piscar de olhos, ou dois, ou quem sabe três… depende da velocidade da sua internet.

Se mesmo assim você não tem o Google Chrome, tem pavor do Google Translate e não quer ter trabalho, há boas informações também no site da Embaixada da Suécia no Brasil. Corre lá para verificar!

O que fazer quando você chegar à Suécia?

Você acha que basta ter o visto e está tudo resolvido. Nã-nã-ni-nã-não.

Uma vez que você está na Suécia, você vai precisar de um personnummer, que é o número nacional de identificação sueco. Esse documento é como se fosse o nosso RG/CPF que temos no Brasil.

IMG_2594

Você precisa dele para fazer absolutamente tudo: abrir conta bancária, fazer consulta médica, alugar apartamento, comprar remédio na farmácia prescrito pelo médico, estudar, trabalhar, fazer assinatura de telefone, pegar um simples livro na biblioteca e entre tantas outras coisas.

Sem esse documento você NÃO EXISTE NA SUÉCIA. Para requerê-lo você precisa fazê-lo através do Skatteverket, levar alguns documentos, tais como passaporte válido, o visto e um documento atestando seu estado civil no caso de ser casado, e e esse órgão irá coletar informações pessoais e efetuar o seu registro no sistema sueco. O meu foi tirado em 2011, ano em que cheguei à Suécia, e até a minha altura consta na identificação.

Outros esclarecimentos

Infelizmente, os programas de TV só mostram as coisas bonitinhas. A Suécia é um país incrível e se você der uma bizoiada pelos meus posts você perceberá o quando eu gosto daqui. Procuro encarar tudo de uma maneira positiva e bem humorada. O que não significa dizer que tudo sempre foram flores para mim. Mesmo com o visto em mãos, já tive meus altos e baixos e só não compartilhei no blog porque são coisas bem pessoais.

Quero reforçar que para viver na Suécia você precisa vir legalmente. E se em algum momento passou pela sua cabeça em vir como turista e ficar ilegal, sabe o que irá acontecer? Você nunca vai conseguir absolutamente nada no país e poderá sofrer sérias consequências. Não quero desanimar ninguém, mas é assim que as coisas funcionam por aqui. Aproveitando, também quero deixar claro que não apoio e não tenho como te ajudar se esse é o seu caso.

Além disso, informe-se, prepare-se e se planeje. Antes de mudar para a Suécia (ou qualquer outro país) no “vamo que vamo” pesquise sobre as regras de imigração, a economia do país, a política, os costumes, a moeda, o clima, o idioma, se há demanda por trabalho e etc.. Leia de tudo! Sites oficiais, jornais, blogs e comunidades e chegue à conclusão por si só o que é bom para você. As opiniões de estrangeiros que moram na Suécia são as mais variadas. Tem gente que ama e há pessoas que odeiam. Conheci brasileiros que não se adaptaram ao país devido ao clima, a escuridão, por saudades da família, por não conseguirem fazer amigos, por não se identificarem em absolutamente nada com a cultura sueca, por não conseguirem trabalhar em sua área de formação ou até mesmo por sentirem saudades da comidinha da mamãe. Cada um é cada um! E eu respondo por mim. Essas coisas não me afetam tanto assim, mas se para você isso pesa bastante, então é bom avaliar primeiro.

Você ainda tem dúvidas sobre como tirar o visto? Pois bem, eu também! Então, sempre procure os órgãos oficiais para te ajudar. E olha só, se eu mesma recorri a eles para pedir help, então acho que você deve fazer o mesmo. Imagina se eu te falo alguma coisa e atraso sua vida por causa de uma informação errada. Nem pensar! Por essa razão não responderei a nenhuma dúvida sobre como tirar visto, ok? Estamos combinados?

E por último. Eu não sou casada com sueco e por isso desconheço sobre os procedimentos e documentos para se aplicar a esse tipo de visto. Não sei dizer se é melhor casar no Brasil ou na Suécia. Também não sei como funciona o divórcio na terra dos vikings. Eu simplesmente não sei, porque a minha realidade é outra. Sou casada com um brasileiro. Então, a melhor pessoa para te ajudar com essas informações é o seu parceiro sueco. Ele conhece as regras do país, sabe o caminho das pedras e tem o sueco como língua materna. Ahá, viu só! Muito mais fácil e ligeiro!

Se você pensou que eu estou brava, não conte com isso. Quem já entrou em contato comigo sabe o quanto eu tento ajudar, dentro dos meus conhecimentos e experiência pessoal, e confesso que tenho prazer quando o faço. O que acontece é que eu não posso fazer todo o trabalho de pesquisa e dar tudo de mão beijada. Isso demanda tempo e o tempo é precioso, entende?

Bom, espero de coração que eu tenha conseguido te ajudar um pouquinho sobre onde caçar as informações e só posso desejar uma coisa: Lycka till! (Boa sorte!)

Vi ses… hej då! 😉

87 thoughts

  1. olá sou Brasileiro e namoro uma iraniana estamos noivos e vamos nos casar e como dote o pai dela disse que poderíamos escolher uma casa na suécia pra comprar, será que a minha futura esposa pode conseguir o visto permanente sendo iraniana eu digo o visto de refugiado de guerra? ou conseguimos o visto tendo casa própria no paí?

    1. Olá Ricardo!
      Eu realmente não conheço a fundo os critérios para a Suécia aceitar refugiados, pois cada caso é um caso. Até onde sei querer comprar uma casa não te dá direito ao visto, tá? Como não sou especialista nessa área de visto, eu recomendo você procurar por mais informações na página do Migrationsverket (https://www.migrationsverket.se/English/Startpage.html) e entrar em contato diretamente com eles. Com certeza a informação será a mais correta possível. 🙂

      1. Vânia,

        Meu irmão está na Suécia e está com dificuldade em tirar a identidade de lá, porque parece que é necessário ter um seguro saúde por um ano.

        Há restrição para ter o seguro saúde?

        Saberia indicar um?

        Obrigada!

  2. Olá Vania. Sou brasileira com cidadania italiana. Posso trabalhar por 3 meses na Suecia? Preciso de um visto específico? Sou bancária e empresária mas gostaria de trabalhar com algo alternativo, como restaurante, hotel ou trânsito, por exemploAbraços

    1. Moro em outro país da Europa, mas a resposta vale para todos. Para trabalhar na Europa é preciso visto de trabalho, ter um contrato de trsbalho. Tb é preciso dominar a língua local e o inglês.

    2. Oi Renata!
      A cidade europeia te permite vir para a Suécia e procurar um emprego. Lembrando que mesmo quem tem cidadania europeia precisa ter um motivo para estar no país, ou seja, sem emprego você não conseguirá tirar o documento de identificação pessoal necessário para fazer muitas coisas no país.
      Abs.

  3. Olá Vânia, bom dia
    Eu achei seu post incrível e gostaria se fazer uma pergunta, estou terminando a faculdade de enfermagem agora e gostaria de ir para a Suécia na forma de intercambio e permanecer por lá e gostaria de saber se eu posso ir morar na Suécia somente falando inglês ou eu realmente tenho que aprender sueco? e é melhor eu terminar a faculdade e tentar entrar na Suécia com um visto de trabalho logo de cara ou ir como intercambio nos 3 semestres que ainda me restam e lá tentar o visto de permanência fixa? desde já muito obrigada

  4. Vânia bom dia.
    Estou para me aposentar até o meio do ano e tenho pensado em sair do Brasil e morar fora em outro pais. Procurando na net sobre a Suécia vi seu blog e li comentários sobre reportagens de uma emissora de tv, não vi ainda… Espero que você possa me responder uma simples pergunta e espero que a resposta também seja simples e favorável a me kkk…
    Posso morar na Suécia sendo aposentado?

  5. Sera que voce pode me ajudar?quero morar na Suecia,mas a fila de imoveis e muito grande,entao como fasso pra morar ai?a algum jeito de entrar na fila ainda estando no Brasil?

    1. Oi Marcelo! Acabei de te responder em outro comentário, mas vai por aqui também, tá?

      Com relação à moradia você precisa morar na Suécia para conseguir entrar na fila, pois será solicitado o personnummer (um tipo de documento que explico no link acima). Sem isso isso, nada feito.

  6. Boa noite. Tenho dupla cidadania Brasil/Itália. Como funciona os membros da UE para morar na Suécia. Na Itália ainda existe uma crise e no Brasil as coisas se tornaram muito difíceis. Obrigada

    1. Olá Adriana!
      Nas próximas semanas vou preparar um texto falando sobre como funciona a cidadania europeia na Suécia. Mas já te adianto que ter cidadania europeia não é garantia de que você pode automaticamente se mudar para a Suécia quando quiser. Cidadãos europeus têm o direito de permanecer fisicamente no território sueco para arrumar um emprego e é basicamente só isso. Você, por exemplo, só consegue tirar o personnummer se tiver um motivo para estar se mudando como uma proposta de trabalho, ter sido aceita em alguma universidade sueca ou por laço familiar (ser casada ou ter um namorado sueco).

  7. Olá Vânia, tudo bem?
    Sou Brasileira e meu namorado também, porém mais ou menos 1 ano ele foi fazer um mestrado em Estocolmo, e vai durar mais ou menos 1 ano e meio, e agora decidimos casar, qual a sua sugestão? Será que consigo ficar com ele por esse tempo? consigo o visto de trabalho x estudo?
    Desde já obrigada!

    1. Oi Vitória, seja bem-vinda!
      Olha, visto de trabalho você não vai conseguir, até porque o visto dele é de estudante. Se nem ele mesmo tem esse tipo de visto, com você não seria diferente. E no seu caso, acho que você conseguiria apenas como laço familiar, mas também não é certeza, até porque seu namorado conseguiu o visto antes de vocês se casarem. Mas como eu não conheço todas as regras que se aplicam ao visto e posso estar falando besteira, sugiro que você dê uma olhada diretamente no site oficial de migração na Suécia http://www.migrationsverket.se/English/Private-individuals.html.
      Puss! 😉

  8. Olá Vânia, pretendo terminar medicina e ir morar ai ou na Finlândia, e gostaria de saber se aceitarão, se eu posso ir pelos 3 meses e nesse período conseguir um trabalho com o governo, e se eu conseguir o trabalho já ganho o visto permanente de trabalho, e se o salário de médico dar para viver tranquilamente aí.

    Não gosto de calor, nem de muita bagunça e aí me parece um país tranquilo.

    Desde já, grato !

    1. Olá Flávio, seja bem-vindo!
      Eu não conheço como é a área de medicina na Suécia, mas até onde sei, diplomas de países fora da Europa precisam ser validados, principalmente na área da saúde. Se a sua grade horária/matérias for compatível com o que é lecionado nas faculdades de medicina da Suécia seu diploma será aceito e você deverá fazer um tipo de estágio. Agora, se não for compatível você irá complementar os seus estudos em uma universidade sueca e as aulas serão ministradas em sueco. É importante você saber que a área da Saúde exige total domínio do idioma sueco.

      Na minha experiência pessoal acho muito difícil você conseguir um trabalho em 3 meses. Pergunte a si mesmo, “por que o governo ou qualquer entidade na área da saúde irá contratar alguém que não tenha um diploma validado pelo Ministério da Educação e que não fale sueco?”. Não quero te desanimar! Longe de mim, tá? Mas essa é a realidade do país. Talvez seja mais interessante você começar a procurar desde já por programas que são destinados a estudantes de medicina ou médicos em formação para fazer algum tipo de estágio por aqui.

  9. Olá, Vânia! Td bem? Em agosto me mudo p Estocolmo onde farei mestrado. Tenho dupla cidadania, passaportes brasileiro e alemão, porém nunca vivi na Alemanha. Comprei passagem só de ida (consegui com milhas), será q há algum problema na imigração no aeroporto? Já morei na Europa e fui a vários países e nunca tive problema, mas não sei como é na Suécia… Outra coisa é esse número nacional sueco, q pelo q eu li eu teria q ter uma carteira alemã, acontece q eu moro no Brasil, vc conhece algum caso similar de pessoas com passaporte europeu?
    Muito obrigada!

    1. Olá Maria, seja bem-vinda!
      Você me fez uma pergunta difícil, hein? Eu realmente não sei qual é o procedimento para o seu caso em específico. O que posso dizer é que mesmo você tendo cidadania europeia na Suécia, você só conseguirá tirar o personnummer se possuir um emprego, ou seja, uma fonte de renda para se sustentar por aqui. A cidadania europeia te permite entrar no país sem maiores burocracias, mas sem emprego fica difícil permanecer em solo sueco. Como não conheço ninguém com uma situação parecida com a sua, fica difícil eu te ajudar. Para sua segurança (e informações corretas) eu sugiro que você entre em contato diretamente com o Departamento de Migração da Suécia, pois como não sou especialista no assunto, posso passar alguma informação errada. O link é esse aqui: http://www.migrationsverket.se/English/Private-individuals.html
      Abraços.

  10. Vânia, eu queria uma informação. Eu e meu noivo sueco já demos entrada no meu visto de sambo. Mas ouvi dizer que devido o problema com os refugiados sírios, o visto pode demorar até 24 meses para sair. (Meu Deus!!) Se eu já dei entrada no meu visto e estou aguardando resposta da Migrationsverket, eu posso mudar e exceder o prazo limite de permanência legal de 3 meses? Demos entrada em março e quando eu meu mudar em Agosto estaremos com 5 meses de espera pelo visto.
    Eu já pedi para meu noivo verificar estas informações, mas ele é tão cabeça fria que acha que temos muito tempo ainda. E eu fico aqui arrancando cada pelinho de tanta preocupação.

    1. Olá Tatiane!
      Olha, você pode ficar na Suécia sem visto por 90 dias. Se quiser prorrogar por mais 3 meses você deve entrar em contato com o Migrationsverket. Entretanto, você precisará comprovar que tem meios financeiros para ficar no país por esse período. Se eles decidirem que não irão prorrogar o prazo você precisa retornar ao Brasil imediatamente. Agora, se eles aprovarem, você pode ficar por mais 90 dias. E aí passando esse prazo total de 180 dias você precisa ir embora. A espera do visto não pode ser feita aqui, tá? E sim, a prioridade é dos refugiados e as demais pessoas que não se enquadram nesse tipo de visto entram na fila como um simples mortal. Sendo muito sincera contigo, duvido que eles irão antecipar o teu visto.

      Mas olha, para questões de visto eu recomendo que você fale diretamente com o Migrationsverket, porque como mencionei no texto não sou especialista no assunto.

  11. Olá Vânia,
    Tudo bem?

    Já morei por 4 anos na Dinamarca e sempre ouvi dizer que tirar vistos permanece na Suécia é bem mais fácil, por razões pessoais voltei ao Brasil, porém eu estudava na Dinamarca e perdi o meu visto de estudante, pretendo voltar a estudar na Escandinávia e talvez seja uma melhor opção a Suécia para conseguir com mais facilidade um visto permanente após os estudos…
    Você sabe dizer se somente morando com alguém depois de um tempo se ganha um visto ou se apenas morando legalmente por alguns anos já liberam o visto?

    Tusind tak og vi Ses!!

    1. Olá Maurício!
      Eu não conheço o processo para tirar visto na Dinamarca e como não sou especialista em visto na Suécia, acho meio complicado te passar alguma informação. Vai que eu te informe errado, né? Mas o que posso dizer que na Suécia não é fácil. Visto permanente só é concedido depois de 4 anos e você precisa provar que tem um emprego, ou seja, a empresa deverá participar do processo para essa solicitação. Agora, se você já está envolvido com alguém sugiro você falar diretamente com o seu parceiro, porque ele pode te ajudar a resolver isso. 😉

  12. Bom dia Vânia!
    Vê se pode me ajudar com essa dúvida, irei me casar com uma brasileira que tem dupla nacionalidade, ela é brasileira/sueca e reside na Suécia, pois irei me casar via procuração ela na Suécia e eu no Brasil, gostaria de saber se demora algum tempo para mim obter o visto para poder ir para lá, pois irei ter provavelmente dupla nacionalidade, poderia me ajudar com essa dúvida?

    1. Alexandre, eu não sou especialista em visto e sinceramente não tenho ideia de quanto tempo pode demorar e quais são os trâmites a serem realizados para quem se casa por procuração.
      Nesse caso sugiro que você veja diretamente com a sua parceira (já que ela mora na Suécia e está envolvida no processo) ou com o Skatteverket, pois eles poderão te ajudar melhor que eu.
      Boa sorte!

  13. Olá Vânia , gostaria de saber uma coisinha , pretendo ir para a Suécia daqui 3 anos quando me forma na faculdade, com isso mantendo uma amizade via internet com um cidadão que mora aí a uns quatro anos, caso eu vá para a Suécia se eu morar com ele (como amigos) , eu me enquadraria no visto citado por você , de morar com alguém , de conhecer ele???? Digo isso pq já falei com ele e ele me disse que por a gente manter contato a mais de anos, isso me ajudaria a conseguir o visto , claro q morando com ele ?? E ae isso funciona? Vlw e adorei seu blog 😉

    1. Olá Polyana!
      Ter amizade com um sueco ou uma pessoa que more no país não te dá o direito a tirar o visto. Imagina só, quantas pessoas estão na mesma situação que a sua. Se fosse fácil assim muita gente já teria se mudado para a Suécia e eu já teria trazido a minha mãe para cá, que é da família. Concorda? Você precisa se encaixar nas situações que eu cito no texto. E quando digo morar, significa dizer que você tem um relacionamento sério com ele, entendeu? Sinto em te informar, mas seu amigo não manja nada das leis suecas rs. Se você tiver dúvidas dá uma olhadinha no site oficial de migração da Suécia e você verá que o que escrevi aqui (resumidamente) é o que consta no site. Valeu pelo carinho! Puss! 😉

  14. Ola! Vânia Romão prazer! obrigado por sua informacao realista e objetiva verdadeira me ajudou muito a ser mais sensato e nao emocional em relacao a ir para a Suecia terra dos vinkings 🙂

  15. Gente … é muito fácil mostrar um país com toda sua glória, mas disseram nessa reportagem as coisas ruins também de viver na Suécia? Disseram que os suecos são pessoas racistas, que não empregam pessoas estrangeiras para trabalhar com eles, que estrangeiros são apenas para vender salsichas e pizzas, limpar rua e dar faxina? Disseram que os suecos são extremamente arrogantes, que se acham mais inteligentes, que acham que só eles fazem as coisas certas e que não gostam de se misturar com pessoas estrangeiras? Disseram que suecos são pessoas frias, sem charme, sem humor e calados? Que aceitam ser convidados para festinhas na sua casa, mas nunca te convidam para a festinhas deles? Que quando vc convida eles para jantar na sua casa, a resposta que vc recebe: “comer de graça não se diz não”? Que quando se serve comida gostam de aproveitar e comer mais que precisam? Que bebem e ficam bêbados até cair? Moro na Suécia e tenho uma raiva dessa gente … nossa como eu detesto suecos e não aconselho nenhum brasileiro a vir para cá, porque a sua vida será de repente barrada. Se vc não tiver sorte, não tiver dinheiro para montar sua firma e tudo der certo, se vc não tiver um monte de amigos brasileiros para te fazer companhia, vc viverá em completa solidão, se achando uma merda, com a auto estima na lama e vc vai ver todos os seus sonhos serem destruídos por essa gente racista, desgraçada! Detesto a Suécia, detesto suecos e não vejo a hora de arrumar um jeito de sair desse país de merda, frio, chato, longe desses racistas, bebuns, nojentos, arrogantes, ignorantes, sem graça que adoram te fazer se sentir como vc não deveria ter nascido! Odeio esse país, odeio de coração!!!!! 🙁

    1. Hahaha… desculpe estar rindo, mas é que já recebi mensagens com o mesmo tipo de comentário que o seu. Do jeito que as coisas estão indo no Brasil, só Jesus na causa. Mas falando sério… é muito triste ver em que situação o nosso país chegou. Sempre assisto ao jornal da cultura e cada vez mais fico estarrecida a que ponto o Brasil chegou. É dar pena! 🙁

      1. Eu, de longe, tb fico chocada com as notícias. Por vezes, já me perguntei se era mesmo verdade. Já me perguntei se é pq as pessoas e o jornalismo gosta deste tipo de notícia. Já me perguntei se é influência americana… Não encontro resposta.
        Lembro-me de um Brasil que não era assim, na minha infância, meados dos anos 70. Depois foi piorando….
        A vida perdeu o seu valor no Brasil.
        Há violência, há assalto, há violência doméstica, em países da Europa tb, mas nunca ao nível do Brasil. Mesmo dando o desconto das suas dimensões.
        Abraços, Vânia

  16. Olá vânia.. Estive fazendo pesquisas na internet… E achei varios sites dizendo que não precisa de visto para passear na suécia, isso é verdade mesmo? Obrigado

    1. Olá Gilmar!
      Para passear você não precisa de visto e pode permanecer no máximo 3 meses nos países que fazem parte do acordo de Schengen. Lembrando que durante esse período você precisa ter meios financeiros para se manter no país que está visitando. No caso da Suécia você precisa de 450,00 coroas suecas (cerca de 50 euros) por dia. Se vir acompanhado considere esse valor por pessoa.
      Puss! 😉

  17. Vania,
    Gostaria de informações sobre curso de ingles na Suécia, mais especificamente na região de Linkoping. …existem escolas de inglês ….não acho nada pela Internet
    Obrigado

    1. Olá Paulo!
      Uma das escolas que oferecem curso de inglês é a Folkuniversitetet (http://www.folkuniversitetet.se/In-English/). Porém, pelo fato de ser particular, o ensino é um pouco diferente quando comparado com o Brasil e outras escolas localizadas em países cuja língua seja o inglês. Falo isso porque já estudei nessa escola e achei o método de ensino bem light e não me agregou muito.
      Puss!

  18. bom dia vania, adorei seu blog, me esclareceu muitas coisas. entao, eu nao vi a reportagem na rede globo, mas sei por pessoas que conhecem como é a suecia, mesmo sem ter ido, e foi ai o interesse de morar la com minha familia. mas pelo que li no blog, vai ser dificil. a unica opção que se enquadrou foi a de ter um laço afetivo com um sueco, o que tambem nao sei como posso fazer isso. trabalho ate pode ser, vc sabe de algum site seguro que faz a contratação? sou formada com licenciatura em educaçao fisica pela acm de sorocaba, e estudante de ciencias contabeis (3ºano). agradeço por demais se poder me ajudar nesta parte tambem. um abraço. deus abençoe.

  19. Parabens Vania pelo seu blog,muito bom tudo q vc escreve e uma coisa concordo com vc nao e tao facil ir pra outro pais e principalmente em casos como os nossos (q n somos casadas ou temos namorado suecos kkk)

  20. Vânia sou apaixonado pela suecia e sua cultura,ms n conheço ninguém aí e n tenho propostas de emprego ms tenho como me manter aí por um tempo até achar emprego o que vc acha que w devo fazer e possível eu conseguir visto permanente?

    1. Olá Vinicius, seja bem vindo!
      Cara, preciso ser sincera contigo. Sem visto nada feito. Se você não se enquadra nos tipos de visto que mencionei no texto, infelizmente, você não tem como morar na Suécia, mesmo que tenha condições financeiras para isso. Visto permanente só é dado para quem veio a trabalho e já mora há mais de 4 anos no país ou no caso de ter vindo por laço familiar (ter um parceiro sueco).

  21. Olá Vânia!
    Sobre literalmente morar na Suécia, você sabe dizer algo sobre a espera para alugar uma apartamento/casa? Pelo que tive de informações, me parece que em alguns lugares as pessoas esperam por anos para conseguir alugar uma casa/apartamento. E poucas pessoas estão interessadas em vender uma casa/apartamento.
    Sabe me dizer se isso é correto ou onde posso buscar mais informações?
    Desde já, muito obrigada pelas informações e parabéns pelo blog 🙂

    1. Olá Cris,
      Estou escrevendo um texto sobre isso onde irei compartilhar a minha experiência com moradia na Suécia. Mas é isso mesmo. Conseguir uma moradia pode levar anos para um contrato de primeira mão. Agora, com relação à venda, há pessoas interessadas em vender sim, basta você ter dinheiro. Só que o lance por aqui funciona com bid. Quem dá o maior lance leva. Terá post sobre isso também. Estou apenas organizando as informações.
      Valeu pelo carinho! Puss 😉

  22. Vânia, gostaria de lhe agradecer pelas informações valiosas.
    Seu blog é muito rico em conteúdo e acima de tudo INSPIRADOR.
    Abraço!

  23. Oi Vânia, adorei teu blog, teu nome é igual o da minha irmã que já faleceu infelizmente, com 37 anos de câncer. Por isto acho que me sinto a vontade de falar contigo. Assisti sim a reportagem que passou no Brasil sobre este país e me chamou a atenção, tenho 47 anos e sou Assistente Social, trabalho como funcionária pública estadual e penso muito em me aposentar e ir trabalhar e morar neste país. Mas como trabalho na saúde e teria 55 anos quando poderia ir para este país, gostaria de te perguntar: se o campo (vaga) para assistente social no país e se a idade vai ser um problema para arrumar emprego neste país. Bjs e obrigado.

    1. Olá Elonir, muito obrigada pelo seu contato!
      Sinto muito pelo que aconteceu com sua irmã 🙁
      Com relação a morar a trabalhar na Suécia, um dos primeiros passos é você conseguir o visto para isso. Sem isso nada feito. Por acaso você chegou a entrar nos links que deixei nesse texto? Se por acaso você não o fez, eu super recomendo que o faça. Você precisa ver se está dentro do perfil para requerer o visto. Agora na área de assistência social eu não conheço absolutamente nada e por essa razão não terei como ajudá-la. Vou enviar um e-mail para ti com alguns direcionamentos, ok?!
      Puss!

  24. boa tarde Sra: Vânia. Me diz uma coisa so por curiosidade, nao vi negros nesse lindo país. Ha possibilidade de um NEGRO mora ai. Desde de ja agradeço.

  25. Eu tenho cidadania européia e já morei em Londres uns anos atrás. Eu gostaria de morar na Suécia, porem hoje eu sou mae solteira de dois meninos, se você puder me ajudar a planejar minha ida ate ai agradeço. Gostaria de saber como são as escolas, como faco para trabalhar e com quem deixar os pequenos, afinal tem anos q não falo inglês e já estou sem noção do idioma.

    1. Olá Carolina!
      Antes de qualquer coisa é super importante você dar uma lida nas regras de imigração para quem tem cidadania europeia, pois até onde eu sei o ingresso como morador/habitante no país não é automático. Eu recomendo que você dê uma lida no site oficial do Departamento de Migração Sueco. O link é esse aqui: http://www.migrationsverket.se/English/Private-individuals.html

      O ensino é gratuito desde que os pais e as crianças sejam regularizados no país e possuam o personnumer. A informação está nesse post! 😉

      Há creches espalhadas por todo o país. Porém, como não tenho filhos realmente não conheço o funcionamento delas.

      Mas preciso ser sincera contigo. Por favor, não me leve a mal, tá?! Sem inglês e sem sueco dificilmente você conseguirá um emprego por aqui.

  26. Ola Vania, meu nome e Rafael sou formado em técnico em edificações, e preciso da sua ajuda, sei falar sueco e francês fluente, tenho 20 anos e estou terminando o processo de cidadania italiana, e pretendo morar na suécia.
    primeiro gostaria de saber se o meu curso vale algo ai e qual o salario ai pra minha área.
    outra coisa, e que quero fazer faculdade de arquitetura por ai, mas todas que procuro são em horário integral. enfim gostaria de saber se você conhece alguma faculdade ou universidade dai que eu possa estudar de noite, para trabalhar de manha e de tarde para me manter, caso contrario gostaria de saber se o governo da alguma ajuda financeira a estudantes da UE, desde já agradeço, e pego por favor sua ajuda pois to procurando essas informações a semanas e não acho, vlw

    1. Olá Rafael!
      Obrigada pelo seu contato. Como você me enviou um e-mail também, acabei de responder para ti.
      Espero que te ajude a clarear um pouco as ideias. Boa sorte!
      Abraços.

  27. Vânia, adorei seu post, eu estudei inglês na Suécia em 2009 pois tenho uma prima que mora ai faz um tempo ja. Isso que se é apegado a família não deve se arriscar é a mais pura verdade, eu senti na pele tinha 19 anos e não aguentei e voltei pra trás… hoje com 25 anos decidi voltar pra estudar ai na Suécia estou entrando em contato com o consulado para saber se com a minha prima morando ai eu tendo residência fixa fica um pouco mais facil.

    1. Olá Vivian, seja bem vinda!
      Que legal saber que você já esteve por essas bandas e que pode comprovar com seus próprios olhos o que eu mencionei no texto.
      Espero que você consiga o seu visto e dessa vez não volte para trás. Boa sorte! 😉
      Puss!

  28. To indo para a Suécia em abril. Mas a passeio. Além de Estocolmo, que outras cidades eu ñ posso deixar de conhecer? E seguro viagem? Vi que é obrigatório. Alguém me indica uma boa empresa? beijos.

    1. Olá Cláudia, seja bem-vinda!
      Nas proximidades de Estocolmo eu recomendo que você visite Sigtuna, que é a cidade mais antiga da Suécia. Se você tiver um pouco mais de tempo, seria bacana você se deslocar até Gotemburgo, que é a segunda maior cidade do país e aproveite para visitar o arquipélago de lá que é bem bonito. Se puder vá também à ilha de Marstrand. Pegando um ônibus da Centralstation em Gotemburgo você chegará a essa ilha em mais ou menos uma hora. Dá para passar o dia tranquilamente por lá, especialmente no verão. Com relação ao seguro saúde eu realmente não conheço nenhum para indicar.
      Bom, espero que tenha te ajudado.
      Puss! 😉

  29. Feliz ano novo, Vânia!

    Não sabia desse programa da Globo e imagino que você deva ter sido bombardeada pelos curiosos de plantão. Muito esclarecedor seu post. São coisas tão básicas, mas que muitas pessoas ignoram mesmo, infelizmente.

    1. Olá Aninha, feliz 2015 pra ti também!

      Olha, bota bombardeio nisso. Acredite, mas até hoje continuo recebendo mensagens por causa do programa. E o programa foi feito para “turista ver” e não para quem quer morar. Foi meio superficial, sabe. Só espero que as pessoas agora consigam entender pelo menos por onde devem começar.

      Puss!

    1. Oi Weverson!
      Você me perguntou isso por e-mail também e foi como eu respondi na época, depende muito de cada caso. Para quem quer se mudar devido a uma relação esse prazo varia de 03 a 08 meses.

  30. Nossa Vânia,
    Quer conhecer os caminhos da pedra é ir mora fora não é mesmo? Mas preciso dizer que a Suécia está muito mais avançada que a Alemanha nossa aqui é tanta burocracia (acho que justamente para tentar te desanimar da aventura).
    Mas a verdade é que se fizermos tudo direitinho no final tudo da certo não é mesmo?
    Aproveito para desejar a você e sua família um maravilhoso 2015!
    Um beijo

    1. Lolita!
      E como, viu?!
      Mas ainda existem pessoas que pensam que podem atravessar o oceano e que sem visto poderão “conquistar o mundo”. Ledo engano, né?!

      Um excelente 2015 para ti também! 😉

      Puss!

  31. Se continuarmos nesses descaminhos por aqui, em breve o asilo se encaixará nas possibilidades dos brasileiros. Mas o importante é saber a resposta de outra pergunta que não quer calar: como você tá?

    1. Hahaha… Mariel, você é simplesmente D+.
      Eu estou bem. Tentando retomar algumas coisas e acho que para esse ano eu irei desenrolar muitas coisas da minha vida. 🙂
      Espero que esteja tudo bem contigo também! 😀
      Puss!

  32. Querida Vânia.

    Mais uma vez ,agradeço os esclarecimentos por ti publicado.E não poderia deixar de comentar,pois você tem nos ajudado muito.Como vc sabe,estamos tentando,tentando ,enviar nossa filha que é ARQUITETA,com experiência comprovada,é Light Designer,com dupla cidadania.Mais tudo tem sido muito difícil,apesar de termos todas as documentações,como é difícil.Somos brasileiros,desamparados pelo governo,que não valoriza seus profissionais em nosso País.

    Realmente,a Tia Globo,deve ter causado muitos problemas,pois só mostraram o BELO,mas não falaram das dificuldades desse País ,que realmente é lindo,mas com seus graves problemas,em relação aos estrangeiros.

    Adorei seu relato,franco e sincero.Sei disso pois estamos vivendo o que realmente você escreveu.

    Como é caro para nós brasileiros viver nesse seu novo País.O quanto deve ter sido difícil para vocês se adaptarem.

    Estamos de BOCA ABERTA em relação à moradia,vaga para KTH,enfim creio que não poderemos bancar a ida de nossa filha.Nos preocupamos com a escuridão e o frio,conforme o comentário acima.Vivemos num País tropical,caloroso e amigável (apesar de todos os problemas que o Brasil está passando).

    Bem,minha amiga,fica mais uma vez o meu agradecimento e carinho por seu trabalho e por você.Não se esqueça,que quando vier ao RJ vamos tomar um café juntas.

    Beijos.

    Luciane Blanco

    1. Oi Luciane!

      Fico feliz em saber que eu estou te ajudando de alguma forma. Não conheço tudo sobre a Suécia e estou longe de dominar todos os assuntos que envolvem esse país. Bom, mas pelo menos sei o caminho das pedras de alguns para ajudar a desenrolar o meio de campo.

      É uma pena que na televisão brasileira existam programas que façam lavagem cerebral. Mas é isso que dá ibope, né?! O que foi mostrado não deixa de ser verdade. É um país ótimo para se viver, tem benefícios para lá de interessante, porém, nem tudo são flores. O programa só mostrou o país no verão. Não falou das dificuldades para quem é estrangeiro, não mostrou como é o inverno, não mostrou como é o mercado de trabalho e tampouco mencionou a política e o partido xenofóbico que tem aumentado a aceitação pela população. É uma pena!

      Vamos ficar na torcida para que sua filha tenha a oportunidade estudar na KTH, pois é uma excelente instituição.

      Mais uma vez obrigada pelo seu comentário e por todo o carinho que você demonstra comigo e com o bloguitcho.

      Puss! 😉

      1. Oi Karine!
        Se você se enquadra em um dos perfis que mencionei nesse texto você pode requerer o visto, caso contrário ficará difícil você se mudar para a Suécia.

  33. Oi Vânia!
    Parabéns pela coragem de viver fora e por este post.
    Depois da tal reportagem da Globo, q ainda não vi, mas pretendo vê-la, pq tb pessoas conhecidas falaram-me sobre a maravilhosa Suécia.
    E ao ouvir falar da tal reportagem da Globo, logo perguntei se citaram a atual crise política q vive o país, com o crescimento da extrema-direita q não gosta de estrangeiros oriundos de fora da Europa, e o número crescente de refugiados q vem recebendo (e outros países europeus tb) , e se falaram da Suécia fria e com pouca ou reduzida luz solar do inverno, se falaram na dificuldade de se aprender uma língua com origem germânica…
    A resposta foi não a tudo.
    A Suécia é um belo país , um país civilizado e com qualidade de vida, apesar da sua última baixa nota em educação no último relatório do PISA, ficando abaixo de países como Portugal e Irlanda.
    Mais como todo grande país, uma coisa é falar da realidade que se vive em Estocolmo e outra é viver para o Norte, em Kiruna, por exemplo, qdo no auge do inverno só se tem uma hora de luz solar e olhe lá!
    Então, para quem vem de um país tropical e cheio de calor humano tem q pensar bem. Tem que ir documentado, legalizado, com proposta concreta de trabalho e q venha a valer a pena, o grande choque que sofrerá da temperatura, da indiferença q irá te cercar.

    Tirar esta identidade aí, imagino que não é fácil, pois tenho duas experiências pessoais na Europa e não foi fácil, nem barato.
    Acrescentaria a tudo que informou, se me permite, apesar de não viver na Suécia, é que todos os documentos brasileiros devem passar no Consulado do país de destino no Brasil.
    E, no caso de um contrato de trabalho na Suécia, atenção ao pedido de equivalência de curso. Para alguns cursos concluídos no Brasil é capaz de não concederem equivalência devido a diferença de realidade, programa, caso de formandos em História, Turismo, Agronomia, …
    Não sei se é o caso na Suécia, mas em alguns países europeus e para o exercício da profissão, como acontece para o exercício da Medicina é necessário criar empresa em nome individual, então prepare-se pq o primeiro salário só dentro de 3 a 4 meses.
    Falei demais!:-)
    Bjs

    1. Sil, estava para escrever esse post há muito tempo, mas nunca sobrava tempo. Porém, depois do programa precisei correr atrás para diminuir um pouco a quantidade de mensagens que estava recebendo. Pelo menos assim, acredito eu, as pessoas poderiam saber por onde começar.

      Não foi citado absolutamente nada. Apenas mostraram a Suécia linda e maravilhosa do verão. O que não deixa de ser. Pelo que assisti, o programa foi voltado para o turismo e não para quem realmente mora no país. O problema é que a reportagem foi feita de tal maneira que passou a ilusão de que tudo é 100% maravilhoso. Bom, a gente sabe que não é bem assim. Mas o que me assustou foram as pessoas não conhecerem nem ao menos o que é necessário para morar aqui, como o visto, por exemplo.

      Você fez uma colocação importante sobre a validação do diploma. Isso também é requerido na Suécia e nem sempre os cursos ministrados no Brasil conseguem a equivalência no Ministério da Educação na Suécia. Muitas pessoas precisam complementar os estudos e isso leva tempo. E a complementação ainda é em sueco. Então, já viu…

      Obrigada por compartilhar sua opinião e enriquecer esse espaço com seus pitacos rs.

      Puss!

      1. Oi Vânia,
        Acabo de rever uma palavra q me deu saudades…pitaco.:-) 🙂
        Hummm…acho q em parte foi voltado ao turismo, mas acho q houve outras intenções como ideias que podem e já deviam ter sido utilizadas em todo o Brasil, como a reciclagem ampliada e a horta comunitária, por exemplo. E, outra intenção q senti embutida foi o incentivo a emigração, devido as atuais dificuldades económicas q estavam debaixo do tapete em Brasília. 🙂
        Bjs e aparece no meu modesto blog para pitaquear Tb 🙂

  34. Nossa Vânia, você também está tendo problemas com a tia Globo? Nossa, como o número de pesquisas e perguntas tem aumentado. Eu não sei o que acontece que o povo coloca a vida deles nas mãos dos outros pelo simples fato de terem preguica de pesquisar… Já escrevi sobre isso também e pretendo escrevevr um pouco mais… vamos ver quando esta onda acabará…
    Beijos!

    1. Oi Karine!
      Acho que todas nós que temos blogs sobre a Suécia passamos por isso, não? Meu e-mail bombou como nunca depois do programa. A gente sabe que foi mais um programa para turista ver e não para quem quer realmente morar. Ah, se fosse fácil assim… todos os brasileiros estariam na Suécia rs.
      Puss!

    2. Como são os bairros inteiramente muçulmanos ai,eu vi em vários sites videos noticiários são os responsáveis pelos crimes ai e principalmente Estupros, e que eles são parasitas do benefiçios sociais e ainda não se adaptam de jeito nenhum

      1. Estupros aumentaram quase 3 mil porcento com essa gente muçulmana chegando aqui. Teve uma moça, sueca, que foi estuprada 3 vezes na mesma noite por muçulmanos refugiados! Foi pedir ajuda depois do primeiro ataque e um grupo de imigrantes estuprou a moça, depois foi pedir ajuda a segunda vez e a mesma coisa aconteceu. Teve uma que foi estuprada no navio para a Finlândia por um grupo de Eritrianos, nossa senhora … meu DEUS … a mulher ficou coberta de sangue da cabeça até os pés, parecia que tinha sido atropelada por um trem! Esses muçulmanos vão criar muito mais problemas que isso … e como … Em certas áreas a polícia não entra por causa da violência. Certos bairros de Gotemburgo é só imigrantes muçulmanos e é super perigoso. Os mendigos da Romênia, também virou outro problema, fazem suas necessidades físicas nas ruas, invadem casas de veraneio que estão fechadas, invadem terrenos e criam favelas, espalham lixo para todos os lugares, ficam o dia inteirinho pedindo esmolas … eles invadiram a Europa inteirinha … Casas e apartamentos estão sendo roubados a torta e a direita e a polícia sueca são uns bundões, não resolvem nada. Mais de 99% dos crimes não são resolvidos … O que tinha de bom na Suécia já era …

Faça a teimosa feliz. Comente!