Cafè Pascal: uma das melhores cafeterias de Estocolmo

Em qualquer lugar que se vá em Estocolmo você encontra uma cafeteria. Com tantas opções disponíveis, o meio de campo acaba ficando embolado quando se tenta escolher qual a que tem o melhor café, as gordices mais sensacionais, o público mais legal e o ambiente mais aconchegante.

E eu sou do tipo de pessoa de que quando gosta de um lugar, gosta de verdade. Mesmo tendo em mãos um leque de cafeterias para visitar eu sempre acabo optando por aquela que eu já conheço e que possui alguma guloseima que me faz salivar de amores.

Porém, procuro estar aberta a novos sabores e lugares diferentes, principalmente quando as indicações vêm de amigos que moram na cidade. E é tipo uma corrente, sabe. Um vai indicando para o outro e quando a gente percebe já se alastrou aos quatro ventos.

E é exatamente isso o que eu pretendo fazer, principalmente para quem está em Estocolmo ou pretende passar as férias na capital.

A cafeteria

Na semana passada uma amiga além de ter me indicado um novo lugar, ainda me levou para conferir de pertinho o Cafè Pascal.

Comandada por três irmãos que gostam de um bom café, prezam pela qualidade de seus produtos e curtem um ar artesanal como ninguém, a cafeteria inaugurada em março de 2014 é um das queridinhas do paladar sueco.

Mesmo com pouco tempo de existência o jornal local DN.STHLM a elegeu como uma das melhores cafeterias da cidade.

O ambiente

O ambiente é totalmente rústico com suas paredes de concreto e tijolinho à vista, o piso em madeira escura remete a um lugar antigo e bem conservado, o que acaba deixando tudo muito mais acolhedor.

IMG_2895

IMG_2896

IMG_2905

IMG_2902

A cafeteria é frequentada por quem realmente mora na cidade e eu acredito que dificilmente se vê turistas nela. O público é dividido entre famílias, amigos, casais apaixonados e estudantes universitários. Aliás, muitos estudantes. O motivo? Ela está localizada nas redondezas de um dos campus da Stockholms universitet. Além desse ambiente para lá de sueco, ainda tem a facilidade de ter wi-fi gratuito.

IMG_2906

As comidinhas

A maioria dos produtos vendidos vem de um lugar chamado Dessert & Choklad Stockholm, que nada mais é que um dos responsáveis por fazer as sobremesas para o Prêmio Nobel. Isso sem dúvida já acaba garantindo uma excelência na qualidade dos produtos comercializados, não é mesmo?

O cardápio conta com um pouco de tudo. Tortinhas, croissants, pães, bolinhos de canela e cardamomo, sanduíches, chocolates, saladas, sopas e alguns pratos quentes. Pelo que vi tanto na vitrine quanto nos pratos desfilando pelo corredor, tudo parecia estar com uma cara ótima.

IMG_3721

IMG_2898

IMG_2899

IMG_2900

IMG_2901

A minha experiência

Como não estava com fome eu ataquei um delicioso rulltårta (rocambole) de framboesa com um toque de chantilly.

IMG_2893

Sou tão viciada em framboesa que me joguei num néctar de mesmo sabor, só para deixar a minha tarde toda “combinandinha”. E a surpresa não poderia ter sido diferente. O melhor suco de todos os tempos que eu já tomei. Escolhi um de garrafinha mesmo, já que por essas bandas não é comum tomar suco da fruta fresca. Para o meu paladar o sabor estava simplesmente divino.

IMG_2904

A minha amiga encarou algo de mais sustância: uma caesar salad. Quando eu vi o prato chegando meu olho cresceu de tal maneira, que eu queria me jogar nele. Cara de apetitoso e sem miséria!

IMG_2892

Essa cafeteria tem um bom serviço, os funcionários são simpáticos, o design interior é bacana e o ambiente bastante acolhedor. Mas tem um porém. O preço. Se pensar por ser Estocolmo eu diria que é até normal, mas conhecendo como sou, eu digo que o preço é salgado. Esse suquinho da felicidade que tomei custou 55 coroas (em torno de R$ 20,00) e o rocambole 32 coroas (R$ 10,00). A caesar salad custou nada menos que 115 coroas (R$ 40,00).

Além disso, o espaço também não é tão grande assim. Dependendo do horário que você chegar poderá encontrar uma cafeteria bem lotada. Minha amiga e eu chegamos por volta das 14 horas e pra nossa sorte havia somente uma mesa disponível. Lá pelas 15 horas é que o negócio começou a ficar um pouco mais tranquilo.

Mas é assim, para quem mora na cidade e quer ir de vez em quando eu acho super válido porque a qualidade dos produtos é perceptível aos olhos, ao paladar e, consequentemente, no bolso. E para quem está de passagem por Estocolmo minha recomendação é que você tente fugir um pouco dos locais turísticos de sempre para comer. Se aventure pela cidade e descubra o prazer de comer como um verdadeiro “local”.

Pretendo voltar lá e descobrir o que há de mais interessante no cardápio, até porque deixei o maridão com água na boca. Isso sem dizer que é uma das melhores cafeterias que conheci nos últimos tempos.

IMG_2908

Vale a pena conhecer, você não irá se decepcionar.

Cafè Pascal
Website: http://cafepascal.se/
Endereço:  Norrtullsgatan 4 (a estação de metrô mais próxima é a Odenplan, na linha verde)
Horário de Funcionamento:
2a. a 5a. feira: 07.00 – 19.00
6a. feira: 07.00 – 18.00
Sábado e Domingo: 09.00 – 18.00

Vi ses… hej då! 😉

UPDATE: Experimentei a sopa do dia em outras oportunidades e não me arrependi. Cremosa, saborosa e bem apresentada.

IMG_3678

10 pensamentos

  1. Vânia, que coisa linda esses doces *-*
    Adoro saber todos os detalhes do lugar mesmo sabendo que está tão tão distante de mim e provavelmente não vou conhecer pessoalmente… hehehe! As fotos ajudam bastante pra gente ficar salivando e sentindo um pouquinho do clima!
    Pena o preço ser salgado, mas é válido já que a qualidade parece ser mesmo excelente!

    Beijos!

    1. Olivia, bota lindo nisso 🙂
      Por sorte eu estava com o celular para poder fotografar e assim essa experiência acabar virando um post. Nem imaginava que o lugar seria tão bom. Testado e aprovado!
      E saiba que nada é distante nessa vida… tudo pode acontecer. 😉
      Puss!

  2. Nossa Vânia, quanta gostosura! Babei só de olhar as fotos! Parece tudo tão perfeito! Adoraria conhecer, quem sabe um dia! Beijosssss! 🙂

    1. Célia, tenho de ser sincera. As fotos não fazem jus ao que vi nessa cafeteria. Fiquei com vontade de atacar tudo haha. Da próxima vez que eu for até lá, irei aproveitar muito mais. 🙂
      Puss!

  3. Oi Vânia,
    Fiquei cheia de água na boca. Maldade! 🙂 Não saberia o q escolher pelas fotos, mas a salada estava perfeita para os olhos.
    Achei o preço do néctar salgado, mas como me parece q foi exportado de França, então dou o desconto. A salada tá o preço praticado aqui no Norte da Bélgica. Onde comer fora de casa é caro.
    O café é Tb aqui uma paixão nacional, mas pelo menos aqui não sinto q seja muito bom, talvez pq seja café de filtro e eu estava acostumada com o café expresso.
    Aqui o café vai para uma média de 1,20€, ou seja, pouco mais de 3 reais.
    Imagino que Tb seja na Suécia o café de filtro, certo? Costumam colocar natas ? 🙂
    Abraços.

    1. Oi Sil,
      Você acredita que eu fiquei do mesmo jeito? Fiquei com aquela vontade de provar um pedacinho de tudo que vi por lá :-). E o néctar é da França mesmo… mas será que lá é tão caro quanto aqui? rs. Os cafés na Suécia variam bastante de acordo com o lugar e da forma que é feito. Praticamente todos os lugares têm o café de coador (o que eu particularmente acho horrível) e ele é mais barato. Mas as cafeterias também disponibilizam o espresso (ou seria expresso?) a um preço mais elevado. O sabor varia bastante, pois depende da qualidade do grão e da pessoa que o tira da máquina. Porque, olha, tem profissional aqui que consegue transformar um delicioso espresso em um horroroso “chafé”. rs
      Ah, e o que você quis dizer com “notas”? Tipo, classificação do grão? 🙂
      Puss!

      1. Em França deve ser mais barato. Eu vou ver se encontro por aqui este néctar. Tem linda cor. 🙂
        Pode-se escrever com s ou com x. É uma palavra estrangeira, acho q vem do latim. Com s é mais utilizado na Europa, e Tb na língua inglesa. Na língua portuguesa usa-se com x.
        Parece fácil, mas ‘tirar’ um bom café é uma arte, e precisa de conhecimento dos grãos, mas Tb depende da máquina, no caso do expresso.
        Aqui em casa temos 3 máquinas para formas de café diferente, não é amostração, é apreciação.:-) Afinal, o café Tb é uma das boas ‘marcas’ brasileira.
        Referi-me a natas. Não é classificação de grão. Muito utilizada pelos franceses, vem em pequenas cápsulas, mas Tb é vendida em garrafa. Não chega a ter a consistência do creme de leite, apesar das natas Tb ser conhecida por este nome. Em francês é lait pour le café.
        O café mais caro do mundo é um de Java, q é excretado por um animal. 🙂 🙂
        Bjs

        1. Engraçado isso com “x” ou “s”, né?. Em São Paulo as grandes cafeterias dizem que o correto é com “s”, pois indica que o grão é de qualidade e que o café é tirado da máquina de forma correta, enquanto que com “x” indica que o café é tirado rapidamente e sem a preocupação do aroma. 🙂

          Depois me conta se você encontrou o néctar, tá? 😉

          Puss!

Faça a teimosa feliz. Comente!