10 curiosidades sobre o Midsommar

Midsommar, ou solstício de verão, é um feriado nacional idolatrado no país e considerado uma das festas mais importantes do ano. Para os suecos é o primeiro dia de verão para curtir como nunca, regado a muita comilança, dança, cantoria e bebedeira.

Segundo a lenda, o Midsommar é um ritual pagão para celebrar a fertilidade da natureza no dia mais poderoso do ano, quando os elementos mágicos são mais fortes. Isso significa dizer que é o exato momento em que o Sol e a Terra estão no auge de seus poderes reprodutivos. Sexy, não?

Geralmente os feriados suecos são celebrados na véspera em vez de no dia (como acontece no Natal). Então, a festa acontece no Midsommarafton (a véspera do Midsommar). E o feriado acontece sempre na sexta-feira, que cai entre 19 e 26 de junho, dando aos suecos um fim de semana de três dias para apreciar devidamente o dia mais longo do ano.

Mas o que essa festa tem de tão especial? Basicamente a parte central da festa é a decoração, o levantamento do mastro, as músicas estranhas e as vestimentas tradicionais.

Curiosidades sobre o Midsommar na Suécia

E não para por aí. Aqui estão as curiosidades que giram em torno dessa celebração de arromba:

1. Cantar sobre sapos. Uma das canções mais populares fala sobre pequenas rãs (små grodorna).

“Små grodorna, små grodorna är lustiga att se.
Ej öron, ej öron, ej svansar hava de
Kou ack ack ack, kou ack ack ack,
kou ack ack ack ack kaa.”

“The little frogs, the little frogs are funny to observe.
No ears, no ears, no tails do they possess.
Kou ack ack ack, kou ack ack ack,
kou ack ack ack ack kaa.”

Adultos e crianças, idosos e adolescentes cantam e dançam como sapos ao redor de um mastro. Se alguém não realizar essa tradição, acredite, não terá um Midsommar adequado.

Curiosidades sobre o Midsommar na Suécia

2. Dançar ao redor do mastro. Chamado de majstången, o mastro é feito a partir de folhas, ramos, flores, fitas e duas argolas. Como na maioria dos costumes pagãos esse símbolo fálico representa a fertilidade e a força.

Curiosidades sobre o Midsommar na Suécia

3. Experimentar todo tipo de arenque (um tipo de peixe) em conserva. Arenque com mostarda, alho, creme de leite, temperado, misto e etc. Apesar da lista ser extensa, não é todo mundo que curte comê-lo.

Curiosidades sobre o Midsommar na Suécia

4. Cantar o tempo todo. Cantam para brindar, para comer, para dançar, para abraçar. Canta-se o tempo todo. Mesmo para aqueles que não sabem direito as palavras das canções, já que estão em sueco, basta fazer um murmurinho que está tudo certo.

5. Coroa de flores. As flores são uma parte importante, uma vez que se acredita que elas seguram a potência da magia nesse dia e podem trazer boa sorte e saúde. Existe até uma espécie de mito sobre a coroa que é o seguinte: se a pessoa pegar sete tipos de flores silvestres recém-colhidas e as colocar embaixo do travesseiro, ela irá sonhar com seu futuro amor nessa noite. Meigo, não?

Curiosidades sobre o Midsommar na Suécia

6. Morangos frescos. Há uma abundância de deliciosos morangos para a sobremesa. Não importa que seja com chantilly, em um parfait, em uma torta ou ao natural mesmo. Eles estarão presentes para saboreá-los.

Curiosidades sobre o Midsommar na Suécia

7. Batatas frescas cobertas de terra e prontas para serem limpas. Batatas novas são uma das peças centrais das refeições da comemoração e elas são servidas com a imensa variedade de arenque e ovos cozidos.

Curiosidades sobre o Midsommar na Suécia

8. Jogos em grupo. Como parte da festividade muitos amigos e famílias jogam vários tipos de jogos. E se a galera estiver entornando os canecos, os jogos ficarão mais engraçados ainda.

Curiosidades sobre o Midsommar na Suécia

9. Altas doses de álcool. Algumas bebidas chegam a ter em sua composição cerca de 40% de álcool, o que os deixam mais felizes, abertos e gentis ou até mesmo em coma alcoólica. Às vezes chega até a ser um choque ver como os suecos se embebedam nesse dia.

10. Sexo. Depois de tanta bebedeira é natural que isso aconteça, não? E a galera bota pra quebrar. Vale canguru perneta, malabarismos no lustre, subidas pelas paredes e tudo o que a imaginação mandar. Sem nenhum pudor ou frescura. Afinal, ninguém irá se lembrar mesmo. E tem mais. Muitos adolescentes escolhem essa comemoração para perderem a virgindade e dar aquela acalmada nos hormônios em erupção.

Mas sabe o que é mais interessante? É um feriado feliz e a mágica real está em apreciar as 18 horas de luz do dia com muito divertimento e em grande companhia, mesmo que esteja nublado e chovendo sem parar.

———-

Esse texto foi publicado originalmente no site Brasileiras pelo Mundo.

Vi ses… hej då! 😉

5 thoughts

  1. Oi Vânia, tudo bem? Encontrei vc por acaso, na verdade, é um sonho morar na Suécia, eu e minha família, daqui uns cinco anos, já estamos pesquisando algumas coisas…queria conversar com vc mais a respeito e tirar algumas dúvidas. ..Obrigadaaa bjus.

    1. Olá Suely!
      Que bom que você me achou :).
      Se você quiser trocar mensagens em privado fique à vontade, tá? É só me enviar um e-mail que eu responderei assim que possível.
      Puss!

Faça a teimosa feliz. Comente!