2020: O ano em que a terra parou

Vamos ser honestos! 2020 não foi exatamente como a gente tinha planejado, né? Foi um ano estranho e difícil para a maioria de nós. 2020 foi o ano em que a terra praticamente parou. Inacreditável que um invasor invisível levaria a uma paralização global e com um resultado devastador. Invasor esse que vem matando e infectando milhões de pessoas todos os dias.

O ano que moldou nossas vidas

O ano de 2020 sempre estará associado à Covid-19 e tenho certeza de que quando pensarmos neste ano, provavelmente, a gente lembrará de como a pandemia moldou nossas vidas diárias e de como fez mudar nosso comportamento.

Essa tal da “reclusão social” fez a gente se socializar com os entes queridos através de vídeos muito mais que antes, mudou a forma como a gente consome mídia e entretenimento e influenciou até mesmo o que e como compramos.

Não é apenas a forma como a gente escolhe fazer compras que mudou durante a crise, mas também se aplica àquilo em que gastamos nosso dinheiro. Provavelmente muitos de nós sentem uma menor necessidade de, por exemplo, manter o guarda-roupa atualizado quando a casa foi transformada no novo escritório.

Isso sem contar na quantidade imensa de pessoas que perderam seus empregos e que estão tentando se recolar ou se reinventar num mundo que nunca mais será como antes. Pois é, as coisas estão definitivamente diferentes. Eu estou diferente. O mundo está diferente.

E como é que a gente vai ter certeza de que 2021 será um ano melhor?

Eu vejo esperança!

A esperança de que a vacina irá dar uma acalmada em toda essa situação. Esperança de que as pessoas terão consciência coletiva. Esperança de que finalmente o respeito mútuo seja instaurado.

Provavelmente, não teremos a mesma vida de antes, mas pelo menos precisamos nos esforçar para fazer desse mundo um lugar melhor. Essa é, pelo menos, a minha esperança!

Estou de olho em você 2021!

Vi ses… hej då! 😉

5 pensamentos

    1. Oi Tatió!
      Tem muita coisa ainda para acontecer e realmente parece que está longe de termos toda essa situação resolvida. Mas a esperança que sinto ainda continua bem forte aqui! <3

    1. Oi Roseli! Como diria o velho ditado “a esperança é a última que morre” e isso meio que nos ajuda a olhar para frente. 🙂

Faça a teimosa feliz. Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.